“Antetokounmpo é impossível de ser marcado”, exalta Brad Stevens

O Milwaukee Bucks deixou Boston com duas derrotas na série quartas-de-final do Leste, contra o Celtics, mas não por culpa de Giannis Antetokounmpo. O craque obteve médias de 32.5 pontos, 12.0 rebotes e 7.5 assistências nas partidas iniciais do confronto, acertando 24 de 38 arremessos tentados. O mais fantástico é que, para o técnico Brad Stevens, tudo isso foi feito contra uma marcação tão boa quanto planejou.

“Já são dois jogos em que acredito que fizemos um grande trabalho defensivo em Giannis e, ainda assim, ele anota 30 pontos. O cara acertou 13 de 17 arremessos de quadra nesta terça. Impressionante. Ele é impossível de ser marcado”, disse o treinador, que já havia elogiado o astro grego em entrevista recentes, depois da segunda vitória do Celtics na série.

Apesar das brilhantes atuações, Antetokounmpo acredita não estar realizando seu trabalho como deveria ao observar as apresentações apáticas do Bucks. “Sou um dos líderes desse time e tudo começa por mim: tenho que liderar pelo exemplo e esperar que todos sigam-me. É necessário que todos joguem mais firme e façam o que for preciso para que a equipe seja bem-sucedida”, cravou o ala.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.