logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 3 jun 2017 às 11:57
Prospecto do Draft 2017 – Jordan Bell

Ex-ala-pivô de Oregon é cotado para ser uma escolha de fim de primeira ou início de segunda rodada do recrutamento

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Gustavo Lima

Jordan Bell

Idade: 21 anos
País: Estados Unidos
Universidade: Oregon
Experiência: Junior
Posição: ala-pivô
Altura: 6’8.5” (2.04m)

Médias na temporada 2016-17: 11.0 pontos, 8.7 rebotes, 1.8 assistência, 1.3 roubada de bola, 2.3 tocos, 2.0 desperdícios de bola, 63.6% de aproveitamento nos arremessos de quadra, 15.4% de aproveitamento nas bolas de três pontos, 69.4% de aproveitamento nos lances livres, 29.1 minutos

Pontos fortes
– atributos físico-atléticos de elite; corre bem a quadra, com movimentos fluidos, tem agilidade lateral, impulsão e envergadura invejáveis; força física para encarar o basquete profissional
– excelente finalizador; não foge do contato físico; letal na transição; alvo fácil de pontes aéreas e eficiente quando recebe a bola no pick and roll para finalizar
– se movimenta muito bem sem a bola
– joga sempre com muita energia; briga pela bola em todas as jogadas, dos dois lados da quadra
– versatilidade defensiva; capaz de defender com excelência no perímetro e no garrafão
– excelente marcador no um contra um e sem a bola; não desiste do adversário (capacidade assustadora de recuperação quando é driblado) e tem coordenação e agilidade para fazer as trocas defensivas e antecipar linhas de passe
– ótimo protetor de aro; briga para estabelecer posição e dificulta ao máximo a vida do big man adversário que recebe a bola na área próxima à cesta; um dos melhores bloqueadores de arremessos na NCAA (sua média de tocos é explicada pela combinação de envergadura, impulsão e timing)
– grande reboteiro ofensivo graças à agressividade e aos atributos físico-atléticos de elite
– desenvolveu um consistente arremesso de média e curta distância e é eficiente no post up
– boa visão de quadra para um big man; passador em evolução no high post
– muito útil nas formações mais baixas, quando atua como pivô e protege bem o aro

Pontos fracos
– baixa estatura para atuar na posição 5 na NBA
– jogo ofensivo no perímetro praticamente nulo; não espaça a quadra, arremessa pouco e mal do perímetro; mecânica de arremesso problemática (lenta e com trajetória inconsistente)
– não tem um jogo refinado de costas para a cesta; movimentos limitados na área pintada; tem dificuldades em pontuar quando marcado por pivôs mais altos
– não é capaz de criar o próprio arremesso
– controle de bola deixa a desejar; não consegue criar separação para defensores; se atrapalha quando tenta bater a bola na quadra (comete muitas andadas), o que é evidenciado pela alta taxa de desperdícios de bola
– tem dificuldades para angariar rebotes defensivos contra jogadores mais altos; não executa com eficiência o box out (confia excessivamente nos atributos físico-atléticos)
– se encaixa bem no small ball que predomina na NBA atual, mas deverá ter dificuldades para marcar pivôs tradicionais (mais altos e mais fortes) no low post
– tendência a ser um jogador útil apenas na extremidade defensiva
– em resumo: muita energia e pouca técnica

Comparações: mix de Kenneth Faried (Denver Nuggets), Bo Outlaw (ex-Orlando Magic) e Thomas Robinson (Los Angeles Lakers) com uma visão de quadra decente

Projeção: selecionado entre as escolhas 26 e 33

Confira alguns lances de Jordan Bell

Legenda
– Junior (terceiro ano universitário)

  • Edson Arantes

    vem pro Lakao

  • felipe fernando Oliveira

    Esse maluco vai ser um dos grandes steal desse draft.

  • LP

    Novo Fariedão da Massa.

  • TRUETHIAGO

    Vi muitos jogos de Oregon nessas últimas duas temporadas, Bell foi evoluindo ano a ano e mereceu o DPOY da Pac-12 nessa season. A questão da altura ele consegue compensar, fica a dúvida se conseguirá evoluir também no lado técnico. De qualquer forma, até pelo que jogou no March Madness, certamente alguma franquia irá apostar nele nessa reta final do 1st round.

    Aproveitando, destaco também o Chris Boucher. Ele provavelmente nem será draftado, ou no máximo na 2ª rodada, sobretudo pela lesão que teve no joelho, mas em termos de estilo de jogo, capacidade de bloquear arremessos e espaçar a quadra, é um prospecto bem interessante.

  • “Thomas Robinson (Los Angeles Lakers) com uma visão de quadra decente”, sei lá por que eu ri disso UEHAUEHSU

  • Gostaria que o Lakers o seleciona-se na pick 27, se compensar a incompetência no ataque, com defesa, tocos e rebotes está ok, com tanto que consiga converter ao menos 70% FT para não ser alvo de hack, eu acho uma boa escolha para final de primeiro round.

  • Douglas Vinicius

    eu quero muito, caso o Bam Adebayo saia antes, que o Spurs drafte ele

  • Vadss Guera

    Foi pro Warriors??

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados