logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 20 maio 2017 às 01:02
Fora dos times ideais, Paul George pode deixar Pacers

Ala terá opção em seu contrato ao fim de 2017-18

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Gustavo Freitas

O Indiana Pacers pode ficar sem o seu principal jogador já para a próxima temporada. O astro Paul George, pretendido há tempos pelo Los Angeles Lakers, não foi selecionado para os times ideais da NBA e assim, perdeu a chance de assinar um bônus em uma eventual extensão contratual.

George poderia receber até US$ 210 milhões por cinco anos, mas agora, o Pacers só poderá oferecer US$ 180 pelo mesmo período. Ele estaria relutante em assinar a prorrogação. A diretoria do Lakers estaria priorizando sua contratação e faria uma proposta pelo ala antes de 2017-18.

O atleta possui acordo com a equipe até 2018-19, sendo este último ano de sua opção. Ou seja, George pode deixar o Pacers ao fim da próxima temporada sem nada em troca, ou, no máximo, com um sign and trade sem grande retorno. O Atlanta Hawks chegou a oferecer quatro escolhas de primeira rodada pelo ala, mas o time de Indianápolis optou por manter seu jogador, segundo o jornalista Brian Windhorst, da ESPN.

Caso seja trocado até a próxima temporada, George poderá assinar extensão de até US$ 180 milhões por cinco anos. Do contrário, ele deverá optar por deixar o contrato e receberá, no máximo, US$ 133 milhões por quatro anos.

George, de 27 anos, obteve médias de 23.7 pontos, 6.6 rebotes e 3.3 assistências em 75 partidas disputadas em 2016-17.

  • BrenoSixers

    Sixers.. abre o olhoo.. da a 3 pick ou o okafor e outros picks..

    • Lucas Nunes

      Com todo respeito, mas PG vale mais que uma pick 3.

      • Menezes

        Céltics oferecer
        1 escolha + Crowder + Rozier ou (Tyler Zeller)+ pick 2 roud

      • Daniel Nogueira

        Relaxa. Sixers dão maior valor a uma Pick. Vão selecionar outro pivô..rs

  • Rafael Victor

    “98% de certeza que ele vai renovar com o Pacers” (Indian)

  • Menezes

    Lakers:
    1Roud pick 2 + Clarkson + Nance Jr + Deng

    Celtics:

    1 Roud Pick 1 + Crowder + Rozier ou (Tyler Zeller)+ pick 2 roud

    • Gabriel S Monteiro

      Por um ano de contrato?? Loucura!

  • rafael machado

    Vai pro Lakers em uma troca bem chinfrim, podem anotar aí.

  • Bruno – L.A

    Se ele vier… o Ingram vai rodar , já na questão do dinheiro , só em marketing ele recupera fácil esses 210 milhões em um grande mercado como L.A !

  • xmaah

    30M a menos pode ser uma boa desculpa pra meter o pé de Indiana.

  • Claudio R.

    fosse ele, realizaria seu sonho e iria pro lakers, sendo lakers, eu não trocaria lonzo ball por ele não, daria o Clarkson+ Ingram + first round pick +larry nance e ta bom…

    • MarcoLakers

      Ingram é o maior talento da equipe, incluindo qualquer jogador possível que venha nesse draft. Não seria inteligente envolver ele, mesmo sendo de mesma posição.
      Melhor trocar qualquer um, inclusive ball ou fultz (possíveis vindas do draft) que ele.

  • The Real Jay

    O único que pode oferecer um bom negócio pra Indiana, é o Celtics. Lakers? Bitch please! Ingram um chapado bust, Clarkson jogador bom vindo do banco e só. Agora o Celtics pode oferecer um bom salário, pick 1 e ainda bons role players, mas o nível que LeBron está jogando, melhor manter o Fultz que vai ser um all star de certeza e desenvolver o Brown. É o nosso futuro e tentar assinar com um Griffin da vida ou Millsap sem perder a pick 1.

    • pedrokadf

      É exatamente Oq eu acho

    • Chamar o Ingram de bust é o ápice do imediatismo, nenhum dos selecionados no top 10, teve uma boa temporada de estreia. O saldo do ano de estreia de Ingram e Brown é basicamente o mesmo, alguns bons jogos demonstrando potencial, seguidos por jogos que não anotavam nem 10 pontos. Na real, o desempenho da classe em si foi esse, sinal de potencial, mas sem regularidade. No top 10 apenas o Hield obteve dígitos duplos (10 pontos por jogo) e só o Brogdon (uma escolha de segundo round) é cotado para o prêmio de novato do ano. Se o Ingram é um bust, então 95% dessa classe também é (incluindo o Brown), porque o desempenho de todos foi bem parecido.

      Se o Celtics pretende oferecer a pick 1 pelo George, de fato é o melhor negócio. Depois do Celtas, Lakers é sim a franquia que pode oferecer um bom negócio. Além da pick 2 2017, tem o Russell um jovem promissor, e o Ingram, um talento a ser desenvolvido.

      • Vinícius Maia

        Algo que me incomoda sobre o Ingram é que ele chegou na NBA como o “novo Durant”, mas nos poucos jogos que eu o vi em quadra, eu não vi potencial para isso. Na verdade, nem vejo potencial para ser um all star. Ele pode se tornar um bom jogador, mas, honestamente, eu acho que o hype em cima dele foi alto demais. Não vejo um teto tão grande assim para ele. Fora que o moleque parece fumar maconha antes de entrar em quadra, pois é muito desligado.

        ps: se eu fosse um jogador iniciando a carreira na NBA, eu rejeitaria as comparações com Durant. Parece que isso dá azar. Olhe o Caboclo e o Ingram kkkkk

        • Andrew Wiggins era chamado de novo LeBron, ele faz seus números e tem tido um início decente, mas vamos concordar que ele está longe do LeBron em início de carreira. Essas comparações são péssimas, e no caso do Ingram é apenas pelo físico, porque Durant em Texas já tinha um ball handling e visão de jogo melhores do que ele.

          Ingram é um dos atletas mais jovens dessa classe, ainda tem um longo caminho, as projeções diziam isso, a própria análise do Jumper dizia que esse não era um projeto pronto e que requer paciência. É bem isso, Ingram dá flashes, mostra talento, mas ainda tem muito o que evoluir, principalmente em tomada de decisões e controle de bola, e o físico claro, tem 2,06 m mas pesa o mesmo que o Isaiah Thomas que tem 1,75 m, o físico franzino o prejudicou demais nessa temporada (como as análises previam). Outro problema foi a administração dos Lakers, não dá para selecionar um dos atletas mais crus do draft, e que necessita de minutos e ao mesmo tempo contratar o Deng a peso de ouro para ser titular.

          • Vinícius Maia

            Mas o Wiggins para mim é um pouco decepcionante também kkk. Ele ainda é jovem e pode se desenvolver, mas achei o desenvolvimento dele meio lento para o que se esperava dele. Mas existem alguns jogadores que realmente demoram mais para engrenar. Kobe chegou na liga em 97 e só no inicio dos anos 00 que ele começou a deslanchar, mas ainda assim era a segunda opção ofensiva do time no tricampeonato. O Wiggins pode caminhar na mesma direção também.

  • Paulo Henrique

    Se por pra trocar q seja pro Celtics, aí pega a pick 1 deles, e já começa rebuild, melhor q perder ele de graça ano que vem

    • Gabriel S Monteiro

      Com mais um ano de contrato só vocês não vão conseguir essa first pick.. No ruim no ruim quem quiser ele espera mais um ano a FA..

  • Outro White!

    Quanta bobagens , Pacers não vai trocar o PGeorge de jeito nenhum mesmo que ele saia de graça em 2018

    – está claro isso essas especulações são incabíveis

    • Paulo Victor

      Chora Indian

  • Qualquer time que for assinar com o George antes de julho/2018, só vale a pena se for um sign and trade, caso contrário é um risco alto demais. Abri mão de um jovem promissor ou escolhas de draft, para adquirir o George, e em 2018 dá louca no PG e ele resolve testar a free agency.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados