logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 12 set 2017 às 10:17
Revisão da temporada – Indiana Pacers

Time negociou o seu principal jogador ao fim de 2016-17

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Lucas Colisse

Indiana Pacers (42-40)

Temporada regular: 7º lugar da conferência Leste
Playoffs:
Eliminado na primeira rodada para o Cleveland Cavaliers em quatro jogos
MVP da campanha:
Paul George (23.7 pontos, 6.6 rebotes, 3.3 assistências, 46.1% de aproveitamento nos arremessos de quadra e 39.3% nos arremessos de três)

Pontos positivos

– Depois de sofrer com lesões Paul George teve um ótimo ano. Assumiu o protagonismo da equipe e a conduziu à pós-temporada. Apesar de ter sido muito duro com os companheiros e ter expressado a vontade de sair de Indiana, sem o ala a equipe não teria chegado onde chegou.

– Myles Turner melhorou todos os aspectos do seu jogo. O segundanista elevou seus números em todas as estatísticas e teve algumas atuações dignas de um All-star. Espera-se que com a saída de Paul George ele tenha mais espaço e se torne o pivô que Indiana precisa.

– Lance Stephenson voltou à equipe no fim da temporada e teve boas atuações. Liderou o banco de reservas e deu trabalho para os adversários. Com um contrato de aproximadamente quatro milhões de dólares pelos próximos dois anos, o ala-armador pode ser útil no atual momento de rebuild em Indiana. 

Pontos negativos

– Não era esperado que o Pacers eliminasse o Cleveland Cavaliers, mas a história poderia ser outra se o time conseguisse executar melhor as jogadas nos fins das partidas. Houve momentos em que Indiana tinha chances claras de conseguir a vitória mas tudo desmoronava dentro de quadra. Dois ou três arremessos que caíssem, três jogadas defensivas  bem feitas e a pós-temporada poderia ter sido diferente.

– Assim como já havia sido no ano anterior, a irregularidade foi o grande problema durante o ano. Em alguns jogos o time jogava como quem pudesse vencer qualquer um na liga, mas em outros atuava com desinteresse e desorganização.

– Eliminado dos playoffs e com o principal astro querendo sair, Indiana partiu para uma reconstrução estranha. Negociou Paul George por Victor Oladipo e Domantas Sabonis mesmo tendo ofertas melhores, porém de times da mesma conferência, na mesa.

– Após 13 anos como presidente de operações, Larry Bird abandonou o cargo e será apenas conselheiro da equipe. A posição, a princípio será ocupada por Chad Buchanan ex-assistente de operações do Charlotte Hornets.

Análise

Em uma conferência onde a única certeza é o Cleveland Cavaliers, era esperado que o Pacers, saudável, e com Paul George liderando, chegasse mais longe. A sétima colocação na temporada regular os colocou justamente contra os Cavs, e a mesma irregularidade que os deixou nessa situação, eliminou a equipe na primeira rodada dos playoffs.

O trio formado por Jeff Teague, George e Myles Turner teve um ano de muitos altos e baixos. Ora eram exibições dignas de all-stars, ora não se encontravam em quadra. Faltou entrosamento e mais trabalho em equipe. Ficou claro durante alguns jogos que os atletas não confiavam plenamente uns nos outros, o que levava a declarações duras na imprensa, sempre procurando um culpado.

A eliminação precoce culminou na saída de Larry Bird da presidência. Quem assumiu interinamente foi Kevin Pritchard, que logo negociou Paul George e colocou uma interrogação no futuro de Indiana. Para tentar reorganizar a franquia, Chad Buchanan, ex-assistente de operações do Charlotte Hornets foi contratado.

Futuro

Saíram Paul George e Jeff Teague para a chegada de Victor Oladipo, Domantas Sabonis, Bojan Bogdanovic, Darren Collison e Corey Joseph. Se com o talento de George Indiana sofreu para se classificar à pós-temporada, sem o ala o time deve lutar pelas primeiras escolhas do Draft.

O que conforta os torcedores do Pacers é que, em uma conferência tão fraca e imprevisível quanto a Leste, tudo é possível. De um modo ou de outro, este ano será utilizado para desenvolver os jovens da equipe. Myles Turner deverá ser a primeira opção de Nate McMillan no ataque. Glenn Robinson III também ganha mais minutos e Lance Stephenson tentará recuperar o basquete que apresentou anos atrás com o mesmo uniforme.

Com ou sem playoffs, Indiana deve terminar o ano melhor do que como está começando. Pronta para recrutar um universitário nas primeiras escolhas, ou com planos em mente para o futuro elenco, dependendo do desempenho dos jogadores. No momento, o futuro não está claro e o Pacers não tem uma direção certa a seguir. As respostas para franquia e torcida deve vir ao longo da próxima temporada.

  • Marcos Pastich

    Só uma pequena correção… O Pacers foi eliminado em 4 jogos pelo Cleveland.

  • Henrique Mathias

    Parabéns pelo trabalho, amigos, mas “houveram” é triste de ler. Abraços!

  • Acredito que consigam chegar aos Offs com a 8a vaga, ou brigar por ela ao menos.

    • Michel Moral

      Ir aos playoffs não é Impossível. O problema é identificar quem vai ser o líder desse time. A única opção hoje é Myles Turner, que tem grandes chances de ser um grande jogador, mas talvez não esteja preparado para isso.

      Ou então veremos o filme: “Oladipo, a redenção de um mito” rs.

      A verdade é que se trata de um time bem humilde, usando um termo educado. Acontece que no Leste a disputa da oitava vaga deve vir com muita emoção rs rs rs.

      Mas eu diria que em termos individuais, o Knicks com Melo tem obrigação de jogar a próxima pós-temporada.

      • Brinell Arcanjo

        Acho que a briga vai ser feia pela 7 e 8 vaga. Vejo Sixers, Heat, Detroit se matando por essas vagas. Knicks, Pacers também tem chances, porém menos prováveis.

  • Rodrigo Richter

    ainda hoje achei a trade do george muito estranha, não achei que foi tudo isso

  • João Gabriel

    ta de brincadeira, o cara vem dizer que foi vacilo do Indiana não tem ganho alguns jogos dos cavs, belo de um anti

    • Enzo Soares

      E não foi ? GW perdido no G1, entregar a vantagem de 23 pontos no halftime do G3 …

      • Chimbinha

        Tambem acho

      • João Gabriel

        ok, se não fosse por esse pequeno vacilo os pacers com certeza teriam chegado a final da nba, se pá vencido

        • Enzo Soares

          Quem disse que passariam ? Só mostrei que poderiam ter ganho no mínimo 2 jogos.

          • João Gabriel

            isso aí, inclusive os pacers são o segundo melhor time do leste, melhor que os celtics que só venceram um jogo

          • Leo

            Nossa véio… Tá viajando… A única coisa que está sendo colocada em questão é que se o time do Indiana não fosse tão inconstante dentro de uma mesma partida é que a série teria sido mais longa… E não 4×0 Cavs…

          • João Gabriel

            não pela inconstância, é pela inferioridade, larguem de clubismo kkkkkkkkk

          • Leo

            Na verdade quem está sendo clubista é você… Qualquer idiota sabe que o Cavs era muito melhor que o Pacers… Mas a série poderia ter sido um pouco mais longa, tipo 4×1 Cavs ou no máximo 4×2…

          • João Gabriel

            então os pacers são melhores que o boston?

          • Leo

            Não, o Boston também era muito melhor que o Pacers… Mas nas circunstâncias que se apresentaram naquela série entre Cavs e Pacers o time do Pacers poderia ter ganhado um ou dois jogos se não fosse tão inconstante durante as partidas, em especial nos jogos 1 e 3…

          • Enzo Soares

            kkkkkkk ok então cara. Tá precisando interpretar melhor as coisas

  • Alex Alves

    E pensar que seria Fultz ou Ball + Turner rsrsrs os torcedores do Indiana devem estar putos até hoje

  • Marcos Gordinho

    Baseado no novo nome para gerente de operações e nos feitos que o mesmo foi responsável em Charlote… F…..!!!!

  • Victor Chittolina

    Essa troca do PG foi uma piada. Resolveram reconstruir e pegaram um Oladipo com mais de 20 milhas por ano, um Sabonis que não honra o sobrenome e nenhuma pick pra ajudar. E, pra piorar, ainda correm o risco de fazerem uma campanha “digna” nessa conferência atirada às traças, tirando a possibilidade de uma escolha alta no próximo draft.

    O que o time vai fazer na temporada é uma incógnita. O Turner pode desenvolver ainda mais e carregar eles a uma sétima ou oitava posição ou podem empilhar derrotas e ficarem no final da tabela.

    • Michel Moral

      A troca foi uma piada mesmo, em termos de negócio. Poderia, ou melhor, deveria ter feito algo melhor.

      Mas que a troca deveria acontecer, deveria. Não existia mais essa de “convencer George a ficar”. O que acontece nos bastidores deve ser muito forte.

      Duvido que George, sendo aliciado pelo Lakers, como o próprio Magic assumiu, jogaria pelo Celtics, por exemplo.

      O Pacers estava vulnerável. Isso e um fato. Mas poderia ir atrás de algo melhor, sem dúvidas.

      • Victor Chittolina

        Eu acho que eles foram muito “afobados” pra trocar o PG. O problema era o fato de ser o último ano de contrato e os rumores que ela já estava acertado com o Lakers; (quase) ninguém ofereceria mundos e fundos por um jogador nessa situação, por melhor que ele fosse.

        Mas com certeza ele teria que ser trocado porque não ia ficar e o Pacers ia sair de mãos abanando. Mas eles conseguiram basicamente nada com a troca. Um Oladipo que não estourou, com mais 4 anos de contrato, tomando 21 milhões do CAP, um Sabonis que também não aconteceu e nenhuma projeção. Vieram sem picks e ocupando espaço na folha. Pioraram o time e ficaram sem opções para o futuro.

        Achei um péssimo movimento.

        • Leo

          Ninguém ofereceria mundos e fundos não… O Celtics ofereceu Bradley, Crowder e mais alguém que não me recordo pelo PG… Só pediram um tempo para fecharem com o Hayward antes… Mais o jumento do GM “não quis esperar”…

          • Victor Chittolina

            Eu acho que ninguém incluiria uma estrela na troca, mas uma troca como essa faria BEM MAIS SENTIDO. Foi burrice mesmo em Indiana.

          • Alex Alves

            Sinceramente um pacote Bradley + Crowder + alguma pick alta um pacote muito melhor do que eles pegaram.

            A base do Indiana seria: Bradley + Crowder + Tuner, era correr atrás de algum armador bom na FA e alguém para cobrir a posição 4°.

  • Marcelo Desoxi

    Durant e Curry em um certo conflito por causa dos patrocinadores hsuhsu, KD disse que nenhum jogador quer portar Under Armour, ironicamente Curry é o modelo da empresa, e acabou tendo que defender seu peixe.

    • Brinell Arcanjo

      Vai azedar o clima no vestiário. Por causa disso agora eles só vão conseguir 70 vitórias na fase regular. kkkkk

      • Marcelo Desoxi

        kkkkkkk clima azedou, agora vão conquistar o título perdendo 2 jogos nos playoffs.

  • Leo

    Tinha que trocar é de técnico, porque esse McMillan é um BOSTA!!!!! O cara não tem repertório de jogadas… É sempre a mesma coisa… Sem contar que o cara não sabe montar uma defesa no mínimo decente…

    • felipe fernando Oliveira

      Concordo. Vejo esse time dos Pacers a cara de George Karl.

  • Bruno Macedo

    Concordo que o leste pode tá bem fraco mas os times que estão arrumados desdo ano passado estão muito a frente dos outros que estão chegando agora ao patamar de offs ou então saíram por perdas de jogadores, se não acontecerá muita zebra e todos jogarem no seu potencial vejo só uma vaga aberta no leste.

  • Gustavo Santos

    Oladipo vai mitar nessa temporada

    • Chimbinha

  • Fabrica de Vassilo

    Lembro quando começou a temporada, que nego colocava o Pacers como top 3 da conferência, é final de conferência contra o cavs. Quando eu dizia que não era lá essas coisas, nego ria. Vejo o Turner e o Towns jogadores parecidos no futuro, porém o Towns é mais “pronto”, já é uma realidade, Turner tá mais cru que ele, mas já está em ascensão. Poderiam fazer uma reconstrução mais rápida se pegassem coisas melhores nessa troca.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados