logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 26 jul 2017 às 13:55
Com Seattle em vista, Adam Silver vê expansão como “questão de tempo”

Para comissário, crescimento financeiro da NBA sinaliza para aumento do número de times em breve

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Ricardo Stabolito Jr.

Uma das cidades mais importantes da cena do basquete norte-americano, Seattle completará uma década fora da NBA no ano que vem. Mas, para a alegria dos fãs do “dormente” Supersonics, isso pode estar bem perto de terminar. O comissário Adam Silver confirmou que a ótima situação financeira da liga sugere ser possível um aumento de franquias em breve – que poderá contemplar a cidade.

“Eu acho que não é uma questão de ‘se’, mas quando vai ser o momento certo para seriamente pensarmos em expansão. Não quero colocar um prazo para isso, mas é inevitável que entre em pauta assim que começarmos a analisar o crescimento das equipes. E Seattle estará, sem dúvidas, na lista de cidades que vamos considerar”, revelou o executivo, em entrevista ao site The Players’ Tribune conduzida pelo ala-armador C.J. McCollum (Portland Trail Blazers).

Seattle não é a única alternativa estudada em um cenário de expansão. Las Vegas, Vancouver e a Cidade do México – apostando em cenário de globalização da NBA – também seriam destinos prováveis para um novo time da NBA. Silver sabe que o percebido desequilíbrio da liga advoga contra um aumento do número de equipes, mas reafirmou não ver o problema como algo tão acentuado.

“Há fãs dizendo que só existe um bom time na NBA no momento. E penso que, se as pessoas realmente creem que os 450 melhores jogadores do mundo só podem formar uma boa equipe, expansão não faz sentido pela diluição de talento. Mas eu não acredito nessa teoria e tais disparidades tendem a se corrigir naturalmente”, garantiu o comissário, contrapondo a posição de, virtualmente, qualquer torcedor que não seja do atual campeão Golden State Warriors.

Se a expansão fosse acontecer hoje, muitos apostam que Seattle ainda não teria condições de voltar a ter uma franquia da NBA. O debate crucial gira em torno do ginásio que o Supersonics utilizaria: a tradicional Key Arena apresenta problemas de modernidade e tráfego, enquanto o projeto de uma nova arena choca-se com interesses do porto da cidade.

  • Guilherme Petros

    ah, importem o Clippers pra Seattle. Ou o meu Nets. (o foda é que os dois estão nos maiores picos do rolê… hehehe)

  • felipe fernando Oliveira

    Ainda não engoli a saída dos Sonics. Existe algo de muito tenebroso nos bastidores. Na época os donos de franquia aprovaram a realocacao pra Oklahoma, e quando um grupo de empresários liderados por Chris Hansen já teriam acertado a compra dos Kings pra levá-los pra Seattle o safado do Bennett políticou pra não aprovarem a realocacao pra Seattle, e novamente agora, Balmer compra LC e nós bastidores dizem que ele não tentou realocar a franquia pois sabia que internamente Bennett movimento pra isso não ocorrer. Eu gostaria muito saber pq Bennett é tão forte assim junto aos donos de franquia pra impedir a volta dos SuperSonics.

    • Vitor Martins

      Balmer deu uma entrevista pro Woj, vale a pena conferir. Ele fala sobre Seattle, que o plano dele era levar a franquia pra lá. Ele meio que deixa no ar que ainda quer isso. Seria mais legal o Clippers mudar pra lá e expandir para outras cidades.

      • felipe fernando Oliveira

        Bem lembrado. Eu já vi essa entrevista.

      • Michel Moral

        Na verdade tudo é uma questão político-financeira. Bem ou mal, LAC é a sexta franquia mais valiosa da NBA hoje, segundo a Forbes. Por exemplo, o Brooklyn Nets, que hoje é a sétima franquia mais valiosa (e já foi a quinta), era em 2008 a 26ª, quando estava em New Jersey.

        Hoje o mundo usa um boné ou camiseta do Brooklyn, mesmo às vezes sem saber do que se trata. Estamos falando do pior time da NBA há anos e que deve continuar sendo por um tempo.

        De qualquer forma Seattle é um grande centro. Já estive lá e a cidade é completamente apaixonada pelo Sonics. Muitos estabelecimentos com o slogan “bring Sonics back”.

        Depois dessa notícia estourar nos EUA, o Isiah Thomas, do Celtics, postou em suas redes sociais o “bring Sonics back”, ele que é do Estado de Washington e torcedor do extinto Supersonics.

        Enfim, torço demais para que isso aconteça e logo.

        • Vitor Martins

          Seria realmente incrível ter o Supersonics de volta. Melhor quadra, melhor slogan e uma torcida apaixonada.

  • Era um dos meus uniformes favoritos. Não torcia diretamente para eles, me tornei OKC independente do Seattle, mas inegavelmente era um time com personalidade própria. Tomara que volte realmente.

    • Vitor Martins

      Meu caso já foi o contrário. Já acompanhava a NBA fazia um tempo, mas tinha me decidido torcer pro Supersonics, ai começaram as notícias de mudança e fiquei sem time hehehe. Muito melhor assim, dá pra curtir mais sem ficar irritado com nada

      • Eu torço para todos os times, digamos assim. Meu favorito é o OKC, torço para que ele vença, mas fico feliz em ver basquete. Amo ver o time do GSW, amo o Isiah Thomas quebrar barreiras, adoro ver os floaters do Wall…acima de tudo, sou fã de basquete (na verdade nem de basquete e sim da NBA).

        • Will

          Faço minhas as tuas palavras, Diogo.
          Aprecio bastante o estilo de jogo do GSW, mas pra quem gosta do esporte, do jogo, e sabe dar os méritos a quem os possui, é praticamente impossível não admirar/reconhecer o valor de um Spurs, do Cavs, dos Celtics, dentre outros timaços, bem como de nomes como Lebron James, Westbrook, Harden, K. Leonard, Isiah Thomas, dentre outras feras.

        • Eduardo Muniz

          Acompanho desta forma também, com a diferença que sou Chicago Bulls (acompanhei o Final do Magic Johnson no Lakers e a dinastia do Jordan no Bulls no final dos anos 80 e começo dos anos 90, então não tinha como ser diferente kkkk)!!

          Apesar de torcedor, não sou fanático pela franquia, e sim, pela NBA!!!

          Simpatizo com várias equipes: Portland, OKC, GSW, Wizards, Sixers.

        • danielzera

          Opa, também sigo nessa linha, cada vez coloco um time diferente naquelas pesquisa do Jumper. rs

          Apesar disso puxo sardinha para algumas franquias:
          Gosto dos Kings pelo J.Wilians (Meu avatar a muitos anos);
          Torço para os Wizards desde o G.Arenas;
          Fui Phoenix pelo Leandrinho e pelo S.Nash;
          Curto os Spurs e o Cleveland desde as finais de 2007;
          Os Lobos tbm contam com minha torcida desde a época do Garnett (Peguei mal com o Boston quando ele foi pra lá. rs);
          E hoje fico entusiasmado com esse time dos Bucks, tanto pelo J.Kidd treinando quanto pelo Greek Freak.

          Mas é o que o Diego falou, acima de tudo a gente gosta mesmo é de ver basquete!

          • Jadson Ramos

            Por que será que falam tão pouco do Jason Willians ? Ele era fantástico, era um show a cada jogo.

        • Diego Alexsander #tiTANKnicks

          Tá maluco. Torço para os Knicks e espero que as outras franquias se explodam. Se os Knicks acabarem, fico por conta de nbb mesmo. HAHAHAHA

  • Alex Alves

    Existe grandes mercados atrás de um time como: Louisville, Cidade do México, Montreal (seria muito foda a rivalidade com Toronto), Las Vegas, Seattle, Santa Fé entre outras várias.

  • arruda91 arruda

    imagine Las Vegas, todo mundo ia querer jogar lá, mas também nunca iam passar para os playoffs kkk

  • Vitor Martins

    Financeiramente falando deve fazer muito sentido, mais dois donos injetando dinheiro (e ganhando horrores também), mais duas praças, mais camisas, mais torcedores. Se eles rearranjassem o calendário para continuar com os 82 jogos mesmo com mais dois times (ou até diminuir, se for o caso) também não teriam problemas com os jogadores. O maior entrave, ao meu ver, é esportivamente falando. Não sei se há mais tantos jogadores qualificados assim. O Bobcats era terrível no início, precisaram até mudar a identidade visual de tão zicada que era a franquia. Não sei se daria certo.

    • Michel Moral

      Bobcats patinou demais em 2004.

      Mas assim, cara. O Supersonics é uma marca forte. Na época, o Bobcats só marcou o retorno de um time para a cidade de Charlotte. Seattle Supersonics seria a retomada de uma história de paixão incondicional de uma torcida.

      Também penso na questão da competitividade. Tanto que não me “simpatizo” com super times e nem com rebuilds eternos. Prefiro algo mais igual pra todo mundo. Agora, pelo que as franquias da NBA têm praticado hoje, não sei se afetaria muito.

      O Sixers está em rebuild há anos. Ganha escolhas, seleciona jogadores, troca esses jogadores por novas escolhas e trocou seus melhores jogadores por escolhas também. O Magic e o Suns não fedem e não cheiram há muitos anos. O Nets eu não cito porque foi uma cagada que ferrou tudo. Não sei se tem como ser muito pior do que isso.

      Um time do México talvez seja pior. Por mais que seja cidade rica e enjetem dinheiro pra kct no time, americano tem “um pouco” de preconceito, ou, pra quem não gosta desse termo, rivalidade com os Mexicanos. Pode não ser um destino referido de um superastro da NBA. Mas pra mim seria ótimo que tivesse também!

      • Vitor Martins

        Concordo! No México seria muito legal, mas se Toronto já enfrenta “resistência” dos americanos imagina a Cidade do México!
        Enfim, expansão é legal, gostaria de ver um Draft com jogadores mais velhos, mas eu pessoalmente torço bastante pro Steve Balmer cansar de ser o segundo time de Los Angeles, mesmo tendo a meia década um time superior, e leve a franquia pra Seattle

      • Alex Alves

        No México seria legal, um lado que os jogadores da NBA iriam gostar seriam os impostos menores, o que atrapalha o Canada é o extremo frio e o imposto cerca de 45% contra 33% do americano.

      • Victor Chittolina

        Eu sou muito simpático à ideia de um time no México, mas como tu disseste, poderia rolar uma xenofobia foda por lá. O time talvez capengasse por anos, mas imagina quanto isso poderia significar para o mercado da NBA. Um time mexicano provavelmente se tornaria aquele que tem mais torcida entre todos, já que terá um país de 120 milhões de habitantes torcendo quase exclusivamente por ele. Além disso, pode conseguir mais fãs em toda a comunidade latina, dentro e fora dos EUA. A questão mercadológica pode ser bastante favorável, mesmo se tratando de um país de “terceiro mundo”.
        A barreira da língua, por outro lado, pose ser outro complicador. Por mais que Toronto seja no Canadá, um país que fala inglês e francês, a língua dominante na cidade é o inglês.

        Enfim, eu vejo com muito bons olhos uma expansão, principalmente se incluir a Cidade do México (ou até mesmo Guadalajara ou Juaréz) como uma das novas casas dos times.

  • Maicon Gomes

    Off: Gostaria de compartilhar com vocês, essa excelente matéria sobre o OJ “Lebron James” Mayo. É bem grande, mas vale a pena ler.

    http://bleacherreport.com/articles/2722615-whatever-happened-to-oj-mayo-not-even-some-his-closest-friends-know

  • Carlos Humberto Nobre

    Seattle e Vancouver !

    • Alex Alves

      Montreal também seria legal alta rivalidade com Toronto.

  • Maicon Gomes

    Provavelmente será na Cidade do México, to até vendo rs

  • Felippe Lima

    A volta do seattle ajudaria financeiramente muito nao ao a nba mas como a propria cidade ,bem q iowa merecia um representante

  • Matheus Bernardo

    Seatle e Vancouver seria legal, Vegas acho que não. Tem mais cidades bacanas além dessas não tem?

    • Neverminder

      Além de Seattle, ainda teriam Kansas City, St Louis, Baltimore, Pittsburgh, Vegas, Cinccinati

  • Fabrica de Vassilo

    Queria que o sonics voltassem, mas não queria novos times pra isso. Não sei se tem mais 30 jogadores lvl NBA por aí, ou ao menos mais 2 astros, um pra cada time. Se houver, provavelmente eles vão se juntar a outros eventualmente, como acontece hj em dia. Preferiria que um time fosse pra lá ao invés disso. O Pelicans por exemplo, ninguém daria muita falta dele, podia ir pra lá.

    • Alex Alves

      Pelicans fica na cidade mais charmosa dos EUA, que esta se reconstruindo depois de um desastre deixa ele quieto lá, mas se for mudar o Nets, Clippers, Sacramento fazem mais sentido embora economicamente não seja viável eu acredito.

      • Vitor Martins

        O Nets, como o Michel Moral falou ali embaixo é muito valioso! NY é um mercado gigantesco, Sacramento é super tradicional. Clippers seria bom, já que Los Angeles é do Lakers, mas esbarra no mesmo impeditivo do Nets, é uma franquia muito valiosa por estar em um mercado grande.

        • Alex Alves

          Acho que para o Clipper seria legal voltar para San Diego, mas não tenho certeza se a população lá gosta de basquete. Já é a segunda maior cidade da California e não para de crescer.

          • Tiago

            Eles perderam os Chargers, isso já é um mal sinal.

          • Neverminder

            Para San Diego ter uma franquia teria que ser assim mesmo, voltando os Clippers pra lá… Não acho que a NBA teria 5 equipes na California com uma eventual expansão

      • Fabrica de Vassilo

        Então, o Nets e o Clippers dão muito lucro pra NBA e são a sétima e sexta franquias mais valiosas, respectivamente. E nao são franquias com histórias vitoriosa, com muitos ídolos e muitos torcedores. O Kings é muito tradicional pra se extinguir assim, é um dos times mais antigos da liga, desde que era Rochester Royals. Se o Clippers ou o Nets resolverem ir pra lá, melhor, mas acho muito difícil de rolar.

        • Rrrr

          Nets não dá lucro, é, na verdade, uma das franquias que mais perde dinheiro por ano na NBA. A arena deles nunca lota, a venda de camisa não é grande e o Barclays Center deixará de ser a casa do NY Islanders, da NHL. Acho que se alguém muito rico de Seattle, como o Jeff Bezos, decidir comprar o Nets do russo, eu acho bem possível uma mudança de cidade. O Clippers nunca vai sair de LA enquanto Ballmer estiver vivo e ele ainda tem o interesse de sair do Staples Center e construir uma nova arena em Inglewood, mesma cidade em que fica o Forum, antiga casa do Lakers e o novo estádio da NFL. O Kings com a nova arena não sairá de Sacramento.

      • Neverminder

        Sacramento acabou de inaugurar um novo ginasio esse ano, então os Kings não saem de lá tão cedo, apesar de ser um dos menores mercados da NBA

  • João Carlos Filho

    Bem alguma das franquias podia se mudar para Seattle e aproveitar a Herança Histórica deixada pelos SuperSonics, pena que muitas das franquias so pensam no financeiro onde procuram cidades mais populosa como Califórnia e Nova York, isso tbm ta acontecendo na NFL

  • Tiago

    Se expandirem pra Seattle e Vancouver, por exemplo, como seria o realinhamento de conferências? Memphis passaria para o Leste?

    • Vitor Martins

      Acho que o melhor, não necessariamente Memphis, mas podiam passar algum time bom mais próximo da costa Leste, né? Wolves, e quem sabe até o OKC, sei lá. Não vai fazer muito sentido, mas pelo menos equilibra mais, tem ninguém no Leste hahaha

      • Tiago

        É, talvez até o Wolves goste da ideia, mas acredito que Memphis seja mais próximo e também devem estar loucos para ir para o leste haha.

    • Marcos Soares

      Acho que culturalmente seria ruim o Memphis sair do oeste. Talvez seria melhor passar o Timberwolves pro leste e jogar pra mesma conferência do Bucks, aproveitando a puta rivalidade do football entre os estados vizinhos Wisconsin e Minnesota.

      • Tiago

        Essa é uma boa ideia também, seria muito fácil para os Wolves viajarem para Milwaukee, Detroit, Chicago, Indianapolis, Toronto etc.

    • Neverminder

      Geograficamente seria ou Memphis ou New Orleans

    • ¯_(ツ)_/¯ -R.I.P. Uncle Drew

      Vancouver acho q iria para o Leste. Já tem o Raptors q é tbem do Canadá e está no Leste.
      Já Seattle iria para o Oeste. Seattle apesar de ficar em Washington… fica na partmais oeste do estado. Tem o fuso semelhante com os outros estados do Oeste tbem.
      O restante das equipes se manteriam nas mesma conferencias eu acho.

      • Tiago

        Pô, pelo que eu vi aqui, Vancouver fica em cima do estado de Washington.

        • Alex Alves

          Seguinte se entrar Vancouver e Seattle, possivelmente duas dessas três franquias passariam para o Leste: Memphis, Minessota e Pelicans.

          • Tiago

            Memphis e Minnesota seriam os mais prováveis, na minha opinião.

          • Alex Alves

            Minessota é um pouco mais longe, mas não acredito que faça tanta diferença, quando ocorrer isso vai ser bem discutido já que todos devem querer ir para o Leste.

          • Tiago

            Depende de quais cidades vc está usando. Para Raptors, Bucks, Pacers, Bulls, Pistons acredito que seja melhor ir para Minneapolis do que para New Orleans.

        • ¯_(ツ)_/¯ -R.I.P. Uncle Drew

          Não precisaria tanta preocupação. Faria como faz com o Magic.
          Se vc prestar atenção quando uma equipe enfrenta o Heat.. ela enfrenta o Magic antes ou depois do Heat.
          Se a franquia vai para o Canadá enfrentaria logo as 2 equipes de um vez.

      • Danilin

        Acho que vc está confundindo a cidade de Washington (washington DC) capital do país (Distrito de Colúmbia) com o Estado de washington no qual se localiza a cidade de Seattle, que fica bem ao oeste dos EUA

        • ¯_(ツ)_/¯ -R.I.P. Uncle Drew

          Vdd. Mas… de qualquer forma não muda tanto meu raciocínio. Seattle iria para o Oeste a meu ver.
          Daria mt merda Seattle no Leste, justamente por isto q vc citou, fica mt a Oeste.

      • Mavscelo

        Montreal, Ottawa fariam mais sentido. Vancouver fica do outro lado do continente. Logisticamente complicado.

      • Michel Moral

        @un@uncledrew22:disqus

        Vancouver ficar no Leste seria um assassinato geográfico.

        Seria a cidade mais Oeste possível dentre os times da NBA.

        Acho mais fácil mexer com o T-Wolves ou NOLA.

      • Rafa Oliveira

        Acho que vc se confundiu Drew, Washington DC com Washington State, Washington State é Oeste

      • Diego Alexsander #tiTANKnicks

        AHAHAHAHAHAHAHAHA
        Vancouver no leste, pessoal é terrível.

    • Chimbinha

      No meu 2k levo o Nets pra Seattle e Pelicans vai pro leste

      • felipe fernando Oliveira

        Como faz isso

  • Neverminder

    #BringSonicsBack

  • Gary Payton

    Simples, tragam o campeão Sonics de volta e acabem com a farsa chamada OKC!!!

    • Vinícius Maia

      Farsa? A torcida do OKC é uma das que mais lotam o ginásio e mais fervorosas. OKC é qualquer coisa, menos farsa.

  • Soldier

    Foi muita sacanagem o que fizeram com Seattle, se voltarem com o Sonics vão ter que reivindicar a própria história pq até isso eles perderam.Vai lá ver quem é o campeão de 79…

    • Jefferson Cavalcanti

      A História do Sonics está em Seattle. Não será necessário reivindicar.

      • Soldier

        Vamos ver se o Thunder e a Nba vao aceitar devolver o título de 79 que a liga agora reconhece como deles..Roubaram a franquia, mudaram o nome mas a história por conveniência eles mantiveram só por causa do título

  • Nilton Junior

    Imagina Cousins e Rondo indo jogar em Las Vegas. hahahahahahahha

    • ¯_(ツ)_/¯ -R.I.P. Uncle Drew

      J.R. Smith curtiria uma franquia em Las Vegas. Rs

      • Nilton Junior

        Também. Não podemos esquecer do nosso representante brasileiro, nosso rei do camarote Bruno Caboclo.

        • Alex Alves

          Se tiver franquia em Vegas aposto que o que não vai faltar é jogador querendo ir para lá: JR Smith, O bígamo, Beasley, Caboclo, Cousins, Rondo, Rodman (vai voltar a jogar), Odom rsrsrs

          • Albert Santos

            Verdade kkkkkkkk

        • Diego Alexsander #tiTANKnicks

          Já já vem os patriotas te chamar de invejoso…

  • Tiago
  • Felipe Rodrigues

    Spirits Of St Louis tem q ser “OBRIGADO” a entrar na liga hehehe.

    • Neverminder

      Lembrando que o Jazz “original” era de St. Louis, não de Salt Lake City

      • Knickerbockers

        A Franquia Jazz nasceu em New Orleans, depois mudou-se pra Salt Lake City. New Orleans é considerada a capital do jazz, por isso esse nome. A franquia mudou de cidade, mas preferiram manter o nome. A franquia Hawks que era de St. Louis e foi pra Atlanta.

        • Neverminder

          É verdade, me confundi com o St. Louis Blues (que na verdade é NHL)… desculpa o vacilo

          • Knickerbockers

            Tmj!

  • Thiago26-NBA

    E os torcedores do SuperSonics que viraram OKC…voltarão a torcer pelo Sonics e deixarão de torcer pelo OKC?

    • Vadss Guera

      KKKKKKKK

  • arruda91 arruda

    Oloko se tiver uma franquia do México, imagine o trash talk que seria haha, seria pesado, ainda mais se botarem o muro lá kkkk

    • Diego Alexsander #tiTANKnicks

      Já tem um muro lá.

  • Papo de Mito

    Mais times?… O que vai ter de coadjuvante servindo de saco de pancadas pra 3 ou 4 contenders na liga será uma festa… rs.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados