logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 14 jul 2017 às 02:53
Ex-Kings, Scott Perry é o novo gerente-geral do Knicks

Executivo assinará contrato de cinco temporadas para comandar operações da franquia

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Gustavo Freitas

O New York Knicks já tem um novo gerente-geral. Segundo Ian Begley e Adrian Wojnarowski, da ESPN, a equipe chegou a um acordo de cinco temporadas com o atual vice-presidente de operações do Sacramento Kings, Scott Perry, para assumir o cargo até então exercido por Steve Mills. Os californianos receberão uma quantia em dinheiro e uma escolha de segunda rodada do draft de 2019 pela liberação do profissional.

As negociações entre o dirigente de 53 anos e a direção nova-iorquina avançaram rapidamente: após entrevista na manhã desta quinta-feira, o cargo foi oferecido nas últimas horas e a franquia recebeu a resposta positiva no começo da noite. A pedido de Perry, o Kings permitiu as conversas e não criou obstáculos para o processo de contratação.

Com a chegada do novo executivo, Mills deixará o cargo de gerente-geral e vai ser efetivado à presidência de operações do Knicks – substituindo o recém-demitido Phil Jackson. Wojnarowski e Begley apuraram que, embora Mills tenha palavra final em decisões gerenciais, o novo gerente conduzirá o dia-a-dia das operações de basquete com quase total autonomia.

O Knicks será a terceira franquia em três meses para Perry, que foi demitido pelo Orlando Magic no início de abril e assumiu a vice-presidência do Kings dias mais tarde. Na curtíssima passagem por Sacramento, ele deixou uma ótima impressão ao redor da NBA conduzindo a equipe em elogiadas participações no draft deste ano e na recém-iniciada agência livre.

Entre vários trunfos, Perry foi elogiado em Sacramento por retomar a boa relação da organização com empresários de jogadores e voltar a atrair agentes livres de alto nível. O veterano executivo, de quase duas décadas de experiência na NBA, terá desafio semelhante em Nova Iorque: reconstruir a credibilidade do Knicks junto a outros times, agentes, jogadores e dirigentes.

 

  • Jorginho

    Carmelo Anthony vai ficar em NY.

  • DNT
    • Knickerbockers

      Por que invocastes esse meme? Scott Perry parece ser bom. Esteve envolvido na construção dos Pistons de 2004, na aquisição de Durant pro Sonics, e Aaron Gordon, Victor Oladipo e Elfrid Payton para o Magic. Estou esperançoso.

      • DNT

        Fiquei um pouco pessimista, se é que dá para ser otimista com a galera que comanda o Knicks, com a notícia que vi não só no Jumper, mas em sites gringos que ele não teria total liberdade de ação, pois o Mills ainda vai influenciar muito nas escolhas….

        • Knickerbockers

          Dessa eu não sabia. Que tenso.

  • DNT

    Confesso não conhecer o trabalho do Scott Perry, mas não sei se foi uma boa, vindo dessa turma que comanda o Knicks atualmente acho provável ser uma péssima escolha. Parece que os caras estão planejando destruir a franquia, pois não é normal fazer tanta bobagem em um curto espaço de tempo….

    • Phil não deu certo, mas não dá para negar que havia sido uma excelente aposta. Não podemos culpar tanto a direção pelo insucesso do Phil.

      • DNT

        O problema não foi o insucesso do Phil, mas a forma que a direção deixou as coisas acontecerem, acho que desde o conflito com os jogadores mais importantes do time e as atitudes questionáveis já era pra ter sido demitido, mas, não, deixaram passar o Draft, selecionaram um jogador para o Triângulo e depois demite o cara, para mim é uma puta falta de organização e planejamento. Olha que nem coloquei o contrato absurdo do Hardaway, mas que foi outra puta cagada….

  • Lucas

    Ele vai levar consigo o troféu de franquia mais bagunçada para NY

  • Se ele fez parte da troca do Ibaka pelo Magic, deveria trocar de profissão.

  • Uncle Drew

    Que coisa mais estranha. O Mills era o GM q trabalhava para o Phil Jackson, aí o Phil é demitido. Mills assume a Presidência da franquia, e contrata um GM. Mas.. quem toma as decisões é o Mills. Se ele vai tomar as decisões, e tem experiência como GM… pra quê contratar um outro General Manager então? rs

    • DNT

      No meu modo de ver, Mills quer alguém que faça o trabalho “sujo”, ou seja, ele quer falar sim ou não para as decisões e deixar o Perry carregar o piano sozinho. Sinceramente, acho um absurdo uma franquia gigante como Knicks se sujeitar a uma situação dessas…

  • Fernando Oliveira

    Só espero que tenham acertado na decisão! Nós torcedores dos Knicks não temos time competitivo faz 4 anos! Vamos aguardar!

  • Vitor Martins

    Ninguém vai comentar que ele parece estar usando uma coroa na foto? rs

    • Victor Chittolina

      Vi a notícia agora e ia comentar, mas tu foi bem mais rápido

    • Marden Jump

      Genial hahaha

  • TRUETHIAGO

    E, mais uma vez, um GM sendo substituído sem que o nome do Sam Hinkie apareça sequer entre os especulados para o cargo…

    Mas há quem acredite que ele é um gênio injustiçado e incompreendido, ao redor da liga.

  • Pedro

    Scott Perry aparenta ser um bom executivo da NBA, não é coincidencia que o Kings tomou decisões melhores desde que ele começou a ajudar o Vlade no inicio desse ano.
    Foi uma das peças importantes na construção do Pistons que foi campeão e diversas vezes finalista no começo dos anos 2000. Por outro lado, foi um dos “responsáveis” por draftar o mito Darko
    Só é bem estranho essa contratação logo após períodos importantes de decisões como o Draft e FA

  • Leo R.

    Vinha bem no Kings, espero que continue no Knicks.

  • felipe fernando Oliveira

    Kings é tão azarado que quando acha um GM competente o cara é fisgado por outra franquia

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados