logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 9 jul 2017 às 17:17
Raptors e Pacers finalizam troca centrada em C.J. Miles

Cory Joseph está sendo enviado para Indiana em negociação de sign-and-trade

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Gustavo Freitas

O Toronto Raptors não demorou a trazer um substituto para DeMarre Carroll. Segundo Adrian Wojnarowski, da ESPN, o Indiana Pacers acertou uma extensão contratual com o ala C.J. Miles e está enviando-o para a franquia canadense, em uma negociação de sign-and-trade finalizada na tarde deste domingo. O armador Cory Joseph, em contrapartida, é o novo reforço do time de Indianapolis.

O jogador de 30 anos apalavrou um contrato de três temporadas que vai render US$25 milhões em salários, sendo que o último ano de vínculo será sua opção. Minnesota Timberwolves e Brooklyn Nets também estavam envolvidos em conversas com os empresários do atleta, mas a equipe semifinalista do Leste avançou negociações rapidamente depois da saída de Carroll.

Miles chega ao Raptors com grandes chances de assumir a vaga de ala titular, mas deverá lutar pela posição no quinteto inicial com o jovem Norman Powell – que saiu do banco de reservas para ser uma das revelações do time na última temporada. O fato de ser mais experiente e um melhor arremessador de longa distância deve dar vantagem ao novo contratado na concorrência.

Joseph, por sua vez, deixa de ser um dos principais reservas do time de Toronto para ter a chance de disputar a armador principal do Pacers com também recém-contratado veterano Darren Collison. O atleta, que completará 26 anos no mês que vem, foi titular em 22 dos 80 duelos disputados na campanha passada, com médias de 9.3 pontos e 3.3 assistências.

Vindo de uma das melhores temporadas da carreira, Miles abriu mão de um salário garantido de US$4.8 milhões para testar o mercado nesta offseason. A sign-and-trade foi uma forma de Indiana conseguir algum retorno por sua saída. Na última temporada, o experiente ala registrou 10.7 pontos, 3.0 rebotes e 41.3% de acerto nos arremessos de longa distância em cerca de 23 minutos de ação por noite.

  • Maicon Gomes

    Excelente troca pro Pacers, estão com um bom time e vão chegar aos offs.
    Se movimentaram bem, só erraram no caso do PG.

  • The Real Jay

    Pacers ainda vai conseguir ir aos offs kkkkkkk.

  • Paulo Victor

    Omisso vem pra 21 de média, Sabonete pra 15/9 =Pacers nos offs

  • Gustavo

    Joseph era importante no Raptors, não entendi essa troca.

    • xmaah

      não entendi essa troca.²

      • Leonardo

        Não to entendendo várias trocas dessa offs mano. Gay no Spurs,Boston soltando melhor defensor, Memphis soltando Zbol sem reconstruir time, tá tudo muito confuso!!!

    • Clóvis Rafael Ferreira

      Também não vejo nexo… Principalmente pelo lado do Raptors, quem vai armar a segunda unidade com solidez como o Joseph, e pq não dar mais minutagem ao Caboclo, já que Norman Powell será titular?

      • Vitor Martins

        Pq é o Caboclo ué…

        • Clóvis Rafael Ferreira

          Como assim? Não entendi esse “ironia”!

    • Fabrica de Vassilo

      O raptors tem 2 jovens armadores + Powell, que também pode ser um ballhandler.

  • Pacers recebeu pouco pelo PG, mas todas suas outras movimentações foram excelentes.

  • Knickerbockers

    Se a intenção do Raptors é deixar o time mais fraco para a próxima temporada, estão conseguindo. Parabéns. Quando bater de frente com o Cavs nos playoffs, 4 x 0 vai ser pouco, fora o baile.

  • Millo

    Excelente Pacers! Vejo que nossa reconstrução não levará os 10 anos que pensei, se olamito e sabonete jogarem com 70% do pontencial que possuem já teremos um time meio descente! Go Pacers! Go!

    • Cara, acompanhei o OKC e vai por mim, Sabonis não tem potencial não.

      • ThunderSPD-MVP

        Ele tem potencial sim mano mas era muito crú.

      • TRUETHIAGO

        Complicado analisar, a função que ele assumiu em OKC (praticamente um Stretch Four) não tem nada a ver com o que ele fazia no College, em Gonzaga.

        Jogou muito longe da cesta, arremessando demais de média e longa distância, coisa que até pode fazer tal qual o pai fazia, mas não com esse volume tão alto de tentativas.

        Aliás, interessante traçar esse paralelo com o Arvydas, a despeito da bola de 3 ser muito mais utilizada hoje do que nos anos 90. Os aproveitamentos deles são iguais (32%), mas o pai nas 7 temporadas e 470 em Portland acumulou um total de 415 tentativas, o que equivale a menos de 10% do total de FGA. Já o filho, nesta única temporada em Oklahoma, tentou 159 bolas de 3, equivalente a quase 1/3 dos seus 481 FGA.

        Não dá, é muita coisa para quem não é um “especialista”, sendo que tecnicamente, capacidade de passe, e tal, o Domantas nem se compara ao pai.

        • O ponto é que mesmo em Gonzaga ele não demonstrava tanto talento assim. Ele foi favorecido por ter jogado em um ano TERRÍVEL da NCAA, o que acabou por valorizar mais suas qualidades do que deveria (caso do Ivan Rabb, por exemplo).

          Sabonis ñ tem velocidade lateral, arremesso é inconstante, não tem explosão para atacar a cesta…potencial? Olha, potencial ele não tem. Ele pode evoluir, mas duvido que se torne um jogador acima de reserva.

          • TRUETHIAGO

            Eu também não vejo nada tão diferenciado nele, só não acho que dê para decretar baseado apenas nessa temporada dele no Thunder, jogando de forma totalmente diferente do que tinha mostrado na carreira universitária.

            Sim, ele não é um jogador atlético (basta ler o perfil dele aqui no Draft 2016), nem de explosão e o arremesso era algo secundário, que ele pouco usava. Por outro lado, mostrava flashs de bom reboteiro e evolução no jogo de costas pra cesta.

            Tem mais cara de role player mesmo, embora ser titular/reserva depende da franquia em que jogar e tal; Cody Zeller foi titular nos últimos anos, em Charlotte.

          • Mas não “decreto” com base apenas no OKC e sim em tudo que ele apresentou na NCAA e também no OKC – e ainda assim, eu obviamente posso estar errado.

            O ponto é verem potencial nele. Potencial realmente não acho que tenha.

  • Indian! #VoltaPaulGeorge

    Bom reserva , era oque​ precisava no elenco.

  • Bruno Macedo

    Pacers ir pros offs kkkk

  • Divertido e ao mesmo tempo triste ver a torcida do Indiana com esperanças no Sabonis.

  • TRUETHIAGO

    Achei válido para os dois lados, um dos grandes problemas do Toronto é a inconsistência nos arremessos do perímetro, então se justifica buscar um jogador com o perfil do Miles.

    Perdem o Joseph, que era um bom backup para o Lowry, mas quem acompanhou a temporada deles viu que o Delon Wright ganhou bastante espaço na reta final da temporada regular, devem apostar nele.

    Enquanto para o canadense é uma ótima oportunidade, a posição lá em Indiana está em aberto e talvez ele consiga até cavar uma titularidade.

    • nico

      o grande problema do lado leste é o LEBRON JAMES + IRVING !! AHHAHA

      • TRUETHIAGO

        Então, um dos aspectos que fazem os Cavs superiores no confronto contra os Raptors, além da qualidade individual, é nesse aspecto. Tanto em quantidade quanto em aproveitamento no perímetro, levam vantagem.

        Na varrida que levaram nas semifinais, por exemplo, Cleveland teve absurdos 46% dos 3-PT e um total de 61 bolas de 3 convertidas; contra somente 27 de Toronto, com ridículos 30%.

  • Filipi Oliveira

    Acredito que essa troca foi boa para as duas franquias !

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados