logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 7 maio 2017 às 00:36
Kevin Durant brilha, Warriors bate Jazz e fica a um triunfo da final do Oeste

Comandado pelo camisa 35, Warriors está perto de chegar à terceira final consecutiva do Oeste

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Gustavo Lima

(3) Golden State Warriors 102 x 91 Utah Jazz (0)

O Golden State Warriors deu um passo importante para chegar à terceira final consecutiva da conferência Oeste. Fora de casa, a equipe californiana contou com uma partida notável do ala Kevin Durant e bateu o Utah Jazz por 102 a 91.

Agora, o Warriors está a um triunfo de eliminar o Jazz. As duas equipes voltam a se enfrentar nesta segunda-feira (8), às 22h (horário de Brasília), novamente em Salt Lake City.

Destaque absoluto do duelo disputado nesse sábado, o camisa 35 do Warriors anotou 38 pontos, pegou 13 rebotes e acertou 15 dos 26 arremessos de quadra que tentou. Durant se tornou o primeiro jogador da franquia desde o lendário Nate Thurmond (1972) a alcançar ao menos 25 pontos e dez rebotes em jogos consecutivos válidos pelos playoffs.

O jogo

O primeiro quarto da partida foi dominado pelo time visitante. Liderado por Durant, que anotou 13 pontos, o Warriors fez 27 a 17 no período. Mal no ataque, e pelo segundo jogo seguido sem poder contar com o armador George Hill (vetado por conta de dores no dedão do pé esquerdo), o Jazz acertou seis dos 21 arremessos de quadra que tentou (aproveitamento de 28.5%). O ala-pivô Draymond Green cometeu duas faltas em sete minutos e foi para o banco de reservas.

A equipe de Oakland conseguiu estabelecer uma vantagem de 11 pontos nos primeiros três minutos do segundo período. Dali em diante, no embalo do caldeirão em que se transformou a Vivint Smart Home Arena, o time da casa reagiu. O Jazz chegou à primeira liderança na série a um minuto do fim do primeiro tempo, após uma bola de três pontos convertida pelo ala-armador Rodney Hood. Green cometeu sua terceira falta e, a caminho do banco de reservas, provocou a torcida do Jazz com gestos e levou uma técnica (a primeira nos playoffs).

Com 22 pontos anotados, Durant foi a única peça ofensiva do Warriors que funcionou no primeiro tempo. Os “Splash Brothers” Stephen Curry e Klay Thompson combinaram para apenas nove pontos e três arremessos de quadra convertidos em 13 tentativas.

Pelo lado do Jazz, que foi para o intervalo com a vitória parcial por 50 a 49, o destaque foi o pivô francês Rudy Gobert. Dono do garrafão, ele anotou 12 pontos, pegou nove rebotes e deu dois tocos na primeira metade de jogo.

No terceiro quarto, o time de Salt Lake City chegou a abrir 11 pontos de vantagem, mas sucumbiu no fim do período e viu o Warriors retomar a liderança (72 a 70). No período final, Curry resolveu aparecer no ataque e Durant converteu bolas decisivas para matar de vez o jogo. Um detalhe que chamou a atenção foi que o time de Oakland não desperdiçou a bola uma vez sequer no segundo tempo.

Vale dizer que, a pouco mais de um minuto para o fim da partida, o camisa 35 de Golden State se desentendeu com Gobert e foi para cima do francês. A arbitragem marcou falta flagrante contra Durant e ainda deu uma técnica no grande nome do duelo.

 

Golden State
Kevin Durant: 38 pontos, 13 rebotes, quatro bolas de três pontos convertidas e 15-26 nos arremessos de quadra
Stephen Curry: 23 pontos, cinco rebotes, quatro assistências e 6-20 nos arremessos de quadra
Andre Iguodala: 11 pontos e quatro rebotes

Utah
Gordon Hayward: 29 pontos e seis assistências
Rudy Gobert: 21 pontos, 15 rebotes, quatro assistências, dois tocos, 7-8 nos arremessos de quadra e 7-15 nos lances livres
Shelvin Mack: 11 pontos, quatro rebotes e cinco assistências

  • felipe fernando Oliveira

    KD hoje além de excelente no ataque ajudou muito a defesa devido Green estar pendurado em faltas. GSW rumo a mais uma varrida.

  • Romulo Mendonça

    Melhore nos lances livres (e nao venham com o papo de que pivo nao sabe bater lance livre) e me engravida GOBEEEEEEEEEEEEEEEEERRRRRTTTTTT

    • felipe fernando Oliveira

      Kkkkkkkk

  • MVP

    Foi uma partida em que as defesas mandaram muito bem (pior aproveitamento da série para ambos os times 44% do Warriors contra 39% do Jazz) e que a performance individual se sobressaiu (apenas 17 assistências do Warriors contra 32 e 33 dos 2 primeiros jogos) e no final venceu o time que tinha mais estrelas, apesar da péssima partida de Curry e Thompson, hoje era o dia de Durant salvar o time da derrota.

  • Airton Gomes

    Por isso que acho muito difícil alguém parar esse time. Numa noite onde Klay fez apenas SEIS pontos e ficou 1/9 no FG e o Curry 6/20, aparece o KD pra brilhar. E mesmo numa noite ruim do Curry, o cara ainda faz 23 pontos. Já teve jogos nesses playoffs onde Klay brilhou, Curry, hoje foi a vez do KD brilhar e comandar a vitória.

  • Enzo Soares

    Jogo tenso sempre é bom para o Warriors. Incrível.

  • Guina

    Mais uma e bye jazz foi bom te conhecer.

  • DNT
  • Bruno Da Silva Francisco

    Vejo o jazz como um time equilibrado defensivamente… todos os 5 titulares defendem bem…. porém contra jogadores como o Durant…. não adianta defender bem, Tem que ser exímio marcador…
    Spurs contra warriors ou se estivesse do lado Leste contra o cavs é a única esperança por ter um exímio marcador e um excelente técnico…
    Celtics, wizards ou rockets não acho que ganhariam em 7 jogos de cavs ou warriors…..

  • Doug

    Só esperando a hora de Cavs x GSW…parece cumprimento de tabela…os únicos q me parecem poder oferecer alguma dificuldade são Spurs (cogitei Rockets) e Celtics…mas, ainda assim, acredito q ganharão, na melhor das hipóteses, dois jogos da série e olha lá…final de cartas marcadas mesmo…GSW e Cavs sobrando…

  • MrDraft

    Uhn grande coisa, todos nós já sabiamos qual seria a final. que graça tem uma temporada assim? essas panelas tiram o brilho da liga.. e mais uma vez os mesmos times de sempre na final

    • Ricardo Leite

      Realmente, passar 8 meses acompanhando um campeonato com 30 equipes, e ter quase certeza da final, fica sem brilho.

      • pedrokadf

        Sou forçado a concordar

    • Rodrigo Silva

      Cara, eu concordo e discordo em alguns pontos…

      Primeiro ponto é o seguinte: o grande problema do leste desde 2004 se chama LeBron James. Não adianta cara, pode ser em time de “panela” (coisa que eu não acho que o Cleveland seja) ou seja ele jogando sozinho em 2005/2006/2007/2008..
      Ele é monstro demais.

      Sobre a graça da temporada, meu caro, sempre foi assim.. sempre tivemos uns 4 ou 5 times que poderiam ser campeões em cada temporada, isso é normal… Quando uma surpresa ocorre, mil vezes melhor..

      Olha a NBA de décadas passadas.. era só Lakers e Celtics.. SÓ.
      Depois esse cenário se variou, por exemplo o Spurs (pós Duncan), o Bulls (pós Jordan) se tornaram franquais valiosas…

      Outro fato que nunca devemos nos esquecer é que, por exemplo, o Boston do Bird tinha o McHale e o Parish. O Bulls do Jordan tinha Pippen e Rodman. Lakers era Shaq e Kobe, depois Wade e Shaq. E o mesmo Shaq tentou a sorte com o James e com o Celtics (Rondo – Allen – Pierce – Garnett – Shaq).

      Ou o Lakers de 2004, eu acho, com Payton – Kobe – Malone…

      Enfim, não devemos criticar panelas.. me decepcionei muito com o Durant indo pro GSW, mas faz parte.. SEMPRE TIVEMOS PANELAS NO PASSADO E PRESENTE.. não tem problema. Equipes vencedores normalmente possuem “panelas”.

      Quando aparece um Dallas da vida em 2011 é muitooo bom.. mas isso é raríssimo..

      • William Felton

        De acordo, integralmente. E vai continuar assim. Penso que existe uma “lei imponderável” que agrega em torno de um foco os melhores nos esportes. E não, não é o dinheiro. Ainda não sei o que seria, me falta este “insight”.

    • Yan Lieven

      Teremos a mesma final por incompetência das outras franquias. Se os Warriors conseguiram formar esse time sob as mesmas condições das outras é mérito deles.

  • Vitor Medson

    Mas o leste e fraquíssimo, eles disseram. Warrios rumo a outra varrida.

    • pedrokadf

      Pois é

    • Chimbinha

      Kkkk ,verdade

    • Maxi L. –#DubNation–#PazDirk

      Ou o Warriors é forte demais.

      • Chimbinha

        Ué.Então no leste é o Cavs que é forte demais

        • AlexS.F.

          Sim o Cavs é forte demais mas não tem como não ver a diferença de nivel entre Houston e Spurs contra os outros times do Leste. Diria até que Houston e Spurs estão no mesmo nivel do Cavs que é disparado o melhor time do Leste.

          Mas uma vez a diferença entre o Topo do Oeste pro do Leste é enorme.

          • Vitor Medson

            Dos 5 melhores times da liga, 3 são do Oeste. Ok! Mas a galera fala parece que o Leste e uma baba total e não e bem assim. Warriors e Cavs que são fortes demais em suas respectivas conferencias.

          • Eduardo Rebelatto

            Mesmo nível que o cavs?faz me rir kkkk

        • William Felton

          Exato. Os dois – GSW e Cavs – é que são completamente extraordinários.

        • Vitor Medson

          Exatamente.

    • Maxi L. –#DubNation–#PazDirk

      Ou o Warriors é forte demais perto dos outros.

  • Marcelo Desoxi

    Ganhar 4 jogos desse Golden State aí, quero ver.

  • Zé da Mina Abandonada

    Ai se não fosse o Durant ali…

  • Paulo Victor

    Vamos pras finais logo

  • Jack

    LeBron conseguir ganhar desse Warriors as comparações com Jordan vão crescer exponencialmente. Vai ser trash as briguinhas entre os dois lados kk

  • Marcelo Bulls #VoltaMJ

    Playoff empolgante até aqui… na NHL é claro.

  • William Felton

    Eu vou na contramão da maioria nessa questão da “final preestabelecida”. Mesmo que o meu time – Celtics – não chegue à Final, o que é o mais provável mesmo, não ficarei nem um pouco chateado em ver Cavs x Warriors. Certamente será um jogo tão rico, tão cheio de nuances e alternativas, vários duelos interessantes, imprevisíveis até.

    * Como entram Durant e Korver, elementos novos, nesta equação?

    * Com os dois times descansados, as disputas serão muito intensas, certamente.

    * A cabeça do Green vai funcionar durante toda a série?

    * LeBron vai se aproveitar da melhor fase de sua carreira pra impor seu jogo sem defesa possível? Como se portará Iguodala este ano?

    * Como serão as defesas de cada equipe, em resposta às novas alternativas criadas pela outra?

    * Curry e Thompson farão uma final digna dos all-stars que são (e um sendo duplo MVP, um deles por unanimidade) desta vez?

    * Irving acionará o seu modo mago mais uma vez?

    Etc, etc, etc…

    Vai ser muito bom!

    • Claudio R.

      Concordo… se acontecer , será top demais… mas tô preocupado como torcedor de lebron, acho esse time do GSW muito difícil de se vencer.

      • William Felton

        O Cavs tbm o é. Nesse ponto tbm tô na contramão. Se acontecer mesmo essa final, penso que será muito equilibrada. Muito mesmo.

        Se fosse videogame, tbm colocaria o Warriors com vantagem, pelos motivos mais que conhecidos. Mas como é vida real e são tantos aspectos, sei não…

        Outra coisa, todo mundo se acostumou com a “fodalidade” do LeBron (o que é um fato), que acaba não vendo que esse time dele tá voando!

        • Claudio R.

          Não, concordo ctg, tudo pode acontecer(quem sabe o Green faz merda e é suspenso de novo kkk), o LeBron pode elevar mais ainda o nível , mas analisando friamente o warriors tem muita variação de jogo e jogadores que se completam muito bem, e com dois dos scorers mais letais do jogo fica complicado, mas continuo acreditando no James… sempre

      • Juan Gabriel

        “como torcedor de LeBron” foi foda ein hahahahha

        • Claudio R.

          Kkkkk… temos que ser honestos .

        • Danilo Veroneze #GreenRunsDeep

          meu deus kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Doug

      Sim, sem dúvida. É um jogo que todos querem ver, ao menos quem curte basquete, por várias questões, além dessas que vc citou…são os melhores times e acredito que todos pensam que os melhores devam de fato competir entre si na final…ocorre que incomoda um pouco o monopólio da liga e essa previsibilidade, pelo menos pra mim…mas, que é o melhor jogo (em tese) e é imperdível, isso sim…

    • PR

      Acho que o problema não está na previsibilidade da final, mas sim no caminho tão fácil que esses dois times percorrem até lá.

  • Juan Gabriel

    Sou iludido demais, por isso vejo Celtão arrancando um milagre contra o Cavs. (Se passar do Wizards, claro)

    • William Felton

      Meu sonho! Depois de 7 anos uma outra Final de Liga. Mas sendo racional, está tão difícil rsrs. Só que é esporte, enquanto houver esperança, haverá fé!

  • Doug

    Estava pensando aqui, apesar de todos termos o GSW como favorito…seguinte: temos big 3 nos dois times, de outro lado, os Cavs estão com uma profundidade muito interessante no banco, hein, mais agressivos e ofensivos até…Livingstone faz falta ao GSW…banco dos Cavs têm Deron, Korver e Frye…Deron, principalmente, acho que pode desequilibrar uma noite ou outra, apesar de não ser mais aquele mesmo…mas, ainda joga muito e não tem anel do dedo tb…isso pode contar…em caso de big 3 incomodando big3, esses caras podem pontuar para 25 ou 30 ptos numa noite fora de série, como já vimos em outras ocasiões…GSW não tem isso, apesar de ter bons e insólitos jogadores como Clark e tenha a força do coletivo, além do híbrido do Green…sei não, hein…vai ser briga de cachorro enorme isso aí…esse time do Lebron aí é o mais forte que ele conseguiu para enfrentar tete a tete os guerreiros…só um vislumbre mesmo, pois a verdade restará escrita na série, levando-se em conta uma pá de nuances…

    • Little Stéfi Caury

      Acho o banco do cavs melhor no ataque, mas defensivamente o banco do Warriors é melhor.
      O GSW tem um big4 não big3…no banco ainda acho o iggy muito confiável e que pode fazer grande diferença, me arrependerei de dizer isso, mas o McGee também vem ajudando kk, ainda tem Matt Barnes, Livin, West que defensivamente ainda ajudam demais…
      Korver vem muito irregular..não tem mostrado aquele jogador do Atlanta.
      Acho que vai ser um jogo muito parelho, mas o Warriors leva vantagem..alem big4 tem uma capacidade de pontuar maior do que o big3 dos cavs. Mas se o banco vier tudo pode acontecer.

      • Doug

        Sim, o Green entra no big4…em tese, os Warriors levam vantagem sim, mas, a questão pra mim é o banco dos Cavs que pode mudar isso, pois o considero mais forte…vai depender se entrará bem nos jogos…ali que acho que poderá ser decidida a série…

        • William Felton

          Mas um banco com Livingston, Barnes, Iguodala, West e McGee, nada mal tbm rsrs. Ganharia de uns times titulares por aí.

          • Doug

            Sim, não disse que era mal, apenas que o dos Cavs seria melhor…Barnes é um bom jogador, gosto muito desse cara, pois faz um pouco de td…Livingstone é eficiente e Iggy tb…McGee é subestimado…West já não é mais menino e deixou saudades no Pação…mas, pra mim, o banco de Cleveland é ligeiramente melhor e mais produtivo no ataque…o perfil do banco do GSW é mais defensivo…

  • Vitor Martins

    Geniais esses Playoffs! Fantástico, emoção até o último jogo de cada série. Jogos apertados, surpreendente! Cada vez melhor os Playoffs… do NBB.

    Posso ser precipitado pela disparidade até agora de Cavs e GSW, mas tá bem sem graça a NBA. Astros poupados em jogos importantes da regular pra jogar inteiros na pós-temporada e chegam nos Playoffs e essa coisa sem graça ai. Até nas séries mais equilibradas tem muitos jogos decididos por diferenças enormes do pontos antes do último quarto. Não sei se chega a ser preocupante pra NBA, devem estar ganhando dinheiro como nunca, mas como espectador estou um pouco decepcionado.

  • ThunderSPD-SuperPatrulhaDelta

    Ontem o Porzingis postou no twitter LA Clippers e apagou logo em seguida seria esse o fim do letão em New York galera?

    • Vitor Martins

      Se eu não me engano, os times não podem nem negociar nesse período, nem conversar sobre trocas por motivo de multas. Ele pode até sair, mas não será por um post no twitter.

      • ThunderSPD-SuperPatrulhaDelta

        Acho que foi mais um aviso pro tio Phil ficar esperto!

  • Victor Chittolina

    Não dá pra se enganar. Ainda que a campanha na temporada regular tenha sido pior que na temporada passada, esse Warriors é um time muito melhor que o de 2015-16. Ano passado, a presença de três All-Stars, dois arremessadores tremendos (Curry e Thompson) e uma âncora defensiva das melhores da liga (Green) já era um embate desfavorável em praticamente qualquer situação, contra qualquer time.

    O Cavs venceu porque conseguiu diminuir a efetividade dos tiros de três pontos dos Splash Brothers e, assim, limitar o jogo ofensivo do time. A ausência do Bogut em boa parte dos jogos facilitou a vida do LeBron que, a partir do jogo 4, parecia um adulto no meio das crianças. Só que, dessa vez, marcar o Warriors é muito mais complicado. Eles adicionaram simplesmente o cara com mais armas ofensivas dos últimos anos. Se marcar o Durant muito de perto, ele tem explosão e uma primeira passada sensacional pra chegar no aro e definir próximo à cesta. Se fizer falta, é um dos caras que pode chutar 90% dos lances-livres. E se der um espaço pra acompanhar essa movimentação pra dentro, ele faz pagar com um arremesso entre os melhores da liga.

    Em tese, só há 3 caras que conseguem marcar ele de uma maneira minimamente efetiva: Green, Leonard e LeBron (E o Tony Allen de uns dois anos atrás, o melhor defensor de perímetro dos últimos anos), mas Green é companheiro de time e Leonard e LeBron são, além de os melhores defensores do time, as principais armas ofensivas. É cansativo e arriscado (por causa de faltas) deixar esses caras em cima do Durant o tempo todo.

    Só não dá pra cravar que o Warriors vai ser campeão porque provavelmente deve ter dois desafios dificílimos ainda: Spurs, de um dos maiores treinadores da história e Cavs, com LeBron, ligado no “modo Finals”, que é o atual campeão. Mas com tantas opções, é difícil não dar um bom favoritismo pro pessoal de Oakland.

    • William Felton

      Você é um dos caras que paro pra ler comentários aqui, então me chamou a atenção este último. Porque não tenho conseguido vislumbrar uma margem muito favorável ao Warriors numa final contra o Cavs. Mas seu comentário me fez pensar coisas novas tbm. Mesmo assim, ainda estou vendo o Cavs muito mais forte do que se faz parecer. Será?

      Essa questão do Durant é o fato novo mais relevante, provavelmente, em relação à final do ano passado. Vamos ver como será.

      • Little Stéfi Caury

        Vale ressaltar que o cavs fazia dobra em cima do Klay e do curry, além disso contaram com um péssimo aproveitamento do Barnes nas finais, esse ano isso não vai acontecer.
        Além disso o jogo do Warriors mudou da última temporada pra essa.
        Também acho o Warriors favorito, mas tem outras variáveis nesse confronto.

        • William Felton

          Verdade, a performance do Barnes na última final foi um dado muito relevante, fator decisivo do confronto, dentre outros.

      • Victor Chittolina

        Opa, valeu, velho. Lógico, isso é uma percepção que eu tenho, que o Warriors é favorito contra qualquer time, hoje em dia. Mas eu também achava isso nas finais passadas e, no final das contas, deu no que deu.
        Pra mim, o Kyrie é o fator decisivo pro Cavs ter chances. Ele já mostrou que só não marca bem por preguiça, porque fez um bom trabalho no Curry no ano passado. Ele tem o potencial defensivo e tem aquela situação que o Curry não fica “fazendo graça” na frente dele porque sabe que pode vir retaliação hahahhaha
        Mas as estrelas do Cavs têm que marcar também, senão vai haver uma discrepância muito grande em relação aos comandados do Kerr. Enquanto o Warriors tem um jogador (Curry) que não é lá essas coisas na defesa, o Cavs tem Love, JR e Kyrie que normalmente não ajudam tanto. Ainda que, como eu disse, veja potencial no Kyrie e o JR pode ser voluntarioso (além de poder ser substituído pelo Shumpert, se for preciso). O Love, sim, é uma negação e eu não tenho mais esperanças dele se tornar um marcador minimamente confiável.
        Mas é inegável que tem talento demais no Cavs. E tem profundidade ofensiva nesse elenco. Frye, Deron, Korver são armas ofensivas muito perigosas. Shumpert é um bom marcador, JR um gatilho nos 3 pontos, Thompson uma máquina e versátil defensivamente. Tem 3 All Stars e um deles é o melhor jogador do mundo. Pode vencer? É lógico. Mas eu não dou favoritismo pra eles exatamente pela questão “equilíbrio” defesa e ataque, que o time azeitado do Kerr tem.

        • William Felton

          Entendi, só nos resta esperar e conferir haha.

    • vsr.snake

      Concordo que o quinteto titular do Warriors é difícil de marcar, mas eu vejo que o elenco perdeu muita profundida. Obviamente, o fato de ter o Durant mantém o time como contender, igual era o Heat de Lebron, Wade e Bosh, a presença desses três compensava a ausência de um elenco mais robusto. Entretanto, a segunda unidade é bem vulnerável ao meu ver, e tirando o Durant, que tem uma infinidade de recursos e um QI de basquete ofensivo tremendo, que o faz sempre pontuar de forma consistente, os seus colegas são relativamente “marcáveis”, pois nem Klay nem o Curry ´possui a mesma versatilidade e QI do Durant. Ambos ainda tem como principal característica a bola do perímetro, e sabemos que os aproveitamentos deles, a cada round que passa, tem sido menor, isso até no ano que foram campeões. Ontem mesmo, ainda que o Jazz tenha tomado certas decisões erradas no final, foi por causa do Durant que o Warriors conseguiu sair vitorioso.

      Além disso, por mais que muita gente negue, o problema crônico do garrafão persiste como a principal fraqueza do time de Oakland. Com Bogut, Green e até o Iguodala, eles tinham bons shot blockers, o que ajudava a segurar times com jogadores mais baixos e infiltrações, mas nunca impediu de times com jogadores fisicamente mais dominantes tivessem um volume de jogo considerável. Em ambas as finais o Cavs chutou em tornou de 37% de FG, e mesmo assim venceram jogos, isso pq tiveram muitos second chance points. E sei lá, o elenco do Cavs está cheio de chutadores de perímetro, e com os mesmos caras que assombram no garrafão, acho que eles devem fazer um jogo muito duro. Aliás, o que equilibra é o Durant, que se tornou o jogador mais importante do time, talvez menos só que o Green.

      E não exito em dizer que, sem Durant, e com esse elenco, o Warriors não seria campeão, teria mais dificuldades contra times com estilos do Jazz e Grizzlies, e não seria, na minha visão, melhores que Cavs, Spurs e esse Rockets artilheiro.

      • TRUETHIAGO

        Engraçado, eu jurava que o GSW tinha ficado SEM O DURANT por mais de 1 mês e nesse período encaixou uma sequência de 13 vitórias seguidas, incluindo DUAS contra Houston (1 em casa e 1 fora) e uma virada espetacular jogando em San Antonio, depois de estar perdendo de 22 pontos. Sei lá, deve ter sido algum delírio meu…

        Na boa, com todo respeito, mas são bizarras essas análises baseadas em jogos isolados, fragmentados desse jeito. Durant é indiscutivelmente um jogador espetacular, o melhor arsenal ofensivo da liga, etc, e foi o maior responsável pela vitória de ONTEM. Daí a resumir o Warriors a ele, dizer que não teria chances e blá blá blá, desculpe, vai uma distância enorme.

        Concordo com alguns pontos que você citou, cansei de falar aqui que nem dava para comparar a capacidade de proteger o garrafão do Bogut com Pachulia, também acho que o elenco dos dois últimos anos era mais profundo e tal. Mas vale frisar que jogadores como Ian Clark, David West e McGee estão produzindo bem nos poucos minutos que atuam, esse último de maneira até surpreendente, fez uma ótima Serie contra Portland.

        Quanto a suposta dependência do perímetro, discordo totalmente. Aliás, não é nem questão de opinião minha, basta pegar os números e constatar que desde a temporada passada o Cavs arremessa MAIS DE 3 do que os Warriors. Ou seja, matematicamente falando, se tiver que eleger qual deles dependem mais desse quesito, é Cleveland.

      • Victor Chittolina

        Concordo contigo, velho. O Warriors aceitou pagar um preço pra ter o melhor jogador disponível. Tiveram que abrir mão de profundidade, perdendo caras como o próprio Barnes, que o Durant pegou o lugar, além de Bogut, Speights, Leandrinho… mas, dadas as circunstâncias, até acho que eles se viraram bem pra repor algumas peças.
        Pachulia não é o Bogut, mas quebra o galho. O McGee vem impressionantemente bem. Conseguiram um David West velho mas que ainda podia contribuir e ainda tinham reservas importantes sob contrato, como Livingston e Iguodala. Ou seja, acho que não é o melhor elenco de apoio da NBA, mas está longe de ser o pior também.
        Na defesa, eu acho que a adição do Durant foi importante também. Quando estão em quadra ele, Green e McGee, é um garrafão pesado de entrar. E a versatilidade do Green ajuda muito na marcação do perímetro, conjuntamente ao Klay Thompson (e o Iggy, quando está em quadra).
        Ainda que hajam pontos a serem explorados, eu não vejo pontos muito fracos no Golden State.
        O Cavs tem muito talento, principalmente na tabela ofensiva. Em um dia bom, é dificílimo vencê-los. E eles tem LeBron James. Ainda assim, vejo o Golden State favorito, mas tudo pode acontecer.

  • Marcelo Desoxi

    Afinada do Gobert hshsuu

  • Rafael Victor

    Melhor caminho pra ganhar do Warriors é desestabilizar o Green! Cavaliers conseguiu isso nas finais passadas, por meio do LeBron, quando ele conseguiu fazer o Green ser suspenso! Se a Final dessa temporada se repetir, devem conseguir fazer isso de novo!

    Sem o Green, Warriors desanda totalmente!

    • Maurilei Teodoro

      Pode ser que desandem sem o Green, mas este ano tem o Durant.

      • Doug

        Ainda assim, Durant n faz o q o Green faz em quadra…Green é o motor desse time, um líder velado…

    • Little Stéfi Caury

      Green tem que ser muito burro se cair de novo.
      Ele e o curry.

      • Vinícius Maia

        Não seria nada fora do normal. Green é muito explosivo e é muito fácil tirá-lo do sério. No primeiro jogo contra o Cavs, no inicio do jogo, ele já tomou uma técnica, pois já entrou no jogo esquentadinho.

    • Will

      Se o Cavs conseguir, nessa hipotética final que está se desenhando, repetir uma de suas estratégias das finais do ano passado (leia-se, desestabilização/expulsão do D. Green, somada a uma defesa sufocante e um bom sistema de dobras em S. Curry e K Thompson), vejo as chances de Cleveland crescerem consideravelmente. Mas, por outro lado, se isso não acontecer, penso que o GSW tem um leve favoritismo nesse confronto, devido ao seu todo harmônico entre defesa e ataque e à sua maior gama (ao meu ver) de armas ofensivas.

    • Guilherme Petros

      Mas esse ano, mesmo sem Green, tem Durant. E KD joga que é uma barbaridade… O foda é segurar o ataque do Cavs.

  • TRUETHIAGO

    Utah foi guerreiro, sem trocadilho. Não dá para cobrar muito mais do que isso, fizeram um jogo disputado, conseguiram liderar o placar durante alguns minutos, coisa que ainda não tinha acontecido em toda a serie, mas falta punch apesar de toda organização defensiva. Aí fica complicado, porque do outro lado o leque é gigantesco, especialmente no ataque. Mas estão fazendo um bom papel, não podemos esquecer que é a primeira aparição em pós temporada de Hayward, Gobert, Hood, Ingles, então resultado absolutamente normal.

  • Josias De Sá Nascimento

    O problema para o Warriors é o banco do Cavs !!

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados