logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 14 abr 2017 às 18:00
Previsão: San Antonio Spurs (2°) x (7°) Memphis Grizzlies

Favorito, Spurs luta para não ser novamente surpreendido pelo Grizzlies como foi há cinco anos

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Pedro Nery

35bc914a856aa1dbe97b3935bbcad7e6_xl

Conferência Oeste: San Antonio Spurs (2º) x (7º) Memphis Grizzlies

Confrontos na temporada: San Antonio 2 x 2 Memphis

06 FEB – Spurs 74 x 89 Grizzlies
18 MAR – Spurs 96 x 104 Grizzlies
23 MAR – Grizzlies 90 x 97 Spurs
04 ABR – Grizzlies 89 x 95 Spurs (prorrogação)

Datas do confronto

15-04:  Grizzlies x Spurs – 21h (em San Antonio)
17-04: Grizzlies x Spurs – 22h30 (em San Antonio)
20-04: Spurs x Grizzlies – 22h30 (em Memphis)
22-04: Spurs x Grizzlies – 21h (em Memphis)
25-04: Grizzlies x Spurs – Horário a ser definido (em San Antonio)*
27-04: Spurs x Grizzlies – Horário a ser definido (em Memphis)*
29-04: Grizzlies x Spurs – Horário a ser definido (em San Antonio)*

* Se necessário

Horários de Brasília

San Antonio Spurs (61-21)

Maior sequência de vitórias: 9 em duas ocasisões (entre 11 de novembro a 26 de novembro) e (entre 13 de feveveiro a 08 de março)
Maior sequência de derrotas: 3 (entre 8 a 12 de abril)

Time-base

Tony Parker (PG)
Danny Green (SG)
Kawhi Leonard (SF)
LaMarcus Aldridge (PF)
Dewayne Dedmon (C)

Reservas com mais tempo de quadra

Pau Gasol (PF/C)
Patty Mills (PG)
Manu Ginobili (SG)
David Lee (PF)
Jonathon Simmons (SF)

Técnico: Gregg Popovich

Líderes (temporada regular)

Pontos: Kawhi Leonard (25.5)
Rebotes: Kevin Love (7.8)
Assistências: Tony Parker (4.5)
Roubos de bola: Kawhi Leonard (1.8)
Bloqueios: LaMarcus Aldridge (1.2)


Memphis Grizzlies (43-39)

Maior sequência de vitórias: 6 em duas ocasiões (entre 14 de novembro a  23 de novembro) e (entre 01 de dezembro a 10 de dezembro)
Maior sequência de derrotas: 5 (entre 03 de março a 11 de março)

Time-base

Mike Conley (PG)
Vince Carter/Andrew Harrison (SG)
James Ennis III (SF)
JaMychal Green (PF)
Marc Gasol (C)

Reservas com mais tempo de quadra

Zach Randolph (PF/C)
Vince Carter (SG/SF)
Andrew Harrison (SG)
Troy Daniels (SG)
Toney Douglas (SG/PG)
Brandan Wright (PF/C)

Técnico: David Fizdale

Líderes (temporada regular)

Pontos: Mike Conley (20.5)
Rebotes: Zach Randolph (8.2)
Assistências: Mike Conley (6.3)
Roubos de bola: Tony Allen (1.6)
Bloqueios: Marc Gasol (1.4)


Análise do confronto

O confronto entre San Antonio Spurs e Memphis Grizzlies está ficando cada vez mais frequente na pós-temporada. De 2011 para cá, as equipes se enfrentaram em três ocasiões, com o Spurs levando a melhor em duas delas. Apesar disso, quando os texanos terminaram na primeira colocação na temporada de 2011-12, o Grizzlies não deu chances ao adversário e surpreendeu todo o universo ao bater os favoritos daquela época na primeira rodada. Pesando à favor da equipe do técnico Gregg Popovich, as duas últimas vezes que seu time encontrou o oponente nos playoffs, varreu a equipe de Memphis em 2013 e 2016.

Nesta temporada, as partidas entre as franquias foram em sua maioria equilibradas. Excluindo o primeiro jogo, nos outros três duelos a diferença de pontos foi menor que dez. No geral, duas vitórias para cada lado com o time atuando em casa triunfando. Vale ressaltar que, a última vez que eles se enfrentaram no Texas, foi necessário uma prorrogação para decidir o vencedor. Apesar das diferenças de elenco e das campanhas da temporada regular, parece que o Grizzlies sabe dificultar a proposta de jogo do Spurs.

Todos os jogos entre eles nesta temporada foram muito físicos. Falando nisso, Spurs e Grizzlies possuem a segunda e terceira melhor defesa da NBA, respectivamente. Kawhi Leonard e Tony Allen, que podem ser considerados dois dos melhores marcadores de perímetro de toda a liga, são os principais responsáveis por estas estatísticas. A diferença é que o atleta do Grizzlies sofreu uma lesão na última partida da temporada regular contra o Dallas Mavericks e certamente ficará de fora de toda a primeira rodada. Enquanto isso, além de contar com seu principal jogador na defesa, Leonard continua em plena evolução de seu jogo ofensivo e em 2016-17, possui números de MVP  (25.8 pontos, 5.9 rebotes, 3.6 assistências e 1.8 roubada).

part-gty-523839404-1-1-0

Um dos fatores que mais vai determinar o rumo desta série, é o garrafão. Ofensivamente, as duas equipes contam com ótimas peças para pontuar. LaMarcus Aldridge, Pau Gasol e o próprio David Lee vindo do banco, serão jogadores importantíssimos para desafogar Leonard das jogadas ofensivas. Quando a bola chega nas mãos desses atletas, o ataque do Spurs fica mais imprevisível, já que eles podem muito bem finalizar a jogada ou utilizar de suas boas características passadoras e colocar um jogador de perímetro em uma ótima posição de arremesso. Defensivamente, pode ser uma das principais carências da equipe de Popovich.

