logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 26 abr 2017 às 21:59
Quin Snyder: “Temos confiança em colocar a bola nas mãos de Joe Johnson”

Com cestas decisivas, experiente ala-armador tem participação crucial na série contra o Clippers

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Ricardo Stabolito Jr.

O Utah Jazz fechou a contratação de Joe Johnson, na última offseason, pensando em adicionar experiência a um elenco essencialmente jovem. E, nos instantes mais críticos da equipe nos playoffs, o veterano vem justificando esse investimento com louvor. O experiente ala-armador chamou a responsabilidade e acertou arremessos decisivos nas vitórias do time no duelo contra o Los Angeles Clippers.

“Nós temos confiança em colocar a bola nas mãos de Joe, pois ele é um criador de oportunidades para si mesmo e os companheiros. Suas cestas, especialmente no momento em que acontecem, levantam o moral de nosso grupo. Joe está sempre disposto e quer arremessar as bolas mais importantes”, elogiou o treinador Quin Snyder, após o triunfo no quinto jogo da série quartas-de-final do Oeste.

Em 15 temporadas na NBA, Johnson ganhou apelidos como “Iso Joe” e “Joe Jesus” pela capacidade de converter arremessos decisivos e aparecer nos instantes mais críticos para suas equipes. Ele fez a cesta da vitória do Jazz na primeira partida contra o Clippers e, na terça-feira passada, assegurou o triunfo no quinto jogo da série com um fadeaway certeiro a 19 segundos do fim do confronto fora de casa.

“Nós temos que encontrar um modo de desacelerar Joe. Ele está acabando com a gente, jogo após jogo e lance decisivo atrás de lance decisivo. Precisamos achar um jeito de pará-lo”, alertou o reserva angelino Austin Rivers, que é filho do técnico Doc Rivers.

  • Damon

    Iso joe sempre foi clutch
    as 3 vitórias do jazz, foram graças a ele.

  • Cássio

    Esse cara que falta nos Cavs, haviam rumores que ele poderia assinar com eles, mas pro Jazz baita negócio. Outro cara que acho que ainda poderia contribuir que jogava com o Jhonson no Atlanta era o Josh Smith.

  • John Stockton

    QUIN SNYDER : COACH OF THE YEAR
    RUDY GOBERT: DEFENSIVE PLAYER OF THE YEAR
    JOE JOHNSON: CLUTCH OF THE YEAR

    • FariaRaptors#WeTheNorth

      Cara sinceramente eu achei o trabalho do Scott Brooks muito mais forte essa temporada para ser considerado o coach of the year, levando em consideração que ele reanimou a auto-estima do Bradley Beal, e levou os Wizards aos offs saindo de uma campanha 2-8 no começo da temporada, e sem ao menos ter um banco bom até a chegada do Brandon Jennings … o time do Jazz era uma estrela ascendente desde o começo da temporada contando com a evolução de Hood e Hayward …

      • John Stockton

        Isso de quem foi o melhor dá pra ter muitas opiniões diferentes . Snyder , D`Antoni , Brooks , stevens e até o Spoelstra se os Heat tivessem chegado aos playoffs seriam todos justos vencedores .Eu falo como torcedor . Se o Jazz era uma estrela ascendente desde o começo da temporada como tu fala , então quem é o principal responsável por isso acontecer se não o técnico ? Com certeza que não são as super estrelas do time , até porque o time não tem nenhuma super estrela .Técnico esse que fez com que o Hayward virasse all-star , quando antes da chegada do Snyder no time ele não passava de um rol player competente . Técnico que fez o Hill ter uma temporada que ninguém imaginava que ele podesse ter . Técnico esse que fez do time a melhor defesa da liga . E ainda conseguiu terminar a temporada com o mesmo record do Super favorito a vencer o ESTE Cleveland Cavaliers , isto apesar de ter sido o time da NBA que mais sofreu com lesões durante a temporada . Lesões essas que continuaram nos playoffs e mesmo assim o técnico sempre arranja um jeito de vencer . Quem iria imaginar que Utah iria vencer os Clippers em LA no jogo 1 sem o Gobert ?
        O técnico do Jazz é o ´´franchise player “ do time .

        • John Stockton

          E lembrar ainda que Utah tem a menor folha salarial de toda a liga . Por isso esse time não tinha nem que estar nos playoffs quando tem times que gastam muito mais . Mérito do técnico que faz jogadores ´´baratos “ e com pouco nome na liga como Hood , Ingles , Exum , Raulzinho e Lyles renderem mais que jogadores pagos a peso de ouro como Evan Turner , Alan Crabe , Mahinmi , Mozgov , Biyombo , Monta Ellis , entre outros .

  • FariaRaptors#WeTheNorth

    Joe Clutch Johnson desde a época de Nets calando todos no final das partidas …

    • Guilherme Petros

      desde o Hawks! ISO Joe é treta…

      • Bem lembrado, auge do Joe foi em Atlanta, acho que antes disso passou pelo Suns também, mas a mitagem foi maior no Hawks mesmo.

  • Thiago26-NBA

    Johnson >>> Hayward

  • 7x All Star, e estatisticamente coleciona números excelentes no clutch time, seria estranho se não confiasse hahaha. Deve confiar mesmo, até porque Hayward tem o hábito de jogar bem, até os minutos finais do jogo quando ele some ou amassa o aro.

  • Filipi Oliveira

    Ele é armador ?

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados