logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 27 abr 2017 às 21:16
“Espero ter encontrando uma casa em Miami”, afirma Dion Waiters

Agente livre, ala-armador torce para seguir no Heat após melhor temporada da carreira

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Ricardo Stabolito Jr.

Dion Waiters deu a volta por cima! O ala-armador de 25 anos, que praticamente não teve interessados em seus serviços na última offseason, foi um dos destaques do Miami Heat na temporada e comandou a fantástica campanha de recuperação que quase levou a equipe aos playoffs. Ele voltará a ser agente livre em julho, mas torce como nunca para não ter que trocar de time novamente.

“Eu sei que nós ficamos a um jogo dos playoffs e isso me mata por dentro. Se não tivesse me contundido, acho que sabemos onde o Heat estaria agora. Mas nossa campanha foi mágica. Realmente amo Miami e tive uma temporada sensacional. Espero, definitivamente, ter encontrado uma casa aqui”, afirmou o ex-atleta da Universidade de Syracuse, em carta escrita ao site The Players’ Tribune.

Waiters jogou recebendo pouco menos de US$3 milhões em salários na temporada passada, mas, agora, ele deverá assinar um contrato com valores muito mais “substanciais”. Especula-se que, depois da grande campanha do Heat e encarando uma menor desconfiança do mercado da liga, o ala-armador possa conseguir um vínculo com vencimentos anuais de cerca de US$15 milhões.

  • Rafael Heat

    Miami terá decisões difíceis pela frente na FA.

    Para manter Dion Waiters e James Johnson, que tiveram um desempenho muito acima da expectativa, vai precisar abrir o cofre.

    A questão é: são jogadores para o futuro da franquia? Sinceramente, eu acho que não.

    Riley sinalizou que Miami vai, antes de pensar em contratações na FA, valorizar quem já está lá. Isso indica que a prioridade é renovar com os FA.

    Mas, se comprometer cap space em contratos longos com esses jogadores, o futuro poderá estar comprometido.

    Foi uma ótima metade final de temporada, mas, isso não pode mascarar a realidade de que são jogadores comuns, não vão levar a franquia ao topo.

    • Cleyton Hettwer

      Concordo com você. Ambos foram jogadores importantes essa temporada e torço para que permaneçam, Mas se o valor for muito alto não há necessidade, pois são jogadores substituíveis facilmente. Quando vi o elenco montado pra essa temporada achei que seria sofrível mas fui surpreendido e quase foi até os playoffs, que cá entre nós ninguém acreditava que o Heat chegaria lá no inicio da temporada. Essa FA acredito que o Pat tem que ir atrás de alguém para ser o centro do time como Wade era, não só com pontos, mas com personalidade e liderança. Não acredito que Whiteside ou Dragic sejam esse cara, nem que o Bosh vá voltar em condições de ser. E por fim tá na hora de se livrar dessa bomba chamada McRoberts, um contrato alto pra um jogador que joga muito pouco em todos sentidos e o Babbit também contribui muito pouco, já o pessoal da D-League até é bom pra completar o banco.

      • Rafael Heat

        McPantufas ainda tem mais um ano de contrato, sugando a MLE. Não tem como despachar essa mala, ninguém vai aceitar isso, só se envolver picks no meio, mas, aí não é jogo e nem temos pra oferecer. Vai ter que aguentar mais um ano pagando 6 milhões pra esse arrombado chinelinho maldito.

        O problema dessa FA é que não tem grandes alvos.

        Curry e Durant não vão a lugar nenhum.

        Griffin? Tem passado muito tempo no dept médico e se envolvendo em polêmicas, dentro de quadra já esteve muito melhor. E também não vejo como jogador que vá liderar uma equipe ao topo, é uma estrela que serve de apoio para uma grande estrela.

        CP3 é extraordinário, mas, já temos Dragic e o esloveno não vai a lugar algum também. Fez grande temporada, jogou melhor até do que na época que foi MIP no Suns, enfim achou seu espaço em Miami com essa nova forma do time jogar. E o contrato que parecia ser horrível, com esse novo teto salarial, está bem aceitável pelo que produziu.

        Teremos que ver qual o rumo Riley e cia. vão decidir. Qual é a idéia?

        Construir o futuro em torno de Winslow, Tyler e J-Rich? Ou tentar alguma coisa nos próximos 3, 4 anos adicionando jogadores prontos para encaixar com Dragic e Whiteside e com apoio dos mais jovens?

        Eu iri pelo segundo caminho. Dragic mostrou que pode jogar em alto nível no esquema certo. Whiteside, que tem também seus defeitos, é um dos melhores pivôs da liga, sim senhor!

        Quem eu gosto dessa FA e vejo como uma alternativa possível, embora muito difícil, é Hayward. Ele seria um encaixe excelente pro Heat, mataria o problema da ala e tem o perfil com esse estilo de jogo implantado pelo Spoleta nessa temporada.

        É um defensor sólido (não é excelente), ofensivamente se tornou um jogador de 20+ ppg com bom aproveitamentos dos arremessos de 2 e 3 pontos. E é um passador acima da média na posição.

        Se Riley conseguisse atraí-lo, seria incrível e daria um grande up para a equipe, numa posição carente.

        Alvos que também me agradam, embora não sejam estrelas da liga e não teriam o mesmo impacto, mas, teria um bom encaixe em Miami, são Galinari (um SF mais palpável) e Ibaka.

        Garrafão com Ibaka e Whiteside ia ficar insano. E o espanhol adicionou um arremesso de 3 no jogo dele, fundamental.

        Se eu fosse Riley, atacaria essas três frentes.

  • Damon

    Espero que o heat não pague absurdos para ele.

  • Pablo Leite

    Às vezes tenho a impressão que é um Stephenson piorado.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados