“Adoraria encerrar minha carreira no Clippers”, revela Blake Griffin

O Clippers sempre foi visto como o “primo pobre” de uma Los Angeles comandada pelo Lakers. Mas, nos últimos anos, a história mudou um pouco: os 16 vezes campeões da liga amargam as últimas posições da classificação do Oeste, enquanto o rival costumeiramente sem brilho surge como um dos principais candidatos ao título. E a sorte começou a virar quando, com a primeira escolha do draft de 2009, selecionou um futuro astro no ala-pivô Blake Griffin.

“O Lakers teve tanto sucesso no passado que a cidade é deles. Mas o engraçado para mim é que, durante meu primeiro ano na NBA, a gente ia enfrentá-los e a torcida nem nos vaiava. A coisa mudou agora: quando vamos nos aquecer, todo mundo vaia e você sente a hostilidade. Acho que é porque temos um time que pode competir e vencê-los hoje. Isso é ótimo para a cidade, o basquete e para nós”, lembrou o craque, em entrevista ao site Basketball Insiders.

A escolha de Griffin começou uma virada na imagem do Clippers, que seria consolidada dois anos mais tarde com a aquisição do craque Chris Paul junto ao então New Orleans Hornets. Por coincidência, o Lakers também esteve em negociações para contar com os serviços do armador e chegou a um acordo com a franquia da Louisiana antes. A transação só não foi fechada porque a NBA – dona do Hornets na ocasião – vetou (de forma polêmica) a troca.

Leia mais

Blake Griffin aprova mudanças no Clippers: “Vamos entrar em sintonia”
Griffin elogia atual elenco do Clippers: “Pode ser o mais talentoso que já joguei”
Com infecção no cotovelo, Blake Griffin terá de passar por cirurgia

Escolher o ala-pivô no recrutamento universitário foi o primeiro passo para o “primo pobre” de Los Angeles sair – nem que seja um pouco – da sombra do campeão da cidade. O Clippers abraçou o titular desde seu primeiro dia na NBA e ele também abraçou a franquia. Assim como sua primeira partida como profissional, ele gostaria que todas as outras e seu último jogo também fossem pelo time angelino.

“Los Angeles é a minha casa agora. O Clippers me draftou e estou aqui desde o início. Passei alguns momentos ruins com a franquia no passado e você se sente parte da mudança quando realiza uma virada como a nossa nos últimos anos. Eu estou feliz, amo essa cidade, e adoraria encerrar minha carreira aqui”, finalizou o craque, que pensa alto, no título, e acredita que pode ter o elenco mais qualificado da carreira ao seu lado na próxima temporada.

Griffin, de 26 anos, foi convocado para o Jogo das Estrelas nas cinco temporadas que disputou na NBA e eleito para um dos quintetos ideais da liga em quatro oportunidades. Ele registra médias de 21.5 pontos, 9.7 rebotes e 4.0 assistências em 375 jogos realizados com a camisa do Clippers. Desde que jogou o primeiro confronto na NBA, a franquia acumula 241 vitórias e 153 derrotas.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Paulo OKC

    Esse cara joga muito!!Seria o melhor da sua posição por um bom tempo mas pro azar dele(e sorte nossa)existe um tal de Anthony Davis.

    • Pedro

      Que ele joga muito não tem discussão, mas acho que pra almejar ser o melhor da posição tinha que ser menos sofrível na defesa (mesmo se fosse numa NBA sem o Davis)…

      • eduardo

        já melhorou no quesito, não é um love da vida

  • João Rafael Barros

    Só sabe enterrar!

    Fraco!

    • eduardo

      e vc nao sabe bosta nenhuma de basquete

  • Luan

    Frago pipoqueiro
    Tem a cara do.timeco que joga.

    • Alisson-Bulls

      Não sei se eles quis dizer “fraco” ou “frango”.

      • Luan

        Foi fraco aliboy

  • robertolakers

    Melhora a cada temporada. Sou Lakers e n sou muito fan do clippers mas confesso que tanto ele como cp3 são jogadores admiráveis se ver, jogadores de qualidade técnica muito elevada.

  • Alisson-Bulls

    Legal, bem louco, empolgante.

  • Victor Chittolina

    Bom jogador, mas não tão bom assim. É fraco na defesa e só é consistente pra pontuar dentro do garrafão, nas bandejas ou enterrando. Em compensação, é talvez o melhor passador da posição. Normalmente não se exige qualidade de armador para um ala-pivô, mas é um diferencial que complica muito pras defesas adversárias.
    Pra mim, é hoje o terceiro melhor da posição, atrás (obviamente) do Anthony Davis e (opção muito pessoal) do Lamarcão.

    • Neto

      Pra mim os tres estao praticamente no msm nvl,vai mais de gosto

  • Bruno#Lakers

    Deve ser estranho jogar em uma cidade que já tem dono ….. !

    • The Bulls

      Verdade. CP3 é o dono de Los Angeles.

      • Bruno#Lakers

        CPgordo não manda nem na casa dele !

        • Rodrigo Oliveira

          Mas doutrtina o Lakers…

          • Bruno#Lakers

            Lakers em reconstrução sim !

        • The Bulls

          Cp3 acaba com o Lakers. Hahah

  • jc

    Os caras falando que o Griffin “só sabe enterrar” e é “fraco, pipoqueiro”. Façam o favor de acompanhar mais o cara, na boa. Ofensivamente é um monstro! Ainda falta melhorar mais na defesa, mas passa longe (muito longe) de ser fraco.

    • Neto

      oq o griffin fez nesses offs foi bricadeira,jogodemais
      e foi o cara q mais evoluiu na liga

  • Lucas Ottoni

    Clippers hoje é a principal equipe de LA, em termos de time e qualidade técnica. Mas com o envelhecimento do Chris Paul e a aposentadoria do Kobe (o que será uma dádiva para o Lakers), o novo primo pobre de LA deve recuperar sua hegemonia. Com CP3 em fim de carreira, apenas Blake Griffin não será o suficiente para o Clippers se manter entre os melhores do Oeste, até pq o Griffin não é nenhum Anthony Davis. Já o Lakers terá um caminhão de dinheiro para remontar o time, já sem a presença do Kobe, que afugenta os astros da liga (LaMarcus Aldridge é o mais novo exemplo disso). Resumo da ópera: o Clippers que aproveite seus 15 minutos de fama. Dentro de uns 2 anos, o Lakers deve retomar seu posto em LA. Pelo menos, é o q eu acho.

    • luiz

      Isso acho q vai depender demais de como os Clippers tem capitalizado todo esse sucesso, pois acredito q eles estarão preparados para essa saída do Chris Paul, justamente já considerando q precisam de um time eficiente q gire em torno do Blake. Com a atual fase, é mto improvável q eles não tenham subido de patamar na questão investimento, ou seja, terão condição de bancar um time mais forte, assim como ser uma equipe atrativa para jogadores com potencial ou mesmo consagrados.

      Tem a vantagem de já ter o seu astro e com uma longa carreira pela frente(tem só 26 anos, um jovem para a NBA). Por outro lado o lakers deve passar por algo parecido com o que houve com os bulls, q ao perderem seu grande astro, não mais se acharam.

      Tem um agravante q, ao contrário da lenda MJ, o Kobe, apesar de genial, não tem o mesmo carisma e a mesma condição de ter um time em sua função(pelo sério problema de ego), porém com td isso, o time ainda é dependente dele e sequer soube sobreviver bem ao fim da era O’neal, vide a oscilação do time depois da sua parada. Creio q os Lakers vão seguir no seu hiato qdo ele parar, não vejo, pelo menos a curto prazo(pós parada do Kobe no caso), um horizonte bom, pois além de ter de montar um time do zero, não terão “o cara” para fazer isso

    • Rodrigo Oliveira

      Clipers tem um dono de verdade agora, que gasta ,que torce para o time bem é bilionário, o dono anterior que era o Cancer da equipe, sempre investindo pouco e contratando tecnicos horriveis(Vine del negro)etc.

  • Rodrigo Santos

    Aproveitem enquanto podem…

  • Junior Andrade

    https://www.facebook.com/americansportsshop?ref=aymt_homepage_panel

    Ai chegou camisas da NFL e da NHL na loja, fora as camisas de Garnett e Pierce da época de Boston, aquela com nome e numero dourado.

  • Renan Ronchi

    Lembrando que Clippers e Lakers não precisam ser antagônicos. Se um time é bom o outro não precisa necessariamente ser ruim. Pelo contrário, seria ainda mais legal se os dois times fossem muito fortes e a disputa pelo “soberano” de los angeles fossem duelos espetaculares, não essas surras de pau mole que Lakers dava no Clippers e agora é o inverso. Se as duas franquias fossem fortes ao mesmo tempo tenho certeza que seria uma rivalidade que ultrapassaria Lakers x Celtics, pois eles se enfrentam muitas vezes mais durante a temporada, seria tipo um Palmeiras x Corinthians, Grêmio x Internacional e por aí vai.

  • Marcio #Lakers

    Bom jogador, problema dele foi ser draftado, pelo lixo do Clippers, aproveite essa fama temporária, que estão tendo!!

    • Rodrigo Oliveira

      acho que o time que virou lixo nos ultimos anos foram o Lakers eim…

      • Marcio #Lakers

        E como eu falei, e bom eles curtirem o momento deles! Alias não ganham nada, jaja voltam a ser o saco de pancada como sempre foram!

  • Felipe Monteiro

    “Adoraria encerrar a minha carreira no Clippers”… e ficar eternamente sem anel.

    • Rodrigo Oliveira

      A chance é ate contratato do Crias Paul acabar, depois vai complicar , vai ter que ser esse ano, apesar que Spurs, Thunder e Warriors tem super times.

  • The Bulls

    já tem um tempinho que as chaves de Los Angels estão com o Clippers. Os Lakers ficam tontos kkkkkkkkkk

  • Eu gosto da franquia, tem bastante ambição principalmente depois que o Griffin ascendeu para um All-Star eles começaram acreditar mais neles do que ficar se comparando ao Lakers em status. Mas eu tenho a visão que eles são mais identificados com San Diego do que Los Angeles, o fato de hoje estarem dividindo protagonismo na cidade principal da California pra mim coloca muita pressão por resultados no Clippers e faz com que por exemplo: O Warriors seja um time altamente competitivo (também) que absorve bem menos pressão da mídia que já tem Sacramento, Lakers & Clippers na mira.

  • Felipe Mendonça

    Se não fosse o Anthony Davis, seria o melhor da sua posição na liga.
    Temporada passada melhorou consideravelmente alguns aspectos em que tinha dificuldade, principalmente aproveitamento de média e longa distância, jogo com as pernas e o físico do mesmo são sensacionais e claro, tem o diferencial que são o aproveitamento nos passes e os dunks mais monstros da liga.
    É empolgante ver Blake Griffin jogar!

  • RennanLAL

    Clippers tem um ótimo time, não duvido ficar entre os 2 ou 3 melhores do Oeste, tiveram a mesma campanha do Rockets ano passado e ainda reforçaram o time.

  • pedrokadf

    Todos falam isso, depois a conversa muda, a busca/pressão por anéis é grande…