E um dos times que mais sabem explorar essa deficiência é o Grizzlies. Os pivôs de San Antonio terão dificuldades em lidar com o poderoso garrafão do adversário, principalmente Pau Gasol que já não está em seu auge físico e David Lee que nunca foi bom defensor. E é aí que os torcedores do Spurs sentem falta de Tim Duncan, que mesmo com 40 anos, ainda se mostrava um bom defensor. Para tentar cobrir isto, Aldridge e Dewayne Dedmon terão um papel importante para conter uma das melhores armas do time de Memphis. Marc Gasol obteve médias de 19.5 pontos por jogo (melhor marca da carreira), JaMychal Green se mostrou um jogador útil que consegue alguns pontos na área pintada e o elenco de Memphis ainda possui Zach Randolph, que nesta temporada atuou saindo do banco. Se o Grizzlies souber explorar o garrafão adversário, poderá dificultar o confronto.

Na armação do jogo, atualmente Mike Conley é mais jogador do que Tony Parker. As chances de seu time obter êxito nesta rodada passa muito por suas mãos, já que além de ter a função de elaborar as jogadas, é o jogador de perímetro que mais oferece perigo aos adversários. O armador do Grizzlies terminou a fase regular com 20.5 pontos de média (também melhor marca na carreira) e 6.5 assistências (sua melhor marca desde 2011). Já Tony Parker, continua piorando suas médias desde 2012-13. Em alguns momentos da temporada, o francês chegou até ser questionado de sua titularidade e de forma geral teve um ano inconstante. Vindo do banco, Patty Mills deverá ser uma boa opção em alguns momentos da série para equilibrar o duelo.

Em questão de elenco, aí a superioridade do Spurs poderá fazer muita diferença. Se compararmos nome por nome, os texanos possuem maior profundidade e mais opções para seu treinador, enquanto que o Grizzlies é mais dependente de suas estrelas. Apesar de que nos playoffs, algumas equipes optem por fazer uma menor rotação comparado a temporada regular. Se a série for estendendo-se, as condições físicas dos principais jogadores irão piorar e consequentemente as condições técnicas. Este rodízio de jogadores, é um problema sério que David Fizdale terá que lidar, já que além de Tony Allen, Chandler Parsons desfalca a equipe desde março com um problema no joelho.

Em uma rápida análise, muitas pessoas podem apostar no Spurs como amplo favorito para o confronto. De fato, ele é. Mas as equipes se conhecem e não é de hoje. Se o Grizzlies passar desta série, não seria a primeira vez que a franquia surpreenderia toda a liga ao derrotar os favoritos de San Antonio. Apesar disto, toda a experiência de Gregg Popovich e de sua equipe pesa e muito para o duelo, o que nos faz crer que o raio não cairá no mesmo lugar duas vezes, como não caiu nos últimos dois encontros dos times na pós-temporada.

Palpite

San Antonio Spurs 4 x 1 Memphis Grizzlies

  • ThunderSPD-SuperPatrulhaDelta

    primeiro dois confrontos serão equilibrados mas depois spurs deita e rola 4 x 1

  • Pra mim fica em 4×1 também, o Memphis é um time encardido, chato, lutam demais em quadra e deixam o jogo feio e lento na meia-quadra, mas só com o carrapato Allen fora, acho que um trio como Gasol- Conley – Randloph é uma equipe perigosa e já consegue uma variação em alguns jogos com jogadores leves como Jarmychal Green, Vince Carter e Troy Daniels acertando os arremessos de fora…o Spurs tem o favoritismo e o mando e confio que com uma boa movimentação de bola, Kawhi e LaMarcus bem e tendo um banco de reservas melhor acho que principalmente em SA não deve tomar muitos sustos, pelo menos espero…

  • WHY NOT?

    Spurs em 4

  • wildfire35

    Spurs 4 x 0

  • Little Stéfi Caury

    Pra mim 4-2 Spurs.

  • Gustavo

    Spurs em 6 jogos

  • Felipe Dallagnelo

    Spurs 4×2 Grizzlies, Kawhi vai melhorar ainda mais seus números ofensivos, mas pra isso o Parker tem que contribuir…

  • THE BULLS23

    Memphis é o pior timé para se pegar em primeira rodada dos offs. Chato, lento, pesado, mesa quadra. Penso em Spurs em 7.

  • Vincent Savino

    Kevin Love é tão bom nos rebotes que pega até pelo Ex-purs.

  • Maurilei Teodoro

    Spurs 4×2

  • Spurs em 5

  • Asf 152

    Mike Conley aposentou!!

  • Gustavo Santos

    Spurs em 6

  • Mattews HeatNation

    4×2 Spurs acho q os Ursos ganham uma fora d casa inclusive…

  • Felipe Rodrigues

    Kevin Love lider de rebotes dos Spurs??? WTF onde eu tava q não vi essa trade???

  • djwhites

    memphis é um time encardido demais…..mas spurs passa 4×2

  • Bruno Macedo

    4×1 spurs, Memphis vai tentar mais não vai conseguir e vai ser jogo que não chega nem a 100 kk

  • Rafael Victor

    Acho que Spurs não vai ter essa facilidade toda não! Essa série deve ser longa e bastante dificil, se o Spurs não jogar o seu melhor de forma linear e constante, é capaz de ser surpreendido pelo Grizzlies e perder a série!

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados