logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 18 jun 2017 às 18:19
Draft 2017 – Os melhores alas

Analistas apontam quem são seus prospectos favoritos da posição três no recrutamento

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Gustavo Lima

 

PG / SG / SF/ PF/ C

As franquias da NBA vão começar a reforçar seus elencos visando a temporada que vem na noite desta quinta-feira (22), quando acontece o Draft deste ano. Sessenta dos melhores prospectos do planeta vão ser selecionados para atuarem na melhor liga de basquete do mundo e cada equipe pode encontrar um potencial astro com suas escolhas. Como sempre, só o tempo dirá quem realmente se deu bem no recrutamento.

O Jumper Brasil já apresentou os 38 principais prospectos deste ano como perfis detalhados ao longo dos últimos dois meses e, agora, vivemos a expectativa dos dias que antecedem o Draft. Nós temos diversos posts especiais programados até quinta, quando faremos nosso tradicional programa ao vivo acompanhando e analisando cada uma das escolhas do recrutamento.

E, enquanto o “grande dia” não chega, nós convocamos nossos dois integrantes especialistas em Draft – Gustavo Lima e Ricardo Stabolito Jr. – e os parceiros Rodrigo Lazarini, do blog Live College Brasil, e Vitor Camargo, do blog Two Minute Warning, para apontar quem são os seus cinco prospectos favoritos do recrutamento, posição por posição. As escolhas refletem suas preferências, não a ordem específica em que acreditam que serão selecionados.

A lista continua hoje, com os alas. Confira:

PosiçãoGustavo LimaRicardo Stabolito Jr.Rodrigo LazariniVitor Camargo
1
Josh Jackson
(Kansas)

Josh Jackson
(Kansas)

Josh Jackson
(Kansas)

Josh Jackson
(Kansas)
2
Jayson Tatum
(Duke)

Jayson Tatum
(Duke)

Jayson Tatum
(Duke)

Jayson Tatum
(Duke)
3
OG Anunoby
(Indiana)

OG Anunoby
(Indiana)

OG Anunoby
(Indiana)

OG Anunoby
(Indiana)
4
Justin Jackson
(North Carolina)

Justin Jackson
(North Carolina)

Justin Jackson
(North Carolina)

Justin Jackson
(North Carolina)
5
Tyler Lydon
(Syracuse)

Devin Robinson
(Florida)

Semi Ojeleye
(SMU)

Semi Ojeleye
(SMU)

 

Josh Jackson (Kansas, 20 anos)

“Jackson sabe jogar, mas, provavelmente, o que mais impressiona e rende-lhe fãs é sua postura. Trata-se de um atleta intenso, dedicado e bastante disciplinado que, por acaso, possui recursos muito versáteis. Comparações com Jimmy Butler e Kawhi Leonard não fazem minha cabeça, mas, quer saber? Esforço e espírito competitivo levaram ambos ao estrelado – e Jackson parece tê-los em tal nível” (Ricardo Stabolito Jr.)

 

Jayson Tatum (Duke, 19 anos)

“Um dos melhores alas deste draft. Físico excepcional, atleticismo que chama a atenção. Consegue infiltrações e atacar o aro, mesmo quando bem marcado. Vem com muito hype e terá que provar dentro de quadra, mas seu arsenal ofensivo é muito forte. Precisa melhorar a intensidade defensiva, além dos arremessos de longa distância. Não conseguia criar muito arremessos, mesmo sendo marcado por alas-pivôs na NCAA. Passou por todas as categorias de base da seleção dos EUA e agora tem a chance de mostrar seu talento na NBA” (Rodrigo Lazarini)

 

OG Anunoby (Indiana, 20 anos)

“Anunoby era uma certeza para a loteria antes de romper o ligamento em janeiro, mas, se os resultados médicos forem bons, não deve cair muito. Com uma combinação impressionante de força, tamanho e envergadura, ele é o melhor defensor do draft e capaz de marcar até as cinco posições. É o jogador perfeito para a NBA moderna – e ainda com potencial do outro lado da quadra” (Vitor Camargo)

 

Justin Jackson (North Carolina, 20 anos)

“Do ponto de vista técnico, eu não sou lá muito fã de Justin Jackson. Ele tornou-se o jogador que seu talento sempre sugeriu só na última temporada, em condições muito específicas, e nada impede que seja um fenômeno isolado. Tenho dúvidas sobre seu encaixe defensivo na NBA. Mas eis um atleta que evoluiu a cada ano. Todos têm talento nessa liga, nem todos trabalham com afinco para se diferenciarem” (Ricardo Stabolito Jr.)  

 

Semi Ojeleye (SMU, 22 anos)

 “Combo forward dotado de muita força física, explosão e velocidade, Ojeleye é um grande arremessador do perímetro e ainda atua com agressividade em direção à cesta. Ele adora o jogo  físico e tem a capacidade de defender tanto no perímetro quanto no garrafão. O problema é que ele não tem um jogo refinado de costas para a cesta, peca na tomada de decisões e sua visão de quadra é muito limitada. Enfim, Ojeleye é um jogador de 22 anos, preso entre as posições 3 e 4, e que ainda tem lacunas consideráveis em seu jogo” (Gustavo Lima)

 

Tyler Lydon (Syracuse, 21 anos)

Combo forward com habilidade de espaçar a quadra, Lydon é um dos melhores arremessadores da classe deste ano. Dono de um atleticismo elogiável e um trabalho de pés avançado, ele se desloca muito bem sem a bola e tem a capacidade de bloquear arremessos. No entanto, foge do jogo físico e tem dificuldades para finalizar ao redor da cesta. Não tem agilidade lateral destacada para marcar alas mais atléticos, o que pode limitar o seu papel na NBA” (Gustavo Lima)

 

Devin Robinson (Florida, 22 anos)

“Robinson possui jogo moldado para a NBA atual. Ele é muito atlético, tem braços longos, mostrou versatilidade defensiva em suas três temporadas na NCAA e exibe um bom (cada vez melhor) arremesso de três pontos. Não sei se há muito mais do que isso, mas, com o treinador certo, pode desenvolver a consistência necessária para cumprir uma função importante no próximo nível” (Ricardo Stabolito Jr.)

  • Paulo Roberto

    Jackson tem 20 anos

  • Marcelo Desoxi

    Cara… se esse Tatum melhorar na defesa, prefiro ele.

  • Gustavo

    Esse Justin Jackson é horrível. Só tem bem projetado porque foi campeão.

  • MarcoLakers

    Tatum é o jogador com maior teto dessa classe, não fosse as lesões estaria melhor cotado no draft.

  • Vitor Martins

    Os melhores alas tem entre 20 e 22 anos. Bruno Caboclo tem 21. Claro que tem que haver paciência com o moleque, ainda pode se tornar um bom jogador, mas esse trecho da análise do Justin Jackson é interessante: “Todos têm talento nessa liga, nem todos trabalham com afinco para se diferenciarem”. Caboclo parece um jogador com pouquíssima vontade de trabalhar, assim fica difícil não ser bust realmente.

    Não vejo muita NCAA, mas gosto do outro Jackson, do Justin, tem tudo para ser um grande jogador, eu acho. Mas talvez já tenha alcançado seu teto. Ele realmente lembra Butler e Leonard, mas os dois chegaram com menos buzz na NBA. A conferir.

  • Nilton Junior

    Os dois primeiros estão a milhas de distancia dos outros. Justin Jackson não me convence, tem que cair num esquema muito bem organizado pra conseguir se desenvolver. Se jogar em um time bagunçado rapidinho some da liga.

  • Uncle Drew

    Gosto demais do Anunoby. Defensor mt físico e tem potencial para melhorar no ataque. Ele no Nuggets seria um encaixe perfeito. Msmo com a questão da lesão. .eu penso q o Deve precisa apostar, é algo q eles necessitam (um defensor de perímetro e um protetor de aro.)

    • Felipe D.

      Realmente, pra defender o perímetro só temos o Harris, mas com sua envergadura ele normalmente só marca armadores, só na 1 mesmo. Já o Gallo é muito ruim defensivamente sem contar as inúmeras lesões, apesar de eu gostar dele. Realmente temos q draftar na 3 ou 4, pra 1 e 2 estamos muito bem servidos com Murray, Mudiay, Harris e o próprio Barton flutuando ali, e na 5 temos Jokic que eh sem comentários, tem que se ver se manteremos o Plumlle, acho difícil.

  • Talles Soares

    Anunoby no Rockets seria perfeito, capacidade defensiva muito acima da média e poderia substituir o Ariza futuramente.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados