logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 25 maio 2017 às 10:13
Tyronn Lue: “É mais difícil marcar o Celtics do que o Warriors”

Para técnico, lesão de Isaiah Thomas tornou o time de Massachusetts imprevisível

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Gustavo Freitas

A lesão do armador Isaiah Thomas teve efeito inverso ao imaginado pela maioria junto ao técnico Tyronn Lue. O comandante do Cleveland Cavaliers passou a ficar mais preocupado com o Boston Celtics nos últimos dois jogos das finais do Leste: o adversário perdeu seu astro e principal referência, mas todos os outros jogadores tornaram-se ameaças em uma ofensiva mais distribuída.

“No momento, eu nem estou pensando no Golden State Warriors. Nós estamos preocupados com Boston e o ataque que vem executando é mais difícil de marcar do que o Warriors, em minha opinião. É completamente diferente pela forma como conduzem as ações e todos os jogadores estão criando jogadas”, disse o treinador, surpreendendo repórteres após o quarto jogo da série da série.

Lue credita essa “total diferença” ao técnico do Celtics, Brad Stevens. O time teria ficado imprevisível com a ausência de Thomas e, por conseqüência, mais complexo de ser defendido. “Boston atua pelo post, enquanto Golden State faz um jogo mais rápido. Mas Brad está chamando todo tipo de jogada, faz com que todos se movam e cortem sem a bola. Todos são ameaças”, explicou.

O desempenho da equipe de Massachussets sem o armador titular faz com que se impulsionem as sugestões de que uma troca deveria ser considerada. Stevens e parte do elenco já saíram em defesa da permanência do líder da franquia e são contra uma negociação. O técnico do Cavs também parece ser contra, mas sua defesa foi bem menos enfática.

“Eu não sei. Diria que não, pois, em momentos decisivos, quando precisam de uma cesta, quem o time pode procurar constantemente? Isaiah é muito importante para a equipe neste sentido. Toda a movimentação e chamadas são boas, mas, naquela hora em que você necessita de cestas, Isaiah tem sido gigante e crucial neste ano”, afirmou o jovem treinador.

Celtics e Cavaliers voltam a entrar em quadra nesta quinta-feira, pela quinta partida das finais do Leste. Os atuais campeões lideram a série por 3 a 1 e, em caso de vitória, conquistam o tricampeonato da conferência. O SporTV 3 transmite o jogo ao vivo para o Brasil, a partir das 21h30 (Brasília).

  • Marcelo Desoxi

    ESPN já começou com os tais ‘textinhos’ provocativos,igual ao ano passado, acho que é o terceiro do mês.
    http://espn.uol.com.br/noticia/697736_lebron-joga-para-ser-o-7-com-mais-finais-na-nba-mas-e-apenas-o-40-no-ranking-de-titulos

    • Rogério A S Ifanger

      Faz parte cara ……
      Agora vê esses caras que estão a frente dele quantos tem títulos de MVP e MVP finals
      Ai a conversa muda …..
      Se for pra comparar assim, o companheiro de caxeta do LBJ, o glorioso James Jones vai terminar a carreia e ser comparado a ele kkkkkkk

    • Victor Chittolina

      Uma das coisas mais ridículas que tem são as pessoas que falam do recorde em finais do LeBron. Na ótica de alguns, é melhor perder na primeira rodada do playoff que ser eliminado nas finais.
      Ridículo.

    • Vinícius Maia

      De acordo com essa matéria, Robert Horry foi melhor do que Jordan e LeBron. Fim.

  • Rogério A S Ifanger

    Minha nossa, esse cara é técnico mesmo ????
    Foi campeão ano passado ????
    Cavs se depender dessa genialidade do técnico vai tomar fumo atras de fumo

  • Falar isso de um time que tem Curry e Durant? Tá pedindo pra tomar uma surra.

  • xmaah

    ainda bem que o técnico do cavs é o LeBron.

  • Hilton Silva
  • Rogério Rodrigues

    A galera não sabe interpretar o texto e vem criticar o que o Lue falou.
    Po, ele disse apenas que o time é mais dificil de ser marcado pela imprevisilidade de quem pode definir as jogadas.
    GSW tem MUITO mais talento, mas é um time mais previsivel (não que seja mais facil de ser marcado que o Celtics, pelo contrario).

    • THIAGO GONZAGA

      Interpretar? O que ele falou do ataque do Celtics é tudo que o GSW faz, não ter jogo no garrafão não quer dizer que você não jogue no post-up, e o GSW é o time com mais assistências nos playoffs além de acelerar muita as trocas e movimentações dos jogadores. Leu mito.

    • Gustavo Freitas

      Quando li pela primeira vez, assustei. Depois, concordei com ele. O Celtics ficou completamente imprevisível. Qualquer um pode ser o go-to guy sem Thomas. Mas sim, o Warriors é bem melhor ofensivamente. Disso, acho que todos concordam, incluindo Lue.

    • Albert Cavs

      Exatamente.

      • Albert Clippers

        Exatamente

  • Luiz Amaro Neto

    Na minha opinião Lue foi muito mal ao dizer isso, eu sei que ele quis dizer imprevisível, mas comparar com o Warriors??
    Acho ele muito fraco, o Cavs é totalmente escorado ”apenas” no talento, não vejo um time como o Spurs e Warriors. E se vier a perder dois jogos para o Boston sem Thomas será ”vergonhoso”. Não pq Boston seja um time ruim sem Thomas (acho que é regular nota 5,5), mas é abissal a diferença de qualidade. Vide Warriors x Spurs, quando Leonard se machucou, foi buscar uma diferença absurda com menos de 2 quartos por jogar, e nos outros jogos o Spurs não passou vergonha, mas em nenhum momento o Warriors passou apuro, e sempre controlando o minutos dos seus all stars, diferente do Cavs que suga os seus por mais de 40 minutos (principalmente Lebron). O se não joga, mas se Kyrie não mita no jogo 4, talvez Boston beliscasse mais uma.
    E já me adiantado pra final, se o Lebron não estiver no modo besta, acho que será fáceis 4 a 1 pro Warrios com jogos tranquilos.

    • pedrokadf

      Concordo

    • Thiago Tecachuk

      Um time com tanto jogador de nível alto igual o Cavs, treinador bom as vezes nem se cria. Tenho na minha cabeça que um Lebrão da vida, não daria certo com um Pop treinando ele, acho que tantas ordens, jeito certo de jogar, fazer tudo na hora que o técnico quer acabaria causando atrito dentro do elenco.

      Ás vezes, só alguém para fazer as trocas e pedir os tempos é tudo que o time precisa rs.

      • Nilton Junior

        Por isso que David Blatt (muito mais competente que o Lue) foi mandado embora

    • Albert Clippers

      LeBron é o Head Coach do cav

  • TRUETHIAGO

    Eu compreendo o que Lue tentou dizer, mas não tem como concordar. Primeiro, considero que mesmo com o IT Boston é uma das equipes que melhor movimenta a bola, top 5 em AST na temporada, etc. Claro que no clutch time geralmente era o Thomas quem assumia a responsabilidade de definir, mas geralmente em jogadas trabalhadas e não simplesmente “isolations”.

    Ademais, o que ele descreve ali no penúltimo parágrafo, aquela frase é o ataque do GSW basicamente, sobretudo quando jogam no Small Ball, todos podem tanto carregar a bola quanto arremessar, numa absurda imprevisibilidade. E vejam que nem estou falando de qualidade individual, óbvio que não dá para comparar os rosters de Warriors/Celtics em quantidade de opções ofensivas, digo no sistema propriamente dito. Igual disse o Pop: (…)” nenhuma equipe é mais altruísta ofensivamente, trabalha a bola até achar um arremesso aberto. Eles merecem mais crédito do que ‘são talentosos e têm obrigação de vencer’.(…)
    http://jumperbrasil.lance.com.br/2017/05/23/eliminado-popovich-exalta-desempenho-do-warriors-ganharam-com-classe/

  • Ricardo Costa

    concordo com ele, marcar o warriors não é dificil, é impossivel

    • JOSE MARINHO

      Menos, beeeeeem menos, o impossível é uma barreira bem baixa no esporte. “O impossível eate imoossivel ate ser superado”. já dizia phelps. Essa barreira é ajnda mais baixa em esportes coletivos.

  • Faz sentido, com a exceção do Thomas, ninguém ai carrega um ataque, mas praticamente todos tem condições de produzir ao menos 10 pontos, então você tem um ataque em constante movimento, fazendo diversos tipos de jogada, com todo mundo aparecendo para pontuar, se torna bem imprevisível mesmo.

    • Vitor Martins

      Faz sentido ser mais imprevisível, mas sem mais difícil? Acho que de novo o Lue falou de mais. Tem que deixar o Head Coach James dar as entrevistas. Garrincha não era imprevisível, fazia sempre o mesmo drible, diferentemente do Wellington Paulista. Quem é mais difícil de marcar?

      • JOSE MARINHO

        Respeite o Wellington Paulista, Caraí, o maior Centro avante que nunca jogou uma copa so mundo. Wellington Deus, o perkins do futebol.

      • Lucas Josué

        Pelo fato de ser mais imprevisível, torna mais difícil de marcar o time.. Por favor não use paralelo com futebol pois são coisas completamente diferentes.

        • Vitor Martins

          Não foi um paralelo com o futebol, foi um exemplo do uso indevido da palavra imprevisibilidade. Não é pq é mais “imprevisível” (segundo o pondo de vista do Lue, não que isso seja verdade) que é mais difícil de marcar. Jason Williams era um dos jogadores mais imprevisíveis de serem marcados. É mais difícil marcar ele ou o Curry “que, segundo os haters, só chuta de 3? Não faz sentido nenhum essa frase do Lue, primeiro que o Warriors também é muito imprevisível e que só por ser imprevisível não torna mais difícil de marcar, simples assim.

          • Lucas Josué

            Entendo seu ponto amigo, Warriors é imprevisível, só que tem um limite de imprevisibilidade com poucas brechas (essas brechas seriam um lances foras da curva), os Cavs está “preparado” pra jogar com essa imprevisibilidade (ou pelo menos ele acha). Acho que o Celtics sem o Thomas é bem mais imprevisível que o Celtics c/ o Thomas, pelo fato de que tem jogadas que é bem certeza que ele vai encerrar a jogada, ou que ele vai infiltrar e etc, sem o Thomas perde essa referência e deixa as jogadas mais imprevisíveis, só que o Celtic apesar de ser mais imprevisível perde muita qualidade

  • wanderley

    Amigos… Este tipo de comentário que o Tyronn Lue fez com um time que supostamente ele vai enfrentar mostra o quanto ele ainda tem que caminhar. Apesar de ter sido campeão no ano passado e estar em um time como o Cavs. Quando a bola rolar seu artigo então vai se confirmar ou não confirmar… E isto é perigoso e imprudente… Talvez ele não tenha lido o artigo do Pop. E o respeito ao seu oponente seria a sua grande tacada nessa hora. Para mim ele mexeu em onça com vara curta. Textos não claros, interpretativos que certamente será usado pela orientação técnica do Warriors. Agora indo para o mérito do texto… Ele em 5 minutos de jogo ele já terá percebido que falou uma grande bobagem… como alguns aqui fazem também. Alguém aqui pode me responder como o time que domina quase todas as estatísticas, tem a melhor campanha, que mais faz pontos não seria o mais difícil em marcar? Alguém pode me explicar? Eu acho que estou ficando louco!!! Lebron na minha opinião é o jogador mais difícil de marcar… mas… Time?? Equipe?? Talvez seja o Brooklyn Nets na ausência do Jeremy Lin… o jogo fica mais imprevisível e todos são uma ameaça… NÃO DA PRA ENTRAR NESSA, NÉ?! Tudo bem que o Isaiah Thomas tem muito mais peso… mas a lógica é de treinador frim frim.. e perdeu a oportunidade de ficar lado… minha opinião!

