logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 10 set 2017 às 17:05
Revisão da Temporada – Golden State Warriors

Depois de fazer a melhor campanha da temporada regular, time de Oakland foi arrasador nos playoffs e conquistou o título

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Gustavo Lima

Golden State Warriors (67-15)

Temporada regular: primeiro lugar da conferência Oeste, melhor campanha geral
Playoffs: campeão após bater o Cleveland Cavaliers em cinco jogos
MVPs da campanha: Kevin Durant (25.1 pontos, 8.3 rebotes, 4.8 assistências, 1.1 roubo de bola, 1.6 toco e 53.7% de aproveitamento nos arremessos de quadra) e Stephen Curry (25.3 pontos, 4.5 rebotes, 6.6 assistências, 1.8 roubo de bola, 41.1% de aproveitamento nos arremessos de longa distância e 324 bolas de três pontos convertidas)

 

Pontos positivos

– Segundo título em três temporadas.

– Terceira vez seguida com a melhor campanha da temporada regular. O retrospecto do Warriors nos últimos três anos (207 vitórias e 39 derrotas) supera o do Chicago Bulls do segundo tricampeonato – 1996, 1997 e 1998 (203 vitórias e 43 derrotas).

– Kevin Durant se encaixou como uma luva na equipe. Alguns diziam, antes do início da temporada, que o ala poderia “atrapalhar” o armador Stephen Curry e o ala-armador Klay Thompson. Ledo engano. Além da esperada contribuição no ataque, Durant mostrou evolução como defensor. Em vários momentos, ele formou com Draymond Green uma dupla espetacular na proteção da cesta. Nos playoffs, especialmente na grande decisão, Durant foi fantástico. Com toda a justiça, ele foi eleito o MVP das finais.

– Líder em eficiência ofensiva (115.6 pontos anotados por 100 posses de bola) e segundo em eficiência defensiva (104.0 pontos sofridos por 100 posses de bola), o que demonstra a dominância e o equilíbrio nos dois lados da quadra.

– O Net Rating do Warriors (diferença entre pontos anotados e sofridos) foi de longe o maior da liga: 11.6. E pelo terceiro ano consecutivo.

– Liderou a liga em média de pontos (115.9), assistências (30.4), tocos (6.8), roubadas de bola (9.6) e aproveitamento nos arremessos de quadra (49.5%).

Ponto negativo

– Os problemas de saúde do técnico Steve Kerr, que o afastaram de boa parte dos playoffs. Em maio, ele passou por um procedimento de drenagem de fluido da medula espinhal na tentativa de aliviar as recorrentes dores nas costas.

 

 

Análise

Depois de se reforçar com o melhor agente livre disponível (Kevin Durant), o Warriors conseguiu montar um verdadeiro esquadrão, com quatro All-Stars em seu elenco, com os últimos dois MVPs da liga. Uma equipe que já era forte ficou assustadora. Era o time a ser batido. O time mais odiado. E o grande favorito ao título.

Em quadra, Stephen Curry, Klay Thompson e Draymond Green formaram ao lado do camisa 35 um quarteto versátil e cheio de talento, fundamentalmente na tábua ofensiva. Somam-se a eles um grupo de apoio muito qualificado e experiente, capitaneado por Andre Iguodala, MVP das finais de 2015, e um técnico capacitado como Steve Kerr.

A marca de 73 vitórias na temporada regular não foi superada, mas de qualquer forma o time de Oakland cumpriu o prometido e fez a melhor campanha de 2016/17, com 67 vitórias e 15 derrotas. Mesmo quando Durant se lesionou e desfalcou a equipe por 20 jogos, o Warriors não sentiu tanto e continuou atropelando em quadra, demonstrando a força de seu elenco.

O time californiano chegou aos playoffs na ponta dos cascos e passou por cima dos adversários. Varreu Portland Trail Blazers, Utah Jazz e San Antonio Spurs para ser o campeão do Oeste pelo terceiro ano seguido. E na grande e esperada decisão contra o Cleveland Cavaliers, só não foi campeão com um histórico 16-0 nos playoffs porque perdeu o jogo 4 das finais.

 

Futuro

Inegavelmente, o Warriors tem o melhor perímetro da NBA na atualidade e, talvez, um dos mais talentosos de todos os tempos. Curry, Thompson e Durant são excepcionais armas ofensivas e têm a capacidade de pontuar de qualquer canto da quadra. Com o trio estelar, a equipe de Oakland tem tudo para repetir a marca de melhor ataque da liga. Curry, aliás, assinou uma extensão contratual de cinco anos no valor de US$201 milhões. Thompson e Durant têm mais dois anos de vínculo com a equipe. Resumindo: esse trio promete fazer estragos por pelo menos mais duas temporadas.

Na outra extremidade da quadra, o Warriors tem o ganhador do prêmio de melhor defensor de 2016/17. Marcador versátil, Draymond Green contribui de várias formas, seja na marcação individual ou na defesa de ajuda. E ele faz tudo isso com propriedade no perímetro e no garrafão. De quebra, Green ainda distribui o jogo e converte arremessos de longa distância.

No banco de reservas, Steve Kerr ainda tem à sua disposição dois veteranos que sempre contribuem quando entram em quadra. Shaun Livingston e Andre Iguodala, que renovaram seus vínculos com a equipe até 2020, seriam titulares em alguns times da liga, mas formam uma das melhores duplas de reservas da NBA. Eles são peças fundamentais na rotação, especialmente no papel de trazer consistência defensiva ao perímetro da equipe.

Para a temporada 2017/18, o Warriors reforçou o banco de reservas com dois jogadores que contribuem ofensivamente no perímetro: Nick Young e Omri Casspi. Os veteranos Zaza Pachulia e David West foram mantidos. Assim como os jovens Patrick McCaw, Kevon Looney e Damian Jones, que deverão ganhar mais minutos em quadra nesta temporada. Como se isso não fosse o bastante, o Warriors ainda adquiriu uma escolha de segunda rodada do draft junto ao Chicago Bulls, e selecionou o promissor ala-pivô Jordan Bell, um versátil defensor que promete emular o papel de Green nesse lado da quadra. O melhor elenco da NBA está ainda mais forte.

Com o núcleo de estrelas mantido, o Warriors tem tudo para continuar no topo pelos próximos anos. São três finais seguidas e dois títulos. Uma dinastia está começando a ganhar forma. Para desespero, raiva e tantos outros sentimentos dos rivais, a equipe de Oakland, que já está marcando época, pode quebrar mais e mais recordes. Afinal, o céu é o limite para este super time.

  • Com esse time, a disputa é pelo segundo lugar. Nunca foi tão difícil tirar o título de um time.

    • Klay Thompson #MVP 2018

      Kkkkk

    • Thiago pereira dos santos

      Kkkkk!é mesmo!

  • Will

    “Uma dinastia está começando a ganhar forma. Para desespero, raiva e tantos outros sentimentos dos rivais, a equipe de Oakland, que já está marcando época, pode quebrar mais e mais recordes. Afinal, o céu é o limite para este super time.”

    Witness.

  • osmfapsmfafmsa

    Estou muito ansioso para essa temporada é os playoffs do oeste, quero ver gsw enfrentando okc, houston,spurs,cavs e celtics. se esse ano vai ter algum time que vai conseguir para gsw.

  • Klay Thompson #MVP 2018

    Começa logo porra kkkk

    • Claudio R.

      Tô ansioso tbm… mas eu tenho a consciência q esse é o único time que pode chegar a marca de 75 vitórias na temporada … e seria mais épico ainda o Lebron ganhar de um time 75-7 nas finais ….

      • Brinell Arcanjo

        Eles ja tentaram quebrar recordes e nao funcionou muito. O recorde cobrou a conta no playoff. Acho q eles vao desacelerar no final, dar mais tempo pro McCaw, bell. Acredito de uma temporada semelhante a passada 67 vitorias

        • Will

          Faz sentido essa tua leitura, Brinell. Eu também penso mais ou menos igual a ti.
          A temporada é longa, com muitos jogos difíceis, viagens longas, back to backs, risco de lesões, etc. Há a possibilidade de tentar quebrar o recorde da campanha das 73 vitórias? Sim, mas o risco de o preço a ser pago chegar nos playoffs e/ou nas finais é bem considerável. Ao meu ver, esse é um risco desnecessário.
          Pessoalmente, eu acho que o GSW vai dar um gás na primeira metade da temporada, administrar após o All Star Game (dando mais tempo para os jogadores da segunda unidade e garantindo um entrosamento maior do elenco), pra voltar a pisar no acelerador nos playoffs e na (possível) final. Caso nada de excepcional aconteça, também imagino o Warriors vindo nessa season pra uma campanha de 65-70 vitórias.

  • djwhites

    só tenho uma coisa a dizer sobre o GSW………..

    parabens pelo titulo da proxima temporada……..

  • felipe fernando Oliveira

    Klay Thompson vai azedar o vestiário do time, D Green vai brigar com KD e o time vai se perder… Vide Lakers 02/03 e 03/04. Só assim pra parar esse time caso contrário acho MUITO difícil eles perderem.

    • Igor Neves

      É mais fácil o PG ficar louco com as doideras do West :v

    • Klay Thompson #MVP 2018

      Teu sonho né

      • felipe fernando Oliveira

        Com certeza

  • Tiago

    Eu quero é quadriologia.. Kkkk cavs vs warriors a história continua

  • Victor Chittolina

    Esse time é tranquilamente um dos maiores da história. E foi montado através da competência da direção. Os três pilares iniciais do time, conseguidos via draft (Curry, Thompson e Green), podem ser considerados steals. Os três tiveram alguns – ou vários – jogadores piores escolhidos em posições mais altas. E, junto da competência, houve também a parcela de sorte quando trouxeram o Durant. Afinal, o time vinha de uma campanha histórica e não se espera que times nesse nível de excelência tenham espaço no cap para oferecer um contrato máximo.
    O timing foi perfeito, porque se o KD fosse FA nessa temporada, não teria como assinar com o GSW, visto que eles provavelmente teriam utilizado o espaço na folha salarial para cobrir a oferta do Mais pelo Barnes.

    O time é tão bom que, mesmo em um oeste selvagem, ninguém parece ter a mínima condição de encará-loa em pé de igualdade. Nem o Cavaleiro, com 3 AS – sendo um deles um dos 5 maiores jogadores da história – consegue ser competitivo. E o pior: a tendência é que mantenham essa base por um bom tempo ainda.

    Eu não gosto desse poder todo. A liga é quase um monólogo devido às força desse time. Mas se não temos o que fazer, melhor seguir o sábio conselho: relaxar e gozar.

    • Tiago

      Kkkkkk

  • djwhites

    melhor time da historia da nba……nunca outro time teve 4 all stars no auge atuando juntos………enquanto mantiveram os 4 la ja era não tem pra ninguem……o negocio é esperar algum deles vazar ou a decadencia chegar…..mas como nenhum deles tem 30 anos ainda essa decadencia vai demorar………..

  • Daniel Bruno Corvelo

    Na minha opinião Lebron James já passou o bastão de melhor jogador do mundo para Kevin Durant.

    • João Gabriel

      parabéns por essa merda de opinião

    • Claudio R.

      Rsrs… tá certo… 👍

    • Maurilei Teodoro

      Discordo

    • Thiago pereira dos santos

      Concordo!

  • William Felton

    Que time!

    O único ponto negativo foi extraquadra.

    Olha os números, liderança em praticamente tudo…

    SE nada mudar, vai ser bem difícil encará-los mesmo.

  • Paulo Victor

    O negócio é esperar o Klay vazar em 2019 até lá vai ser esse domínio mesmo

  • Henrique GoWarriors

    acho q o Bell tem muito potencial para o futuro e ainda temos mais umas 3 ou 4 temporada com esse elenco, o trabalho dos GM é de aplaudir de pé, esse jogos sem o Durant foi um ponto crucial para o time na minha visão, pois os primeiros jogos time ficou bem abaixo mais tbm ficou vários jogos sem derrota e ganhando dos spurs lá com uma virada de 20 pontos, a saída do Ian Clark e a chegada do Young manteve o mesmo, acho q se o quer tiver bem fisicamente é um ponto muito positivo para nós, eu vejo o Warriors com fome e sede de fazer história, ganhando títulos

  • João Gabriel

    uma pena esse time, ainda bem que a temporada vai ser salva com equipes emergentes se formando, vai ser bem divertido de se assistir

  • Claudio R.

    A não ser uma lesão do green ou Durant, eles tão na final de novo…

  • Thiago pereira dos santos

    Para mim um dos maiores times da história se não o melhor,jogadores fantásticos. a maioria via draft com um treinador fantástico que implantou um novo estilo de jogo na nba!

  • dirct

    Fizeram uma pesquisa nos EUA há pouco tempo atrás: Quem ganharia a série de playoffs entre o GSW contra a seleção do Leste?

    No resultado da pesquisa os americanos escolheram o GSW como vencedor kkkk, preciso dizer alguma coisa?

    Green disse após ganhar a última final contra os CAVs: “Nós não precisávamos do Durant para fazer a melhor campanha da temporada regular, nós só precisávamos do Durant para essa final, para garantir que não seríamos batidos de nenhuma maneira”

    Acho que está bem claro o que vai acontecer de novo não é?

    • Nic

      Não exagera cara, uma seleção do leste, seria um timaço:

      Wall-Irving
      Derozan-Beal
      Lebron-Hayward
      Antetokounmpo-Carmelo
      Whiteside-Embiid

      • dirct

        Quem exagera? Não fui eu que votei cara, eu disse que a votação foi entre os americanos, a opinião foi deles.

  • LP

    O mais doido é pensar que o Cleveland tem papel fundamental nessa formação do Warriors, a equipe tinha interesse no Kevin Love na época do T-Wolves e deveriam mandar ou Klay ou D.Green + ou David Lee para os lobos. Se não é o Cavs ganhando a pick do Wiggins havia uma boa possibilidade de ter rolado a troca.

  • “KOBE” -Thank You Kyrie.
  • Bruno Gonçalves

    Na temporada passada foi um dos times que mais acompanhei, sem novidades kk.
    Shaun L. se mostrou novamente um ótimo reserva, possui capacidade de armação boa, bom defensor e tem um trabalho de pernas, poste baixo invejáveis, além de um arremesso de curta distância excelente.
    Andre I. foi o capitão da segunda unidade, além de um “titular” com ótima defesa, contra ataque, domínio de bola, passe e chute de 3.
    Dray Verde foi o motor defensivo sem muitas loucuras em quadra, com suas bolas de 3 e assistências.
    Curry teve uma temporada abaixo das anteriores, não por menos, afinal atuou ao lado do talvez melhor scorer da liga. Contudo, ainda sim melhorou suas assistências (apesar de eu ainda o achar displicente em alguns passes errados), organização do time e continuou com seus arremessos de dar raiva no adversário e steals.
    Klay T. manteve-se muito bem até os playoffs, até que deu uma apagada ofensiva e respondeu a altura marcando muito bem o jogador mais rápido e chato nas finais.
    Reservas atuaram muito bem, em especial Ian Clark, Patrick McCaw, David West e JaVale M.
    Agora, Kevin Durant teve uma tremenda temporada! Melhorou visivelmente sua defesa, média de pontos melhorou, o cara jogou muito solto. Já era o jogador que mais gostava de assistir desde OKC.
    Por fim Zaza, que é terrível ver jogar… Porém ele possui algo, que é uma defesa e passe melhores que do McGee, motivo pelo qual acho eu ser ele o titular.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados