A afirmação de Westbrook

Falta pouco para o final da temporada regular da NBA. E, com menos de duas semanas de jogos, as perguntas estão no ar. Quem será o campeão? Quem vai ganhar o MVP? Como parar o ataque do Warriors? Derrick Rose volta a tempo? São todas dúvidas que, em uma medida ou outra, logo serão sanadas. Mas, ao mesmo tempo em que a temporada regular nos trouxe dúvidas, também já nos permite ter certeza sobre alguns fatos. E um deles é a afirmação de Russell Westbrook como um dos melhores jogadores da atualidade.

Eu já utilizei este mesmo espaço para elogiar Westbrook antes e sei que trata-se de um dos atletas mais polêmicos dos últimos tempos. Em campanhas vitoriosas no Oklahoma City Thunder, ao lado de Kevin Durant, o astro sempre foi criticado por diversos motivos – desde muitos desperdícios de bola aos inúmeros arremessos forçados. É inegável, porém, que ele não é só um bom jogador – dentro de suas características.

Crescendo à sombra de Durant, muitos podem não ter percebido isso. O fato é que, além de um atleta completo, Westbrook é também um dos competidores mais intensos da NBA. E isso faz com que divida opiniões. É, guardadas as devidas proporções, o que sempre aconteceu com Kobe Bryant: o atual líder do Thunder segue o estilo “ame ou odeie” do astro do Los Angeles Lakers. A diferença é que o ala-armador tem conquistas que se impõem frente a isso tudo.

Nesta temporada, o armador parece conseguido se descolar de Durant para se estabelecer como um dos atletas da elite da NBA. São nove triplos-duplos na campanha (até o momento em que o artigo foi escrito, sendo quatro consecutivos), além de médias espetaculares de 27.6 pontos, 8.6 rebotes e 7.2 assistências por partida. São números de videogame acontecendo toda noite em quadra. Ao longo de fevereiro e março, ele teve mais de 30 pontos e 10 assistências por jogo.

Por conta dos triplos-duplos, surgiram inevitáveis comparações entre Westbrook e o lendário Oscar Robertson, único atleta a ter um triplo-duplo de média em uma temporada (1962). Ocorre que, na década de 1960, o basquete tinha menos nuances e as estratégias de jogo menos complexas. As partidas tinham em média 125 posses de bola, quase 30 a mais do que nos tempos atuais. Logo, Robertson tinha mais posses de bola para conseguir suas estatísticas. Jamie Cooper, colunista da ESPN, fez um trabalho para projetarmos como o armador se sairia no cenário de cinco décadas atrás. Seus números aplicados proporcionalmente ao ritmo registrado na histórica temporada do “Big O” resultaria em algo próximo de 47 pontos, 12 rebotes e 15 assistências. Loucura.

Na prática, é verdade que isso pouco vale e – em especial – não serve em nada para desqualificar a lendária temporada de Robertson. Nem é este meu objetivo. Trata-se apenas de uma maneira didática de evidenciar que Westbrook faz um ano histórico diante de nossos olhos – e que, muitas vezes, preconceitos pessoais de muitos torcedores impedem que apreciemos. Fenômeno similar aconteceu, por exemplo, na época em que Kobe era um dos jogadores mais odiados da NBA por enfrentar uma acusação de estupro e ter brigado com Shaquille O’Neal. Naquelas temporadas, o astro do Lakers teve algumas de suas melhores atuações na carreira – várias das quais estão nos livros dos recordes hoje.

A comparação com Kobe serve para mostrar, claramente, um exemplo em que essa premissa é verdadeira. Fato inegável é que Westbrook realiza uma das temporadas mais incríveis que eu já vi na NBA. Ele não deve ganhar o MVP pela campanha de seu time – e, quando Kevin Durant voltar, não deverá ter o mesmo nível de produção estatística. Apesar disso, para mim, a temporada prova que o armador do Thunder está no topo da pirâmide dos jogadores da liga. Sua intensidade, habilidade e competitividade estão muito acima da grande maioria de seus rivais. Sendo assim, é questão de tempo para que se transforme em um vencedor.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • MDias

    Uma vez Westmula sempre Westmula, traduzindo significa que Westbrook tem QI de mula empacada!

    • Nicolas Dias

      Você realmente assiste os jogos dele? Westbrook é muito intenso, ele tem muito coração e se deixa levar pelas emoções o que tira sua concentração e prejudica sua seleção de jogas, mas melhorou muito nesses aspecto nessa temporada. Não precisa ser fã, mas não reconhecer isso é muito haterismo, o cara tirou o OKC do último lugar e colocou em 8° no selvagem oeste, com um time que nunca fica saudável

      • Nicolas Dias

        jogadas*

  • Bruno#L.A.Lakers16

    Eu adoro o estilo de jogo do Westbrook , a energia que ele tem , a raça , disposição isso me cativa … fora que tem uma habilidade absurda é fominha ( curto jogador assim .. MJ, Kobe , etc ) Westmito e Anthony Davis são os 2 jogadores que estão me chamando a atenção atualmente !

    • Claudio R.

      quer jogador fominha, vai assistir basquete de rua!!!…. Se o West conseguir repetir essa temporada nas seguintes ai sim, considerarei um jogador no nivel dos craques, fora isso, é só uma temporada excepcional… já vimos esse filme outras vezes, então….

      • Bruno#L.A.Lakers16

        Fominha/confiante pra mim é o jogador confiante em si .. que tem confiança em seu chute em seu jogo e não pipoca ou poem a responsa para outro .. emfim gosto dos fominhas pq eles tendem a ser mais clutch.. estilo MJ , Kobe .. e quem sabe Westbrook no futuro , e mais respeito ai tu não tá falando com tuas nega não !

        • Claudio R.

          ta muito nervoso irmão, rlx!!!… Cada um tem um modo de ver o jogo, eu já prefiro, o estilo Lebron james, Larry Bird, Magic Johnson… enfim, mas se for do nivel deles é sempre bom assistir…

          • Bruno#L.A.Lakers16

            To tranquilão .. flws

          • pedrokadf

            e não é so vc Claudio, se fizerem uma votação, a cada 1000, 999 gostam destes estilos q vc falou…
            West chuta muito, força muito, acerta pouco, fominha é pouco, hoje msm, ngm gosta deste estilo (torcedores, companheiros de equipe, técnico), tirando um ou outro (leia-se bruno). Não podemos negar q o cara é raçudo, muita habilidade e velocidade, mas enquanto ele não mudar essa parte fominha dele…
            O apelido do cara é/era magic, pq será ? todos queriam ir a arena ver o magico em ação.
            Mas cada um tem uma opinião… mesmo sendo um opinião não lucida ao meu ver como essa do bruno kkk

          • Rafalal

            Estou com Bruno nessa gosto de jogador que bota a bola de braço do braço e resolve. Lógico que o cara tem que saber dosar tbm. Mas prefiro assistir um westbrook jogando do que um CP3.
            Harden tbm tem esse estilo de receber a bola e tentar resolver ajogada.

          • Samuel

            To com o Bruno também. O jogo fica muito mais intenso com jogadores assim. Ele põe raça na camisa e a cada jogada, enterrada que faz se exalta. Ele é um fominha, mas por falta de opção e técnico no time, mesmo assim ainda trás resultado. E o Dion que põe a bola debaixo do braço e só faz merda ?

  • Queira me desculpar, mas hoje pra mim o West é um cara que só preenche Box Score. E eu gosto muito do estilo de jogo dele, mas a campanha do Thunder prova isso.

    Ele já conseguiu inúmeros TDs nessa temporada, e mesmo assim o time do Thunder continua perdendo. A culpa é apenas dele ? Claro que não. Os outros atletas e Scott Brooks ( principalmente ) têm suas parcelas. Mas vendo a suas atuações nos últimos tempos, pra mim fica claro que ele está ali apenas para encher o seu Box Score. O jeito que ele joga mostra, a forma como ele “envolve” os companheiros mostra. Passa uma imagem pra mim que ele não se importa se o time ganha ou perde, se ele conseguir o seu TD está tudo certo.

    Até por esse motivo, ver ele jogar hoje já não me enche os olhos.

    • odlan caique

      Desculpe Olavo, mas Westbrook não apenas preenche se box score com seus números.
      Mas ele está tentando envolver muita mais seus companheiros no jogo.
      É só ver seus números de assistências.

      Porém o estilo dele é esse, pegar a bola, correr, tentar a bandeja, errar pegar o rebote, arremessar de novo… infiltrar bater na defesa, fazer o passe pra fora, brigar pelo rebote etc…

      Se o Thunder está onde está (brigando pela 8ª vaga no oeste), os méritos são de West.

      • Olavo #WeAreRipCity

        Então, mas essa coisa de envolver os companheiros, pra mim, é mais uma forma dele encher o seu Box Score, concorda ?

        Eu vejo vários jogos do OKC, e a impressão que me passa é que as assistências que ele distribui são apenas pra conseguir outro TD, porque se dependesse dele, ele iria arremessar todas as bolas. Ele não mostra confiança nenhuma nos seus companheiros. Depois que ele consegue as 10+ assistências ( Porque ele sabe quando ele atinge. Em vários jogos, ele já foi visto perguntando pro pessoal que fica nas mesas se ele já tinha conseguido ou não o TD ), ele não mostra mais vontade nenhuma de passar a bola para os outros jogadores.

        E sim, eu sei que se não fossem por algumas (várias) partidas espetaculares dele o Thunder não estaria onde ele está. Mas convenhamos que o Thunder poderia estar em uma posição bem melhor se não fossem por algumas decisões que ele toma dentro de quadra.

        • odlan caique

          Sim, concordo em alguns pontos.

          Mas em diversos jogos ele conseguiu 12+ assistências chegando até a 17.
          Como disse o jeito dele é esse que vemos. Não tem como tentar fazer ele jogar como um CP3 por exemplo… A mesma coisa se tentássemos fazer CP3 jogar igual West não daria nem um pouco certo.

          Temos que lembrar que ele está jogando sem muitas opções… Do seu lado ele tem Waiters,Single, Augustin (que vem mt mal), Adams que convenhamos não é um bom pontuador.
          Suas opções são muito restringidas.
          Acredito que a volta de Durant será muito boa pra ele, apesar dos números que devem cair consideravelmente ele irá ter alguém para confiar, e um caa que irá tomar a bola dele nos momentos decisivos onde ele aumento consideravelmente seu nível de fominha.

          Não tenho duvida que as decisões dele custaram algumas vitórias ao Thunder, mas se OKC estivesse no oeste estaria disputando a 5ª posição com o Wizards. ( Sem contar que não joagaria tantas vezes contra Spurs, Warriors, Blazers, Clipers, MAvs, Menphins, Rockets, etc, etc…

          • Olavo #WeAreRipCity

            Sim, eu sei que é o estilo de jogo dele. Mas em vários momentos esses números monstruosos dele não se transformam naquilo que é mais importante: Vitórias.

            Um exemplo é o KD do ano passado. Você citou que as opções do West não são das melhores, com Waiters, Singler, D.J. Augustin, etc. Eu respeito sua opinião, mas pra mim são boas peças pra se trabalhar. Não são ótimas, logicamente, mas também não são nada horríveis. Ainda mais se você incluir aí Morrow e Kanter, que vêm jogando com boa qualidade.

            Mas voltando ao KD: Ano passado, Durant não tinha nenhuma dessas armas no time, e mesmo assim levou o time a segunda colocação no Oeste. E Durant não teve nem de perto os números que o West tem agora. Mas o que muda quando é o KD ? É a eficiência. KD é um cara que dificilmente vai prejudicar seu time com atitudes ou decisões erradas. Repetindo, ele não teve os números do West, mas ele sempre soube envolver os companheiros quando necessário, não apenas pensando que ele resolveria tudo.

            O que eu quero dizer é que os números do West são realmente impressionantes, mas em certos momentos não são eficientes. Você não precisa necessariamente ter esses números monstruosos pra fazer o seu time vencer, basta fazer o necessário. E, pra mim, West não me parece interessado nisso.

          • Zorg

            Olavo, gosto muito da plasticidade do jogo do West, da sua intensidade da imprevisibilidade mas vc colocou a questão central no jogo dele … ” … são realmente impressionantes, mas em certos momentos não são eficientes…”
            Acho que ai entra o grande treinador, o cara que vai sentar com esse cara e mostrar, detalhar, explicar que sem envolver os demais esses números ficarão vazios …

        • vitorhugo.j3

          Concordo com você Olavo.
          Eu sendo torcedor do Thunder, acho legal Westbrook com os seus triple doubles, suas partidas de 40 Pontos, mas como você disse, isso não resulta em vitórias. E também percebo isso que você falou, o alvo de Westbrook não é envolver seus companheiros de quadra na partida, ou que seu time conquiste uma vitória (sim ele se preocupa com a vitória, mas não é seu objetivo principal)mas sim encher suas stats, fazer seus TD, bater recordes de assistências, pontos, de rebotes pego por um armador, é nisso que Westbrook está interessando, percebo que esse é seu principal objetivo em quadra.
          Westbrook também gosta de ser o Herói da partida, o cara que irá estampar as principais matérias esportivas do próximo dia, um exemplo, foi o que ocorreu no jogo contra os Grizzlies, onde no final do jogo tentou 2 arremessos de 3 extremamente difíceis de se acertar, com um jogador (Morrow) on fire no time.

          Pra ter um cara como ele no seu time é tanto pro bem, quanto pro mal. A um tempo atrás defendia o fato de ser o MVP ou ser cotado a ganhar o prêmio, mas ao analisar melhor toda a situação, hoje tenho uma opinião diferente.

    • Claudio R.

      concordo… tenho a msm percepção..

      • Claudio R.

        concordo… tenho a msm percepção..com o Olavo

    • Kleber

      Concordo. Me lembra um trem desgovernado. Um 2K humano.

    • Bernardo

      Cara, no meu modo de ver as coisas nao existe isso de jogador que só enche boxscore, se um jogador faz por exemplo: 33 pontos, 11 rebotes, 12 assistencias, e o time nao venceu, quem tem menos culpa é esse jogador. Penso dessa forma..

    • Nicolas Dias

      Dizer que Westbrook só preenche box score é muito injusto, se o OKC for aos playoffs é por causa dele, OKC chegou a estar em último até que ele retornou de lesão em dezembro e com muito esforço colocou o OKC em 8°, ele tem tirado leite de pedra, um coach limitado e um time que nunca fica saudável.

      • KD tinha um time pior, o mesmo técnico horrível, e levou o OKC a 2º no Oeste ano passado.

        De novo, West vem sim fazendo jogo espetaculares e levando esse time do OKC nas costas, mas em vários jogos ele tem esses números e o time ainda perde. E ele não parece se importar com isso.

        • Claudio R.

          bem lembrado… e ainda foi MVP, coisa que o Westbrook não vai ser… e outra o KD fazia seus 40 pontos e o time vencia, não fazia 400 triplos duplos pra encher linguiça…

      • Jesus

        Pra mim, o Anthony Davis tá tirando mais leite de pedra que o West. O elenco do Pelicans é pior que o do Thunder e tão ali, pau a pau. Eu concordo com o Olavo quanto a só encher boxscore e ele enche MESMO… Com pontos, assistências, rebotes, FG ATT, 3PT ATT, TO’s… Daí eu olho o boxscore e vejo 40 pts, 11 reb, 10 ass, 9 TO, 8 – 35 FG, 2 – 12 3PT. E o time perdeu no final.
        Eu acho que ele tem TUDO pra ser excelente, mas ser excelente significa fazer o time vencer, envolver todos no jogo. Ele centraliza DEMAIS as jogadas. Tanto que pode arremessar 30 bolas em 30 minutos e ainda assim conseguir 10 assistências. Eu vejo nele um espírito guerreiro. Ele sempre quer mais 2pts pra estatística, mais um rebote… mas não vejo ele com a gana de vencer a partida, não os duelos individuais.
        É claro que tem muito do dedo do Scott Brooks aí. Se ele tivesse um time organizado, com todo mundo engajado, os jogos do Thunder iam parecer menos pelada. Não acho o elenco tão ruim assim, não. Mas parece que ninguém consegue “pegar ritmo” com o West. Ninguém recebe a bola com frequência, não tem uma sequência de participações. Assim, fica difícil de o elenco ajudar, já que ninguém consegue pegar confiança pra fazer uma jogada que não seja espaçar a quadra.

    • A

      Pois é, eu o vejo do mesmo jeito. Não acho que seja tão ruim, mas… não gosto.

      Uma das coisas que não admiro no mundo dos esportes é a “forçação” de barra. Westbrook é um dos que mais forçam jogadas na Liga, às vezes tenta pela técnica e inteligência, mas, ao errar, volta a jogar com o pé no acelerador e indo para a cesta como se tivesse caçando algo.

      Pode ser bom, e até mesmo importante (com vitórias), mas tira a dinâmica da equipe, fica um jogo meio peladeiro, com um cara que só quer fazer certas coisas a qualquer custo.

    • dumz

      Concordo plenamente com a análise do Olavo !! Apesar de eu achar o West um craque, é um jogador que joga apenas para si, e não para a equipe !!

      Isso não faz de mim ou de quem pense desta forma um hater. Apenas discordamos da maneira como o West produz para a equipe.

      Reiterando, é um grande jogador, mas que, em minha opinião, joga apenas para si.

  • Mailson

    Gosto muito da competitividade dele. Mas se ele se dedicasse a ser mais playmaker e parrasse de chutar bolas com mais de 10, 15 segundos por posse ele conseguiria mais vitórias pro seu time, envolveria melhor seus companheiros e teria muito mais assistências do que já tem. Resumindo, se ele tivesse de inteligência o que tem de competitividade ele seria do mesmo nível de LeBron e Durant.

  • odlan caique

    Westbrook provavelmente é o jogador com maior número de adjetivos da liga…

    Peladeiro, burro, guerreiro, folgado,marrento, slasher, dunker,shoter, scorrer, playermark, bom, ótimo, sofrivel, carregador de piano, entregador de jogo, fominha, entre outros milhares….

  • Gabriel Faleiro

    Até entendo quem não goste dele, mas tenho certeza que 90% do pessoal que o critica se conseguisse fazer o que ele faz e quando olhasse pro lado visse aquele timinho que o Thunder tem no momento, pegaria a bola e tentaria decidir todas. Waiters é fraco, Singler é fraco e Adams é fraco. O unicos que salvam no momento naquele time é o West e o Kanter.

  • MandaChuva

    O Artigo diz que os números de west vão cair assim que Durant voltar. Oras, acontece o mesmo com Durant quando West joga. Um sempre vai “limitar” o outro.

    • Mailson

      E os dois vão sempre elevar os status de Oklahoma.

  • paulo

    Sempre leio os seus artigos Ricardo Romanelli, e muitas vezes não concordo…mas dessa vez acho que vc acertou em cheio! É exatamente oq eu tenho dito por aí…ame ou odeie, West está jogando um absurdo. Abs e parabéns. Mesmo nem sempre concordando, seus artigos estão sempre num nível muito alto, pra mim um dos melhores comentaristas de basquete do brasil, devia escrever mais.

  • Rafael

    Chutando na maioria das vezes abaixo de 0,400fg. Stats infladas de um jogador que não tem a menor vergonha na cara de ser stats hunter. É um bom jogador, mas não é o que os TD dizem. Se Durant e Lebron chutarem todas sem se importar com nada, até o FG ficar abaixo de 0,400….farão 50 pontos de média por partida.

    • Claudio R.

      verdade…. um cara que chutava tanto quanto o Westbrook, 30, 35 bolas por jogo.. Fez quase 40 pontos de media no campeonato e terminou 41-41, sabe quem é? Michael Jordan… Quando ele percebeu que esse tipo de jogo ia arruinar suas chances, ele diminuiu o numero de chutes e jogou com a msm gana, mas de forma coletiva, o que deu? 6 titulos… e ainda continuou com medias de 30 pontos..falta essa percepção pro Westbrook ser campeão.

    • Rony Heat

      Concordo com o claudio ( senta lá)
      Westbrook ainda não percebeu, o que KD, Lebron e jordan perceberam. Não adianta nada fazer 50 pontos e seus times perderem. Tem que ter um limite de arremesso.
      Um bom limite é 20 arremesso por jogo.
      KD,lebron e jordan se quiserem teriam médias de 40 pontos fácil fácil. Mas isso iria destruir seus times.

      • Claudio R.

        isso aí… não entendi o “senta lá”

  • vitorhugo.j3

    Com os jogadores que o time tem a disposição, Duvido se Brooks montasse uma rotação sensata, tipo:

    C Kanter- PF McGary- SF Morrow- SG Singler- PG Westbrook

    C Adams- PF Jones/Novak- SF Lamb/Jones- SG Waiters- PG Augustin

    E se Westbrook se doasse mais pro time, se não estaríamos em uma posição mais confortável, mesmo sem KD e Ibaka.

  • Álvaro S.R.

    Gosto do estilo de jogo dele, mas ao mesmo tempo sei que nos prejudicou em muitos jogos com tomadas de decisão ruins ao preferir tentar decidir ao dar a bola para um companheiro tentar o arremesso em posição melhor, inclusive no jogo de hoje, mas acho que a galera ta exagerando ai nos comentários, falando algumas bobagens, mas como opinião não se discute não vou nem falar nada.

  • Guilherme Martins

    Não gosto desse tipo de jogador. Só os engulo quando tornam-se vencedores, e mesmo assim prefiro os que envolvem os companheiros no jogo.

  • Caio César

    Vejo o pessoal criticar West, dizendo que era para o Thunder esta em uma colocação melhor se não fosse o estilo de jogo dele e tal…

    Acho que o pessoal esquece a posição que o Thunder estava antes de West voltar ao time.

    Acho que o pessoal esquece que ele foi eleito o melhor jogador do mês de fevereiro e março do oeste pela NBA e nesses meses o OKC venceu bem mais do que perdeu.

    Então o problema do Thunder não estar melhor colocado no oeste não é de Westbrook, pelo contrário, a posição que o OKC se encontra hoje é graças as atuações dele, não fosse isso, o Oklahoma já teria dado adeus as chances de playoffs a muito tempo.

  • Criticar o Westbrook com a temporada que está fazendo é quase absurdo. Preferência por estilos dd jogo obviamente cada um tem a sua, mas a verdade é que Thunder só está competitivo devido a intensidade do Westbrook. É um jogador fenomenal que está fazendo o atual time muito limitado do Thunder jogar no mesmo nível que Memphis, Houston.. .

    Dizer que é só boxscore é loucura, o cara tem fome por vitórias, qualquer um que o assista jogar percebe isso.

  • West é ARMADOR, então ele em PRIMEIRO lugar tem que organizar, reger a equipe, e isso ele NÃO FAZ, falar que o time do OKC é fraco, eh sacanagem, o time eh bom sim, agora se seu armador não te envolve nas jogadas, toda bola quer partir pra dentro, ou jogar sozinho é ÓBVIO, que isso eh ruim para todos e os desmotivam, parece que ele quer apenas RECORDES INDIVIDUAIS, isso é o que vejo…

    mas se ele jogasse de SG, seria perfeito…

    • BrunoM

      Entao Kyrie, Damian Lillard, Bledsoe, Dragic… sao o que? Porque os vejo pontuando principalmente, ao inves de organizar o jogo. Os tempos mudaram, amigo. Nao eh mais aquele jogo onde o armador que distribui as assistencias, os alas so arremessam e os pivos sao exclusivos do garrafao. Westbrook tem otima medias de assistencias. A diferenca entre organizar o jogo e CADENCIAR o jogo é grande. Ele organiza muito bem, infiltrando e abrindo a bola para os companheiros. Agora cadenciar, ele nao tem essa nocao

      • em nenhum momento disse que o armador não pode pontuar, apenas disse que “para mim” ele não é armador, e pronto. Agora você disse que ele ORGANIZA a equipe, acho que não vemos o mesmo jogo, ou existe outro Westbrook, tem dias que a bola dele não cai e ele mesmo assim força as jogadas…

    • Se é isso o que vê, com todo o respeito possível, você está precisando de óculos meu camarada.

      O West tem quase 10 assistências de média, o que comprova que ele passa sim a bola, com médias superiores a maioria dos armadores da NBA. Ele não tem o estilo do Wall, mas faz o time jogar no seu ritmo, com a sua intensidade. É uma outra forma de ver o jogo, mas não envolve menos o time por isso.

      E para comprovar que o OKc é fraco, sem o West o time é : Kanter, Adams, Morrow/Lamb, Waiters/Andre Roberson.

      Onde quer esse time é bom?

      • Números, apenas números…

        eu vejo que ele joga individualmente, para alcançar seus números e não pela equipe, agora se você acha esse time ruim, Kanter, Adams, Morrow, Lamb, Waiters, Roberson, por exemplo esse time eh tão ruim assim???

        para finalizar não gosto desse tipo de jogador, individualista, que joga pra si mesmo, se ele fosse mais humilde, poderia ele e o Harden jogar juntos, ou o ele e o Jackson tbm… e outra se o time tivesse Harden, jogando ao lado de Durant e Ibaka e Jackson o time teria ficado melhor

  • tiago

    Varias pessoas chamam ele de peladeiro, burro e etc… Mas gostaria de saber se não iriam querer ele nos seus times KASFHKLÇD Westbrook é um ótimo jogador e vem fazendo uma temporada incrível.

  • Vlad-BH

    Joga muito. Às vezes afoba, mas é o estilo dele.

  • Jesus

    Não sou louco de dizer que ele não é talentoso. Acho ele o melhor armador da liga do “estilo novo” (tiro, com isso, Chris Paul da conversa), que ataca mais a cesta, contribui com muita intensidade, pontuação, batendo pra dentro. Melhor que o Kyrie, melhor que o Lillard… jogando nesse estilo, caso estejam todos 100%, só o Rose é melhor que ele.
    Mas (sempre tem um “mas”) eu vejo ele sem espírito de equipe. Falta que ele jogue para o time vencer, mesmo que isso signifique às vezes jogar fora da bola, fazer um corta luz, rodar a bola até um companheiro em que a assistência não seja dele. Ele é um baita jogador, mas é um forçador de barra sem igual. Tá certo, como ele está SEMPRE com a bola nas mãos, um alto número de TO’s é se não aceitável, justificável. Como não possui grandes estrelas ao seu lado (agora, com a lesão do KD), arremessar entre 20 e 30 bolas todo jogo é justificável. E também por ser a principal arma ofensiva da equipe, é sempre muito marcado, por isso justifica-se o baixo % nos arremessos. Mas ele força demais. Se confiasse mais no time, enxergasse melhor o jogo e/ou tivesse um treinador que cobrasse dele mais atenção e disciplina tática, ele poderia ser não apenas o armador com melhores números, com também o armador que mais tem impacto nas vitórias da equipe.
    Acho que o fato de a equipe estar em oitavo lugar na conferência é pro bem e pro mal em razão do Westbrook. Desde que ele voltou, a melhora foi significativa – principalmente quando o Durant jogou junto. Mas em jogos importantes, para desgarrar dos Pelicans, tem faltado ao Thunder um jogador que bote o JOGO embaixo do braço, não só a bola. Por isso, o Thunder ganha cinco seguidas, depois perde quatro, ganha mais duas, perde mais três…

    • Zorg

      Jesus, West é um daqueles jogadores que são diferenciados …. tanto as suas qualidades (para aqueles que gostam) como seus defeitos (para os que não apreciam) são motivos de amores ou de ódios não tem como ficar indiferente a esse tipo de jogador (Kobe, Lebron, West, Harden … guardadas as devidas proporções e comparações entre eles) mas só o fato de gerar tantos comentários já demonstra o quando esses jogadores são diferenciados dos demais …. e esse tipo de jogador sempre terá esse “MAS” … eu particularmente acho que falta ao West é eficiência e capacidade de cadenciar o jogo …. trabalho que deve ser feito, desenvolvido e cobrado pelo treinador …. resumindo, falta ao OKC um melhor treinador … um treinador que possa elevar o jogo do West para um patamar coletivo tão alto como ele consegue fazer com seu jogo individual ….

      • Jesus

        Acho que é bem por aí mesmo. Vale a lembrança: ninguém odeia quem é podre (a não ser que ele seja do teu time). Pro bem ou pro mal, o Westbrook não tem como te deixar indiferente. Ainda assim, acho que a NBA tem patamares. Os craques – LeBron, KD, Kobe, Duncan, Wade (esses últimos pelo que já jogaram)… -, os ótimos – Westbrook, Harden, Curry, CP3, Anthony Davis… – e por aí vai. Mas ainda não consigo colocar o West (e o Harden) no mesmo nível de Kobe e LeBron.

        • Claudio R.

          e nem deve… os caras que vc citou são campeões em primeiro lugar, todos MVP ou de temp regular ou de Finals ou dos 2, em segundo não são craques em apenas um fundamento, são completos… então por tudo isso, eles estarão sempre em outro patarmar, são as chamadas superestrelas…

  • Allan

    Acredito que o Westbrook merece alguns elogios e com certeza devemos ressaltar algumas oportunidades para de fato coloca-lo no patamar dos grandes jogares. É importante elogiar a postura de liderança que ele assumiu no OKC. É impossível um líder sempre tomar as decisões corretas, mas quando ele tomar as decisões incorretas, ficará claro que foi por falha dele, e isto fica claro na atual situação do OKC. A responsabilidade veio para o colo dele e ele não correu disto. Excesso de TO na liga… baixo FG… são decisões que ele assume a responsabilidade. Talvez lhe falte experiência como líder de um time, por isto a quantidade de acertos (TD) e erros (TO, etc) tornem ele um jogador amado e odiado.

    Com certeza ele tem muito potencial para se firmar, mas hoje vejo ele como um líder em desenvolvimento, e não como um líder consolidado.

  • indalencio

    JESUS.

    • Jesus

      Oi?

  • sebas

    Gosto muito do West e sempre gostei. Jogador muito talentoso. Agora com a ausência do Durant e de outros jogadores, sobrou pra ele a bronca de comandar o time. Ele tá respondendo muito bem. Mas

    não o coloco na conversa de MVP porque seu desempenho está sendo suficiente no máximo para uma briga pela 8ª vaga no Oeste. No ano passado, Durant sem Westbrook manteve esse time no topo da conferência por exemplo. Agora em 2015, o Rockets sem D12 se manteve competitivo com a grande temporada do James Harden. O Warriors é a melhor equipe da temporada com folga e muito disso se deve as performances do Stephen Curry. West não chegou nesse nível ainda.

    E uma coisa que cheguei a comentar com o Fábio Balassiano no Twitter e acho muito pertinente. O Scott Brooks parece ter dado o que tinha que dar pra essa equipe do Thunder. Mesmo com Durant o time é empacado no ataque, mesmo tendo talento pra ser muito mais que isso. Acho que boa parte da responsabilidade desse estilo porra louca do West se dá pelo esquema de jogo do Thunder. Muitas “isolations”, pouca movimentação de bola e jogo concentrado nas mãos de poucos jogadores. Não dá pra esperar que um time que jogue dessa forma e ainda perde sua principal estrela (Durant) ter um ataque que realmente seja eficiente, muito menos esperar que o Westbrook seja menos porra louca.

    Acho que um treinador com uma mentalidade ofensiva mais desenvolvida poderia ajudar o Westbrook a evoluir seu jogo, se tornando um cara mais eficiente. Comparo com o caso do Monta Ellis. Peladeiro nos tempos de Warriors e Bucks em equipes pra lá de desorganizadas. Já no Mavs, jogando com um treinador fantástico que é o Carlisle, ele evoluiu horrores.

    Cheguei a cogitar na minha conversa com o Bala, imagina se o George Karl espera mais um pouco e não assina com o Kings. Quem sabe nesse offseason, ele fosse pra OKC. Imagina caras como KD e West sob a batuta de um treinador com tanta qualidade pra montar bons ataques? Imagina se o Thunder tivesse ousadia de procurar o Steve Kerr antes do Warriors…Vou nem ficar pensando, pq não adianta mas seria muuuuito interessante se acontecesse hahahah

  • karas jah pararam pra pensar o quanto o kara foi important pro time em uma partida q faz 40 pts e mais d 10 ast?? isso quer dzer q no minimo ele foi responsavel por 60 pts da eqipe, vejam bem q eu dsse no minimo, e falo d participacao direta, fora as outras jogadas q ele contribui, fato eh tdo mundo gosta do curry e tdo mundo odeia o west, mas o kara joga e joga mto, e eh decisivo e importantissimo pro okc

  • ele soh erra pq tenta e nao se esconde do jogo