logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 22 maio 2017 às 18:23
“Andrew Bynum não tinha interesse em jogar basquete”, lamenta Kareem Abdul-Jabbar

Para lenda da NBA, ex-pivô do Lakers teria tido longa carreira profissional se fosse mais comprometido

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Ricardo Stabolito Jr.

O Los Angeles Lakers tem um aliado de peso no desenvolvimento de seus pivôs: o lendário Kareem Abdul-Jabbar é um dos consultores especiais do time e sempre chamado para auxiliar os treinos específicos dos atletas da posição. O membro do Hall da Fama trabalhou com vários jogadores recentes da franquia, mas lamenta, especialmente, o insucesso com um deles: Andrew Bynum.

“Andrew não queria trabalhar e aprimorar seu jogo – só ficava ali em quadra, meio que no automático. Eu não acho que ele tinha interesse em jogar basquete. Não acho que gostasse do esporte. Simplesmente não estava interessado em ser um jogador melhor”, lamentou o ex-pivô e maior pontuador da história da NBA, em entrevista recente ao site Lakers Nation.

A opinião de Kareem encontra apoio em uma série de pessoas próximas do jogador de 29 anos, que acusavam sua “falta de paixão” pelo basquete desde muito cedo – que foi maximizada por uma série de lesões ao longo da carreira. O titular nos dois últimos títulos conquistados pelo Lakers (2009 e 2010) não atua desde o primeiro semestre de 2014. Em 418 jogos disputados na NBA, o pivô acumulou médias de 11.5 pontos e 7.7 rebotes. 

  • Vitor Soares Pereira

    Um dos protagonistas da pior troca da história da NBA. Com quatro times envolvidos, nenhum atingiu o objetivo da troca. Orlando queria jovens atletas e escolhas pra reconstruir o time, já que seu franchise player dizia adeus. 5 anos depois e o time não parece ter um jogador indispensável, ficando longe dos playoffs todos os anos e sem grandes perspectivas pro futuro. Os Lakers viram Howard fracassar, e junto com ele o sonho de dar a Kobe uma nova chance de título. Philadelphia trouxe Bynum na ânsia de ter finalmente, desde a era Iverson, seu franchise player, mas viu o pivô se perder de lesão em lesão. E Denver, o menos pior dos casos, até teve um ótimo ano com Iguodala, mas na Free agency daquela temporada ele assinou com os Warriors e Denver ficou a ver navios. Desde então a equipe não chega aos playoffs. Ou seja, em uma troca, quatro boas equipes conseguiram apertar um botão de alto destruição, tendo desde então, apenas 4 idas aos playoffs juntas até os dias atuais. Lembramos que as 4 tinham ido aos playoffs dá temporada anterior a essa troca.

    • Juan Gabriel

      Esse é o típico caso em que é MUUUUITO fácil falar que é a “pior troca da história”. Hj. Na epoca, para mim, tinha sido brilhante (com exceção do Magic, porem, nem considerar manta tinha considerado)

    • Leonard

      Muito bem colocado! Embora o fato de a lesão(ões) do Kobe ter contribuído e muito para o Lakers desmoronar nos anos seguintes.

    • Thiago Tecachuk

      Foi tipo uma infeção contaminando a NBA inteira, como pode ter dado errado para todo mundo! Culpa da própria NBA, se não tivessem barrado a troca do Cp3 nada disso teria acontecido hehe.

  • vsr.snake

    Mesmo assim, a passagem do Bynum pelo Lakers foi bem boa, fundamental nos dois títulos que conquistaram com ele. Pena que se lesionou bastante, e não tinha a cabeça lá muito boa (quase o msm caso do Odom).

    • Thiago Tecachuk

      Odom tinha cabeça boa, mas já o nariz…

  • Real LAL !

    Bynum mitão ! tinha futuro mas não quis né.. além das lesões

  • Vincent Savino

    Só de salário o Bynum recebeu o equivalente a 25 megasenas acumuladas. Se o cara não é apaixonado pelo basquete, fica difícil treinar duro e querer evoluir o jogo. Só se vive uma vez. Está certo o Bynum.

  • Thiago26-NBA

    E hoje em dia em dia ele olhar para os pivôs e vê Mosgov, vai auxiliar como? HAhahaha

  • RafaelRox

    E tinha galera aqui que falava que ele era o melhor pivô da atualidade e talz, nunca achei ele nada de mais e sempre fui criticado.
    ¬¬

    • Luccas Campos

      Continua errado. Mesmo com os problemas, físicos e psicológicos, Bynum conseguiu atuar em altíssimo nível. É um jogador All-NBA, as críticas não apagam esse fato.

      • RafaelRox

        se… se … se … se… Se o se valesse Brian Scalabrine poderia ser Jordan né? rsrsr

        • Luccas Campos

          Acho que você respondeu a mensagem errada, não? Não utilizei “se”, são apenas os fatos.

  • Fabiano

    Talvez tenha sido por imaturidade, ser draftado com 17 anos com a “responsabilidade” de substituir o Shaq, não deve ser fácil..

  • Pablo Leite

    Acredito que as seguidas lesões de Bynum tinham até um componente psicológico. Quando sua cabeça não quer uma coisa, seu corpo dá um jeito de parar. Talento tinha, e por isso, conseguiu jogar no Lakers mesmo sem dar 100%. Mas com o tempo, foram sacando a dele e se livraram.

  • Luccas Campos

    Bynum era um puta jogador, pivô All-NBA que foi fundamental no último bicampeonato do Lakers. Sou torcedor Celta e esse maluco dava pesadelos. Óbvio que isso não apaga seus problemas físicos e psicológicos, mas é bobagem falar que AB era ruim, ou que era apenas uma “promessa”.

    All Star, 2x Campeão, 1x All NBA, não é qualquer jogador que tem um currículo desses pra mostrar.

  • Renan Augusto

    Ruim não era. Só que era relaxado. E no mundo competitivo falta de vontade pune.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados