logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 6 ago 2017 às 14:50
Reforço do Clippers, Willie Reed é preso por violência doméstica

Detalhes sobre incidente que levou à detenção do pivô ainda não são conhecidos

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Ricardo Stabolito Jr.

O pivô Willie Reed foi detido pela polícia de Miami nas primeiras horas de domingo, sob a acusação de violência doméstica. Registros do departamento local dão conta que a prisão aconteceu em um condomínio no subúrbio da cidade, às 03h06, mas detalhes sobre o incidente não foram revelados. Foi confirmado que o reforço do Los Angeles Clippers continuava preso até às 08h.

Esse não é o primeiro caso com intervenção policial em que o atleta de 27 anos se envolve. Ele foi suspenso pela Universidade de Saint Louis, em 2010, por suposto incidente de assédio sexual no campus. A investigação foi “abafada” internamente, mas ele acabaria afastado de forma permanente meses depois, o que motivou-o a deixar a instituição e inscrever-se no draft do ano seguinte.

Ex-jogador do Miami Heat, Reed possui moradia fixa na cidade e estava treinando em instalações locais antes de apresentar-se ao novo time, no mês que vem. Não há confirmação se ele já foi liberado da prisão. Atuando pelo Heat, na temporada passada, o pivô teve médias de 5.3 pontos e 4.7 rebotes em pouco mais de 14 minutos de ação nas 71 partidas em que esteve presente.

  • danielzera

    Perai, os caras recrutaram o W.Reed sem ao menos verificar com a Universidade de Saint Louis porque ele havia sido afastado ou foram omissos em relação ao histórico do jogador?
    Em um momento em que a NBA (e o esporte como todo) assume escala global não basta somente ser um bom jogador, hoje a imagem e o comportamento fazem parte do conjunto, não tem mais espaço pra nego vacilão.

    • Ricardo Stabolito Junior

      Ele não foi draftado no recrutamento de 2011, quando se inscreveu, danielzera – talvez, por esse incidente. Só foi aparecer na NBA anos depois.

      • danielzera

        Entendi Ricardo, pelo menos isso… mas ainda assim, com esse histórico problemático é complicado apostar em um cara desse, a NBA deveria barrar esse tipo de jogador logo pela “capivara” policial do sujeito.
        Jogadores como OJ Mayo por exemplo, são barrados por envolvimento com drogas, mas caras que respondem por violência domestica e abuso sexual estão presentes na liga? Não é muito coerente, ou cria-se uma politica de “segunda chance” para reabilitação ou exclui logo todos os jogadores problemáticos.

        • Pierry Silva

          Não entendo muito sobre a questão de drogas da NBA, mas acredito que ela tenha a ver com a política antidopping, já que pode alterar o organismo de um jogador, além de abrir precedentes para remédios que poderiam ser usados para melhorar o desempenho.
          Enquanto caras que são acusados de crimes, apesar de sujarem a imagem da liga, não necessariamente cometeram algum crime (tem o caso famoso do Kobe Bryant 14 atrás, como exemplo). É uma questão complicada.

          • danielzera

            Pierry, tbm pensei no Kobe enquanto escrevia, acho que todos estão sujeitos a serem vitimas de injustiça, mas dependendo da infração, eu defendo sim o afastamento do jogador até sair a sentença, mesmo ele sendo all-star.

          • Vincent Savino

            Não é da infração, pois até então não se sabe, mas sim da acusação. Reformulando o seu post ”acho que todos estão sujeitos a serem vítimas de injustiça, mas dependendo da acusação, eu defendo sim o afastamento do jogador até sair a sentença, mesmo ele sendo all-star”. Claro que você defende esse absurdo, está condicionado a enxergar o homem como cruel e a mulher como a vítima que só diz a verdade. Imagine se defenderia que uma mulher inocente(ainda não foi provado nada) seja afastada do trabalho apenas porque foi acusada. Eu sei, você vai dizer que pensaria da mesma forma, claro…claro…

        • Vitor Martins

          Também acho que deveriam barrar, mas não barraram o Kobe. Complicado isso.

          • Não barraram abertamente, mas de forma velada Kobe se tornou um patinho feio na época, Kobe já estava se tornando o rosto da liga na época, após o episódio a NBA o deixou de lado, mesmo com o testemunho da vítima caindo por terra e apresentando controvérsias e coisas que não faziam sentido e ele sendo inocentado depois.

  • Damon

    obrigado clippers por nós livrar dessa bomba kkk
    mesmo sendo um bom jogador, não vale a pena por causa disso.

  • arruda91 arruda

    OS Bad Boys dos Clippers, ja tem o Gallo haha

  • Fabrica de Vassilo

    Ele foi só acusado ou foi confirmado pela polícia a agressão? Pra quem é mais entendido, existe prisão preventiva nos EUA?

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados