logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 14 maio 2017 às 12:39
Prospecto do Draft 2017 – Zach Collins

Ex-pivô de Gonzaga é cotado para ser uma escolha de loteria do recrutamento

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Gustavo Lima

zach-collins-2

Zach Collins

Idade: 19 anos
País: Estados Unidos
Universidade: Gonzaga
Experiência: Freshman
Posição: pivô
Altura: 7’0’’ (2,13m)

Médias na temporada 2016-17: 10.0 pontos, 5.9 rebotes, 0.4 assistência, 0.5 roubada de bola, 1.8 toco, 1.5 desperdício de bola; 65.2% de aproveitamento nos arremessos de quadra, 47.6% de aproveitamento nas bolas de três pontos, 74.3% de aproveitamento nos lances livres, 17.2 minutos

Pontos fortes
big man com tamanho ideal para a posição e agilidade e controle corporal impressionantes para um jogador de 2,13m
– grande finalizador em situações de pick and roll
– verstilidade defensiva: capaz de defender bem no perímetro (agilidade lateral para marcar alas-pivôs que espaçam a quadra) e no garrafão (excelente timing para bloquear arremessos)
upside no ataque; pontua basicamente na área pintada, onde se destaca com ganchos e spin moves (trabalho de pés avançado), mas já demonstrou que tem alcance para chutar de média e longa distância
– mecânica de arremesso elogiável; tem potencial para se tornar um big man capaz de espaçar a quadra (eficiente no pick and pop)
– reboteiro de primeira linha graças à ótima execução de box out e à combinação de instintos, agilidade, força física e tamanho
– números muito bons para o seu pouco tempo de quadra em Gonzaga

Pontos fracos
– tem dificuldades para absorver contato no jogo mais físico no garrafão, seja para finalizar ou conter um pivô mais forte
– cai facilmente em fakes na área próxima à cesta; ou não consegue impedir a cesta ou se pendura em faltas
– envergadura não chama a atenção (2,16m), o que gera dúvidas quanto à sua habilidade de proteger a cesta no basquete profissional
– precisa trabalhar seu jogo longe da cesta (tentou apenas 21 arremessos de longa distância em 39 jogos na NCAA)
– alto índice de desperdícios de bola para um pivô (peca na tomada de decisões, limitada visão de quadra, tenta passes arriscados da cabeça do garrafão, controle de bola apenas mediano)

Comparações: mix de Bill Laimbeer (ex-Detroit Pistons) e Kevin Love (Cleveland Cavaliers)

Projeção: selecionado entre as escolhas 9 e 15

Confira alguns lances de Zach Collins

Legenda
– Freshman (primeiro ano universitário)

  • Sanliv #TheDreamShake

    Rasheed Wallace sem as loucuras

    • Elias Ferreira

      BALL DON’T LIE kkkkkk

  • Menezes

    Acho que ele será um bom pivô na NBA, mas não é um atleta pra agora é sim para daqui una 2 anos ( terá q ganhar força física, desenvolver seus arremessos média e longa distancia)

  • Thiago Legori

    Cody Zeller melhorado

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados