logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 3 maio 2017 às 07:16
Isaiah Thomas dedica atuação épica contra o Wizards à irmã falecida

Astro anotou 53 pontos para comandar vitória do Celtics no dia em que Chyna completaria 23 anos

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Gustavo Freitas

Chicago Bulls v Boston Celtics - Game One

Isaiah Thomas protagonizou uma atuação com contornos épicos nesta terça-feira. O astro anotou nada menos do que 53 pontos – sendo 29 deles no último quarto e prorrogação – para liderar a vitória de virada do Boston Celtics no segundo jogo da série contra o Washington Wizards. Uma performance que teve peso ainda maior por acontecer no dia do aniversário de sua recém-falecida irmã, Chyna.

“Hoje é o aniversário da minha irmã. Ela completaria 23 anos hoje. Tudo o que faço é por Chyna. O mínimo que eu poderia fazer hoje era entrar em quadra e jogar por ela. Sei que está cuidando de mim em algum lugar, então é tudo por minha irmã”, desabafou o armador, visivelmente emocionado e tentando conter as lágrimas, em entrevista coletiva após o triunfo por 129 a 119.

A memória da irmã, que morreu em acidente automobilístico no mês passado, não foi o único obstáculo para Thomas nesta terça. Ele também passou a maior parte do dia no hospital, realizando um tratamento odontológico ainda relacionado à perda de um dente no primeiro jogo contra o Wizards. O titular admitiu que houve um momento em que pensou que não teria condições de jogar.

“Não foi um bom dia para mim, com o aniversário de Chyna e ter ficado no hospital por horas. Eu não tinha energia. Mas, assim que encontrei o elenco e vi o ginásio, senti que poderia jogar. Não existia chance de não atuar, pois queria jogar bem e vencer por minha irmã”, contou o armador, primeiro atleta a anotar 29 pontos no último quarto e prorrogação de um jogo de playoffs em duas décadas.

A perspectiva de abandonar a pós-temporada e enfrentar o luto longe das quadras sempre passa pela mente de Thomas, não só em dias especiais. Mas, no processo de aceitação, ele entende que o basquete tornou-se uma inesperada homenagem. “Eu queria largar mão de tudo naquela hora, mas era a saída mais fácil. Desistir nunca será uma opção e eu decidi seguir em frente por minha irmã”, concluiu.

  • Albert Medeiros

    Esse cara é foda

  • Vinícius Maia

    Que homem!

    Se o cavs cair diante do Celtics, acho que nem vou sentir tanta raiva por causa desse cara. Ele merece.

    • Rogério Rodrigues

      Se passarmos a final, ja será um grande feito nessa temporada.
      Ganhar do Cavs seria surreal. Estão deixando a gnt sonhar, kkk

  • Paulo Sérgio

    O que esse cara ta fazendo é pra ficar na história.

  • Rogério Rodrigues

    O nosso fada dos dentes. The little guy

  • Você pode até não torcer para o Celtics, mas eu DUVIDO encontrar alguém que não torça pelo IT.

    Que ídolo!

    • Luis Gouvea

      Impossível não torcer pra um cara desse, MONSTRO demais dentro e fora das quadras!

  • PISTELTICS

    Pequeno grande homem!

  • Will

    O redator da matéria de capa foi muito feliz ao escolher o título para a chamada: Baixinho Gigante!

  • R Green

    Obrigado Mito!

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados