Ameaçado, Scott Brooks espera seguir no comando do Thunder

Oklahoma City Thunder v Los Angeles Clippers - Game Three

A precoce eliminação do Oklahoma City Thunder desta temporada já teve um primeiro reflexo óbvio: a volta das especulações sobre a possível demissão de Scott Brooks. De acordo com Adrian Wojnarowski, do site Yahoo! Sports, a direção da franquia analisa o trabalho do técnico ao longo da campanha e sua saída está em pauta. No entanto, acostumado com rumores, o treinador garante não “perder o sono” com os comentários da imprensa.

“Sempre vai haver especulações e, independente disso, você precisa fazer o seu trabalho. Eu não estou preocupado com o que as pessoas dizem, mas sim em treinar a equipe e deixá-la preparada para o segundo semestre. Minha esperança é estar aqui na próxima temporada”, afirmou Brooks, que comandou o time a recorde de 45 vitórias e 37 derrotas, na última entrevista da campanha.

Um fator determinante para o fracasso do Thunder foi as lesões: o MVP Kevin Durant atuou em apenas 27 das 82 partidas disputadas pela equipe, o ala-pivô Serge Ibaka ficou afastado dos últimos 18 jogos da campanha e Russell Westbrook não participou de 15 confrontos no início da competição. Para o técnico, os problemas físicos vêm atrapalhando bastante seu trabalho em anos recentes.

“Nós não conquistamos um anel, mas fizemos várias coisas que colocaram-nos na condição de candidatos ao título. Nós tivemos má sorte em algumas temporada, então nunca vamos saber o que esse grupo pode realmente fazer até que todos possam estar saudáveis pelo ano inteiro e, mais importante, na época dos playoffs”, analisou o treinador, que já não havia contado com elenco completo nos últimos dois playoffs.

Um trunfo que Brooks ainda possui é o apoio total dos jogadores. Para Durant, o comandante realizou um trabalho brilhante no dia-a-dia de um grupo vivendo em constante instabilidade. “Scott é um líder para nós. Certificou-se de que todos ficassem emocionalmente estáveis ao longo do ano, pois tivemos vários atletas entrando e saindo do time. Isso é o que um técnico deve fazer. Ele fez seu trabalho e nos manteve unidos”, elogiou.

Westbrook também saiu em defesa do técnico e colocou-se radicalmente contra a demissão. “Scott fez um grande trabalho e acredito que não recebe o devido crédito por sua ação nos bastidores. Obviamente, quem não está aqui pode esperar outras coisas dele, mas como técnico e amigo, ele é sensacional comunicando o que quer de cada um. Eu acredito que fez um ótimo trabalho mantendo-nos unidos, com chance de playoffs até o fim”, exaltou.

Brooks assumiu o comando do Thunder em novembro de 2008 e, desde então, liderou a transformação do elenco em um grupo de jovens talentosos em um dos favoritos ao título todos os anos. Ele possui 338 vitórias e 207 derrotas no cargo (60.2%), posicionando já como terceiro treinador mais vitorioso da história da franquia – incluindo os tempos de Seattle Supersonics.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • So vou ler os comentarios

  • Galvão – EL HEAT

    Eu que torço pro Heat não aguento mais ver esse cara sabotando os talentos em OKC!

    • Nicolas Dias

      Exato, poderia ter o ataque mais criativo e eficiente da liga, mas devido as limitações do Brooks OKC tem um ataque movido a talento individual e nada tático. Pode ser um líder de vestiário mas no banco na hora do jogo, deixa muito a desejar, eu se fosse GM do OKC vendia a alma para trazer o Calipari. Westbrook, Roberson defendendo, Durant, Kanter e Ibaka defendendo os buracos que o Kanter deixa na defesa, e no banco Adams, McGary, Morrow, DJ e Waiters é um time de respeito, nas mãos de um bom técnico, tem chances reais de título.

  • Lucas

    Demitir Brooks e contratar quem?

    • Mailson

      Billy Donovan e Kevin Ollie seriam os cotados.

      Eu sinceramente não acho que vá acontecer. OKC ficará com Scott Brooks por mais uma temporada.

    • Bruno_Hornets

      Qualquer ser humano que consiga desenhar jogadas?

    • King Cuban

      Viny del negro

      • Felipe(@fhevorcks)

        Viny del Negro??? Q q isso cachoeira pegou pesado heim.

  • sebas

    Acho que já deu o que tinha que dar. Claramente o time não evolui mais com ele, principalmente no ataque. Uma mudança pode fazer bem a equipe.

    Só eu que fiquei com a impressão que os jogadores não acreditam muito na permanência dele? Todos falam quase a mesma coisa: “Ele FEZ um grande trabalho”.

  • Mailson

    Técnico fraco. Não sabe rodar o time e não há trabalho de jogadas ensaiadas. Se for campeão na próxima temporada será mais pela brilho individual de Durant e Westbrook do que pelos méritos dele.

  • felipeokc

    Vaza so isso q tenho pra dizer

  • MarceloOKC

    Acho melhor ir buscar o técnico do San Antônio para o ligar do Brooks
    Estou orando para que o Brooks seja demitido!

  • caio_l

    Ta na hora de um técnico com outra filosofia, o grupo em si é bom, tem 2 jogadores fora de série. Um técnico com mais experiência para a franquia seria de grande valia.

  • Seus maiores defeitos é a falta de jogadas de ataque (passa para o Durant, passa para o Westbrook) e não desenvolver jovens talentos, não dando muito espaço na equipe (pobre Phil Jones).

    Para mim já passou da hora de sair, o elenco do City é para criar uma dinastia. Mesmo com desfalques é inacreditável ficar fora dos Offs e ainda não ter sido campeão tendo o trio e os coadjuvantes que tem.

  • Álvaro S.R.

    Nem vou dizer nada, já falei em outros posts sobre isso, e acho que nem será demitido, deve continuar no comando na próxima temporada, só deve sair ao fim do contrato.

  • Um bom nome pro OKC seria o Mike Brown kkkkkk, brincadeira, mas acho que se o elenco vê o Brooks com bom olhos e se ele realmente é um agragador, um cara que consegue motivar e dar a volta por cima do thunder na proxima temporada, não acho que vá resolver tanto trocá-lo por um técnico de time universitário, seria uma aposta da diretoria do Thunder, mas acho que eles deveriam mante-lo mais um pouco, pra ver como o grupo vai estar na próxima temporada…

    • *agregador

    • Elvis

      alguns jogadores do warriors inclusive curry deram declaração defendendo o
      m. jackson quando ele foi demitido e estamos vendo o resultado agora, vamos ver o que a diretoria do thunder vai fazer ja que essa pode ser a ultima temporada do durant no OKC.

  • indalencio

    Eu quero ver o Durant sair do Thunder de camarote.

    Vai ser um time que se merece, com o GM + o Tecnico + os Jogadores.

    Vao tudo abraçado junto.

  • Willian Marques

    Calipari seria interessante, Vinny Del Negro nem tanto. O que é importante salientar, é que ser um agregador de valores motivacionais não significa ter talentos táticos e de flexibilidade de jogo. Foi como o parceiro lá em cima disse: “Até os jogadores tão sentindo que a hora dele chegou”. Parece aquela história do funcionário amigo de todo mundo que tem que ser mandado embora, mas ninguém tem coragem de ir falar com o cara.OKC tem time pra ser no mínimo campeão de conferência sim. Falta um comandante mais ousado, inteligente e sensato.

    • Zorg

      Calipari ??? Vc deve estar de gozação com o pessoal de OKC

  • Willian Marques

    E outra coisa: Só eu acho que é muito conveniente pra Durant e Westbrook defender ele? Afinal, o modo de jogar do Brooks privilegia ambos. Gostaria de saber da opinião do resto do time. E principalmente de quem saiu (Harden, Jackson), pq lembro que li aqui mesmo no Jumper (se não me falha a memória) uma matéria em que o Kevin Martin (quem é ele pra falar isso?) disse que “claramente quem joga em Oklahoma, sabe como as coisas funcionam por lá”.

    • Não William, eu tbm vi isso, eh mto fácil defender um treinador que deixa você fazer o que quiser em quadra…

  • Lucas Ottoni

    Brooks é um técnico medíocre. Durant e Westbrook no auge (e ele ainda tinha o Harden) camuflaram durante muito tempo suas limitações como treinador. Acho que é fundamental para OKC uma troca de comando. E pra ontem.

    OBS: o caso do Brooks é o mesmo do indiano técnico do Heat. Outro técnico medíocre. Foi só perder o LeBron que ele mostrou que é um técnico limitado. Não se classificar na baba do Leste tendo Wade e Bosh (a maior parte da temporada) em seu time só mostra que o real treinador campeão pelo Heat era o LeBron.