  • wanderley

    para ficar claro….e dizer que eu e o resto aqui não entendemos

    “No momento, eu nem estou pensando no Golden State Warriors. Nós estamos preocupados com Boston e o ataque que vem executando é mais difícil de marcar do que o Warriors, em minha opinião. É completamente diferente pela forma como conduzem as ações e todos os jogadores estão criando jogadas”, DISSE O TREINADOR, SURPREENDENDO REPÓRTERES APÓS O QUARTO JOGO DA SÉRIE DA SÉRIE.

  • Gustavo

    Vai ver é por isso que o ataque do Celtics tem uma média de pontos muito mais alta que o do Golden State, né?

  • Romeu – Lobito

    eu também posso realmente concordar com LUE por simples razão. o time de Boston joga numa atmosfera de grande pressão. Sendo uma equipa que joga na raça e num ambiente profícuo de paciência e querer. Nunca desistem fácil e é por esta razão que LUE SE REFERE. Sendo que não é à toa que o próprio Warriors quando joga com os Celtics sente enorme dificuldade em vencê-los. Muitas das vezes os desgastes das equipas adversárias têm sido notável quando apanham outros times.

    Porém foi muito, mais muito bom mesmo os CAVS fecharem a série rapidamente em 4-1. Esta série se fosse mais adiante poderia causar sérios riscos para o time dos CAVS. Tendo em conta os desgaste físico, uma provável lesão em um ou outro jogador.

    • Alex

      Tão difícil que o Cavs decidiu 3 dos 5 jogos no primeiro tempo ainda.

      Para né.
      Daqui a pouco vão falar que o Nets é o time mais difícil de marcar pq é todo mundo ruim, ou seja, não dá pra sabe quem vai finalizar a jogada..

  • Alexandre

    Nem vou entrar no mérito dessa afirmação.

    Mas pior é pensar que um coitado desse vai entrar pra história se continuar muito tempo nesse time do Cavs. Esta lá só de enfeite, pra entregar colete e ser amigo dos jogadores. Tem mérito zero em um provável título do Cavs, novamente.

  • wanderley

    Tem hora que é melhor parar de discutir e esperar as coisas acontecerem…

    mesmo que vc esteja baseado de argumentos:

    Points Per Game
    1. Golden State Warriors 118.3
    2. Cleveland Cavaliers 116.8
    3. Indiana Pacers 108.8
    4. Washington Wizards 108.1
    5. Houston Rockets 107.7

    Assists Per Game
    1. Golden State Warriors 27.8
    2. Boston Celtics 26.9
    3. Washington Wizards 22.8
    4. Indiana Pacers 22.5
    5. Atlanta Hawks

    Field Goal Percentage
    1. Cleveland Cavaliers 50.7
    2. Golden State Warriors 50.2
    3. LA Clippers 47.3
    4. Indiana Pacers 46.6
    5. San Antonio Spurs 46.2

    Three Pointers Made (leia-se pontos feitos e não medias.. pra quem não esta familiarizado com o ingles)
    1. Boston Celtics 229
    2. Cleveland Cavaliers 190
    3. Golden State Warriors 145
    4. Houston Rockets 141
    5. San Antonio Spurs 137

    Three Point Percentage
    1. Cleveland Cavaliers 43.5
    2. Milwaukee Bucks 41.5
    3. Indiana Pacers 39.1
    4. Golden State Warriors 38.9
    5. Memphis Grizzlies 38.6

  • Guilherme Petros

    Ainda bem que o técnico do time é o LeBron e não o Lue…

  • tiago

    4×3 com 7 games wins pelo amor de deus kkkk
    os playsoffs foram muitos abaixo esse ano, sem clubismos galera!!!
    go cavs!!!!!!!

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados