logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 6 maio 2017 às 12:28
Prospecto do Draft 2017 – Malik Monk

Ex-ala-armador de Kentucky é cotado para ser uma das dez primeiras escolhas do recrutamento

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Gustavo Lima

malik-monk-3

Malik Monk

Idade: 19 anos
País: Estados Unidos
Universidade: Kentucky
Experiência: Freshman
Posição: ala-armador
Altura: 6’4’’ (1,93m)

Médias na temporada 2016-17: 19.8 pontos, 2.5 rebotes, 2.3 assistências, 0.9 roubada de bola, 0.5 toco, 2.0 desperdícios de bola, 45.0% de aproveitamento nos arremessos de quadra, 39.7% de aproveitamentos nas bolas de três pontos, 82.2% nos lances livres; 32.1 minutos em quadra

Pontos fortes
– atleticismo de elite; primeiro passo acima da média, explosivo, grande saltador; letal no jogo de transição
– pontuador versátil (segundo cestinha entre os calouros, atrás apenas de Markelle Fultz); eficiente nas bolas de três e finaliza bem perto da cesta
– um dos melhores arremessadores do perímetro da classe deste ano (30% dos seus pontos foram angariados em chutes de longa distância)
– tem a agilidade lateral e a impulsão necessárias para se tornar ao menos um defensor decente na NBA
– excelente sem a bola nas mãos; utiliza muito bem sua velocidade para escapar do marcador e arremessar assim que recebe a bola (muito bom no catch and shoot)
– capacidade de criar o próprio arremesso; eficiente no chute após o drible
– passador em evolução: tem boa leitura de jogo quando ataca a cesta e encontra um companheiro melhor posicionado para o arremesso, especialmente aquele que está perto da cesta pronto para enterrar
– poder de decisão: chamou a responsabilidade e teve confiança para definir alguns jogos com arremessos improváveis nos últimos segundos

Pontos fracos
– precisa ganhar força física para absorver o contato nas infiltrações no garrafão e para marcar um adversário mais forte
– baixo para um jogador da posição 2 e não tem uma envergadura que chama a atenção, o que pode limitá-lo como defensor entre os profissionais
– não tem o pacote de habilidades necessário para ser um armador na NBA; controle de bola, visão de quadra e QI de basquete apenas medianos; dificuldade no pick and roll
– mesmo jogando pouco com a bola nas mãos, peca na tomada de decisões (é só perceber que o número de assistências é quase igual ao de desperdícios de bola)
– esforço defensivo deixa a desejar; às vezes fica relaxado demais em quadra e simplesmente esquece de defender, especialmente quando o rival está sem a bola
– mentalidade de pontuador atrapalha seu foco como marcador; precisa ser agressivo nos dois lados da quadra e não somente no ataque
– precisa melhorar a seleção de arremessos; confia demais nos chutes de média e longa distância, mesmo quando contestado; prefere chutar ao invés de passar a bola

Comparações: Ray Allen (ex-Boston Celtics), Eric Gordon (Houston Rockets) e Lou Williams (Houston Rockets) mais atléticos

Projeção: selecionado entre as escolhas 4 e 10

Confira alguns lances de Malik Monk

Legenda
– Freshman (primeiro ano universitário)

  • Cleyton Hettwer

    Queria que o Miami conseguisse escolher ele ou o Lauri Markkanen, mas vai ser difícil que isso aconteça.

    • pedrokadf

      Também queria, um dos meus jogadores favoritos dessa classe

  • Paulo Sérgio

    Fez uma boa temporada, mas quando o caldo engrossou ele deu uma bela pipocada. Mas seria minha quinta escolha

  • TRUETHIAGO

    Eu gosto dele, acho que seria um fit interessante no Sixers. Mas também tem algumas lacunas bem claras pra mim, na parte defensiva deixa a desejar e vejo ele muito dependente dos arremessos. O lado bom é que pela baixa idade ainda há espaço para trabalhar isso e tentar evoluir nessas deficiências, diferentemente por exemplo de um Buddy Hield que já chegou mais “velho” e aparentando ter alcançado seu teto no College.

    • Gustavo

      Até seria bom fit pro Sixers que precisa de SG e de arremessador. Mas acho que vão de Tatum com a 3a ou 4a, e se subir vão de fultz, ou Lonzo.

      • Menezes

        Eu acho que q até o 76 escolher Fultz ,Ball e Josh Jackson já vão ter sido escolhidos e devido o 76 não ter um armador confiável eu vejo 2 possibilidades .

        Pega um armador para suprir a lacuna ou pega um ala armador q tem bom arremedso e aposta no Ben Simons q e o ala q arma bem ( LeBron e o Grego). Mesmo sendo ala assumi a armação do time como já citados Cavs e Bucks.

        Eu como GM iria na possibilidade de um ala armador q possue arremessos bons.

      • TRUETHIAGO

        Ball eu não sei se seria um encaixe tão bom, tendo que dividir a bola com o Simmons, que gosta de ser o criador primário em muitas posses. Nessa formatação que está se desenhando para o time, é importante que os jogadores de perímetro saibam jogar também sem a bola nas mãos (como citou o Sanliv) tipo o Monk, Ntilikina, etc; além de caras que já estão no elenco e que fazem bem isso, talvez o melhor exemplo seja o Covington.

        • Gustavo

          Falei do Ball mais por ser uma escolha com base em talento que no encaixe. No caso de conseguir uma das 2 primeiras posições na loteria acho muito difícil que optem por Monk ou pelo francês. Embora encaixem melhor, nas 2 primeiras posições eu acho que deve-se sempre ir pelo talento. Até porque acho um risco bem grande dar a função de PG pro Simmons.

          • TRUETHIAGO

            Particularmente também não gosto da ideia do Simmons de PG, porém é mais uma questão de função do que posição (1, 3, 4…) Ele simplesmente tem essa característica muito forte de criação e tudo indica que terá liberdade para tal, mesmo que não seja o armador, assim como LeBron nos Cavs, Green no GSW, enfim, caras que fazem esse papel.

            Lonzo em UCLA ficou muito claro que precisa da bolas nas maõs, um dos melhores playmakers dos últimos anos, seria até desperdício utilizar ele como organizador secundário ou off-ball.

            Agora realmente com uma pick 2 não seria caso de ir em Monk/Ntilikina, nisso concordo, mas não é exatamente um cenário provável, dependeria de uma dose de sorte. E, se for pensar assim, que seja logo a 1st pick, vem o Fultz e pronto! Hahahahah

          • Gustavo

            Nem precisa uma dose tão cavalar assim. Sixers tem suas bolinhas e as do Kings (swap). São 11,9% + 2,8%, ou seja 14,6% contra 15,6% do Lakers (porcentagens relativas à pick 1). Assim, a chance do Sixers subir pra pick é quase a mesma do Lakers.

            E Fultz seria demais nesse time, hein? Haja talento…

    • Sanliv #TheDreamShake

      Por esse lado, você preferia ter o Ntilikina não? Também é um bom arremessador (apesar da inconstância na carreira) e é um cara que consegue impactar mais na defesa.

      Além de ser um jogador que projeta pra ser mais um jogador off-ball do que um “lead guard”, tipo um George Hill. Perfeito pra jogar ao lado do Simmons.

      • TRUETHIAGO

        Sim, vejo o francês com ótimos olhos, possui ferramentas bem versáteis no seu jogo, me surpreendi positivamente com o arremesso dele. Sem contar que também demonstra um instinto bem agressivo para atacar o aro, que tornaria menor sua dependência nos chutes.

        O próprio Korkmaz, que depois de ter sido emprestado do Efes para o Banvit ganhou bastante minutos lá na Turquia, é outro que me agrada demais nesse sentido, boa versatilidade e aproveitamento do perímetro animador.

        Menos mal que não existe limite de estrangeiros na NBA, rs… Pois ficaria provavelmente um elenco sendo minoria de americanos.

  • King Cuban #MFFL

    Não serve para os Mavs…

    • Mavs sucks

      A zona que é os mavs é que não serve para o Monk ……
      tao esperando o qe para enterrar a mumia do dirk?

  • Knickerbockers

    Seria um complemento ideal para o Simmons no Sixers, pois o Monk não precisa jogar com a bola nas mãos, o que pelo jeito ficará boa parte do tempo com o Simmons. O Simmons como um bom passador iria deixar o Monk em boas situações para contribuir com seus chutes de media e longa distância, já que o Simmons não tem um bom arremesso. O ideal seria o Sixers pegar bons chutadores no draft, e o Monk é o melhor nesse quesito. Acho que um iria suprir o defeito do outro.

  • Rafael Heat

    Times que precisam de um scorer do perímetro, como Phila, devem olhar para o Monk com muita atenção.

    Suas falhas (que são especialmente na defesa) podem ser corrigidas com treinamento, orientação. O talento está ali para ser um jogador importante na liga pelos próximos 10, 12 anos.

    É um dos meus jogadores preferidos dessa classe, junto de Fultz, Ball, Markkanen e Tatum, meu top five.

  • Junior knicks

    Não entendo essa avaliação dos caras do jumper brasil, as qualidades que eles atribuem ao jogador nos pontos fortes eles derrubam nos pontos fracos, monk com um bom trabalho de estrutura física vai ser monstro.

  • Nilton Junior

    Se eu sou o time que vai draftar esse cara, já tentaria um cara como o Kobe pra fazer uma série de treinamentos com ele. Tem um talento gigante que se bem treinado e instigado pode virar um grande jogador.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados