Acusado de homicídio, ex-armador do Los Angeles Lakers é procurado pela polícia

O armador Javaris Crittenton, que já atuou em três equipes da NBA, virou manchete nos principais veículos de imprensa dos Estados Unidos e pode ter a sua carreira precocemente encerrada.

O jogador, de 23 anos, está sendo acusado de homicídio pelo Departamento de Polícia de Atlanta e já é considerado fugitivo, após a expedição de um mandado de prisão nesta sexta-feira.

A informação é de que Crittenton teria assassinado uma mulher no último dia 19 de agosto. A vítima levou um tiro no quadril e morreu no hospital, durante uma cirurgia. A polícia acredita que a mulher não era o verdadeiro alvo do jogador, mas sim um homem que teria roubado Crittenton em abril deste ano.

O jogador, que defendeu Los Angeles Lakers (2007/2008), Memphis Grizzlies (2008) e Washington Wizards (2008/2010), ficou marcado ao se envolver em uma polêmica com o armador Gilbert Arenas, em janeiro de 2010. Na época, os dois foram suspensos até o fim da temporada por sacarem armas no vestiário do Wizards, após uma desavença. Crittenton pegou um ano de liberdade condicional, sem supervisão, pelo porte ilegal de armas de fogo.

Décima nona escolha do draft de 2007, o armador teve médias de 5.3 pontos e 1.8 assistências, em 113 jogos disputados na NBA.

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.