Anthony Davis: “Com elenco saudável, não há limites para potencial do Lakers”

Anthony Davis foi um astro por onde passou desde o basquete universitário, mas nunca encarou um palco tão grande quanto o que vai encontrar na temporada que se aproxima. Após temporadas sob os holofotes na Universidade de Kentucky e no New Orleans Pelicans, o craque jogará em uma das cidades mais midiáticas dos EUA e um dos times mais vencedores da história da NBA, o Los Angeles Lakers.

“Eu estou pronto para tudo isso. No fim das contas, sou um jogador de basquete e Deus deu-me a capacidade de jogar em alto nível. Estar em um mercado enorme como Los Angeles é muito diferente de tudo o que já vivi, mas, quando você entra em quadra, é basquete – algo que já faço há mais de 20 anos. Estou animado com esse novo desafio”, afirmou o ala-pivô, em entrevista ao site Yahoo! Sports.

A missão e oportunidade serão ainda mais empolgantes para Davis pelo status com que chega ao novo time. Segundo Chris Haynes, do Yahoo! Sports, o ídolo LeBron James procurou a direção e comissão técnica do Lakers na offseason para advogar em favor do reforço ser a nova referência ofensiva da equipe. Ele admite que, por tal circunstância, uma função que sempre exerceu ganha contornos especiais.

“Tenho sido o ponto central dos meus times ao longo da minha carreira inteira, mas ver alguém do calibre de LeBron indo até dirigentes e treinadores da franquia para dizer que quer que eu seja essa referência aqui é uma honra. Sei que é uma grande responsabilidade, mas tenho certeza de que sou capaz de assumir o papel e vai ser muito mais fácil com o apoio do time que montamos”, disse o seis vezes all-star.

Mas, logicamente, Davis não tem intenção de ser apenas decisivo no lado ofensivo da quadra: o astro tem plena consciência de que, para o Lakers voltar aos playoffs e ser reconduzido à disputa do título, precisa ser tão dominante quanto já mostrou que pode na defesa. É por isso que o maior objetivo individual que ele estabeleceu para si mesmo é ser o mais consistente marcador de elite da próxima temporada.

“Eu quero ser defensor do ano, sim. Acho que sou capaz de conquistar o prêmio e, fazendo isso, ajudarei nosso time a vencer todas as noites. O rendimento ofensivo virá naturalmente, mas é na defesa onde desejo que todos confiem em mim e vou ser a melhor versão de mim mesmo. O troféu de melhor defensor da liga, agora, tornou-se uma meta primordial minha”, cravou o jogador de 26 anos.

Após uma temporada decepcionante, o Lakers “sacrificou” uma base quase inteira de jovens talentos para reunir dois dos principais craques da NBA, em LeBron e Davis. A franquia procura voltar aos playoffs depois de mais de meia década, mas não se engane: o único objetivo em Los Angeles é o troféu Larry O’Brien. E, para o ala-pivô, lutar pelo título é uma obrigação pelo elenco com que atuará.

“Nós temos um grupo para ser campeão. Temos os jogadores, comissão técnica e a mentalidade certa para vencer. Precisamos ter certeza de que vamos entrar em quadra todas as noites focados, pois só depende de nós mesmos. Se estivermos dispostos a fazer o que for preciso para ganhar, vamos ficar bem. Com o elenco saudável, não há limites para nosso potencial”, finalizou um confiante Davis.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Vitor Medson

    Se tudo se encaixar e todos ficarem saudáveis, os Lakers tem grandes chances de chegar WCF. Daí em diante tudo pode acontecer.

  • Rodrigo Morais

    Todos saudáveis da pra ser campeão mesmo, o problema tá ai mesmo, todos ficarem saudáveis.

    • Alan Ribeiro

      É agora ou agora para Lebron, ele terá ao seu lado o jogador mais talentoso com quem já jogou em uma equipe e ele tem a equipe mais mística da NBA, fora ainda veteranos que apesar de não serem muito confiáveis hoje é verdade, mas que no passado já foram grandes, então ele tem que mostrar que é o rei.

      • Tárcio

        Cara, eu amo o Davis, acho que ele pode fazer história na NBA.
        Sou Lakers, e torço muito que a dupla de certo, pra mim, facilmente a melhor da temporada.

        Mas, hoje, setembro de 2019.
        Não tem comparação.
        o Wade é o terceiro melhor SG da história, atrás somente de Jordan/Kobe.
        Responsável direto pelos títulos, principalmente pelo primeiro do LeBron.
        d Wade foi um monstro.

        Davis tem que provar muita coisa pra ser isso ai que você disse.

        • Alan Ribeiro

          Também acho que Wade hoje seja o terceiro maior ala armador da história, porém ele nunca foi o 3° melhor ala armador, em questão de talento puro Allen iverson e James harden são melhores, o que o diferenciou de ambos foram suas conquistas.
          Mas Davis é mais talentoso que Tim duncan, Kevin garnett, Charles barkley, Karl malone e Dirk, ele deve ser o ala-pivô mais talentoso da história, e é nisso em que me baseio então é questão de LeBron tirar proveito disso.

          • Playoffs Neném

            Caramba meu amigo vc dizer que AD eh mais talentoso que todo esses HOF vc deve estar de brincadeira com a minha cara. Melhor ler isso do que ser cego. Puta que me pariu.

          • Tiagão

            Acho que ele nunca viu Malone jogar. O segundo maior pontuador da história.

          • Alan Ribeiro

            Tá dizendo que Malone era mais talentoso que AD. Eu não vi isso é claro que os únicos jogos que assisti dele foram as finais de conferência e finais contra os bulls então não é parâmetro.
            Mas vendo como Davis consegue pontuar e defender, além de passar eu não sabia que outro ala pivô tinha sido tão completo.

          • Playoffs Neném

            Logo percebe-se pq falou isso, é de equivoco sem tamanho pra quem conhece a história do basquete. AD não fez e nem mostrou nada na minha opinião pra você dizer que é mais talentoso que esses HOFs. Talvez melhor que o KG, e tenho minhas dúvidas. O resto? Todos carregaram seus times com os parceiros. No Pelicans ele não conseguia nem ficar saudável a temporada toda, e pra mim atleticismo tb faz parte do talento do esportista.

          • Gustavo Henrique

            Garnett foi MVP naquele Wolves horripilante, Davis já ganhou o que? PS. Gosto do Davis

          • Playoffs Neném

            AD não consegue nem manter uma temporada inteira saudável.

          • felipe fernando Oliveira

            Volta aqui e escreva algo coerente. Respeito sua opinião mas sua viagem foi muito loka…

          • Joel

            Tim Duncan? kkkkkkk

            Jesus amado …

          • Tárcio

            Gosto de comparar essas coisas, qualidade de dupla, ou de trio, analisando o momento, o ano, em que patamar os jogadores estavam.

            Então o é o Davis hoje? Temporada 19-20?
            Algo como sétimo ou oitavo melhor jogador da liga.
            LeBron, Kawhi e Durant são de um nível superior
            Curry, Giannis e Harden de um nível ainda à frente.
            Ele está com o Embiid em uma terceira prateleira.

            Em 2010 o Wade quando se uniu ao LeBron [ou melhor foi o inverso] era um dos cinco melhores jogadores da liga.
            LeBron e Kobe eram de outro nível planetário,
            Durant já estava no nível do Wade junto com o Howard em um segundo patamar.

            Então, à preço de hoje, o Wade ainda está na frente do Davis como parceiro do LeBron.
            Mas pode mudar, depende do Davis, talento ele tem, Não vou entrar no mérito de Dirk, Malone, Duncan e cia. muito menos de Iverson e Harden.

        • Vinícius Maia

          Wade é o terceiro melhor SG da história, mas no tempo que ele jogou com o LeBron, eu não acredito que ele estivesse num nível acima do AD. Graças a idade e as lesões, mesmo jogando em alto nível e tendo impacto significativo em quadra, nos tempos do Big 3, o Wade já estava em declínio. Já o AD está entrando no auge. É um ala-pivô completo que vem evoluindo ano após anos.

          Só para deixar claro, eu não estou comparando a carreira de ambos e nem quem foi melhor no auge, mas sim os momentos distintos em que cada um deles formou uma dupla com LeBron e acho que pelo momento atual do AD, é seguro dizer que ele é a melhor dupla que o LeBron já teve.

  • Tá impossível usar o site

  • Alan Ribeiro

    Eu li esta matéria e me deu a impressão que Davis disse que Lebron, o quer como a estrela principal é verdade ou eu tô viajando?????? 😮😮😮😮😮😮.

    • Brockbell

      Lbj é esperto cara, ele sabe que ele joga absurdos, mas n é mais jovem, e sozinho n consegue título, principalmente pq o oeste tem no mínimo 7 times bons.
      Ele vai servir Davis, vai dividir os holofotes com ele pra n se desgastar demais.
      Davis parece ser boa pessoa, LBJ quer incentivar e motivar o colega para trazer aquele Davis o melhor ala-pivô da liga, e top 10 da temporada.

    • chamada “passagem de bastão” amigo

      • Alan Ribeiro

        Nãooooooooooo, LeBron James vai ser a estrela principal até a sua aposentadoria, não aceito outra coisa.

        • Não acho que ele vá jogar mal, mas naturalmente Anthony Davis tende a ser a primeira opção, até por conta da idade ser 26 anos, e a do Lebron ser 34

  • Jurandir Pedrosa

    Pelo o que observo, é o maior potencial ofensivo com que LJ já jogou… Sem ter o peso se ser sempre a referência ofensiva , LeBron vai ser ainda mais cerebral!!!

    • Thunder Rebuild

      Mas o trio do Heat e elenco de apoio, somava mais qualidade, e acreditar que um injury prone ira carregar toda essa sobrecarga de poupar o LJ, é acreditar no acaso.

      • Claudio R.

        Kawhi é muito mais injury prone q o AD

        • Michel Moral

          O Wade era injury prone, tanto quanto o AD é rs.

          Mas acho que Wade/Bosh eram suportes melhores ao LBJ do que hoje ele terá com AD.

          É que a circunstância é outra também. Não tô dizendo está decadente, mas a idade chegou e hoje ele já teve até lesão (algo inédito na carreira). Nesse sentido, acho que o papel de Davis será muito importante. Quando LBJ fala dele ser “o cara” do time, não é só para dar moral não. De fato é um cara mais novo, que vive o auge da carreira, ou seja, É SIM O MOMENTO DE DAVIS.

          • Claudio R.

            Concordo…. Lebron sabe que o que importa é o título e não prêmio individual de temporada regular… logo, é bola no Davis e deixa o resto se matar pelo mvp. Já nos offs, a onça bebe água

          • Albert Santos

            Isso aí.

    • Michel Moral

      Individualmente, o Heat de Wade e Bosh eram suportes melhores do que o Lakers tem hoje, na minha visão.

      Acho que esse Lakers pode ser melhor, mas vai depender do rendimento de muita gente que hoje já não vive o melhor momento da carreira e, pior, ainda gera certa desconfiança, como Dwight Howard, Rajon Rondo, McGee, Dudley. Na época, LeBron tinha Battier, Ray Allen, Rashard Lewis, Mike Miller, TODOS veteranos jogando o necessário.

      Fora que Avery Bradley, que seria um jogador importante também, desde que saiu do Celtics não conseguiu uma autoafirmação na NBA. Danny Green é outro que não pode deixar a peteca cair, apesar de estar com a idade mais avançada e tal. Ele é o cara das bolas de fora.

      Se chegasse pra mim e perguntasse: prefere o AD ou Wade/Bosh? Eu ficaria com a dupla do Heat, fácil.

  • Cavs nas Europas¨¨ TH

    LeBron é esperto…por essas e outras o cara é King. Apesar da idade ele sabe que pode ser referência, mas vai deixar a peteca com o Davis que tem totais condições de ser o First player do time. E, se precisar, ele põem a bola debaixo do braço e decide. Davis está em último ano de contrato, o Lakers vai apostar mais ainda nele para ser o cara da franquia no futuro, tem que deixar o jovem a vontade mesmo lá dentro, caso contrário ele n renova.

    • Alan Ribeiro

      Há eu aposto que LeBron vai aparecer nos play-offs, primeiro pq AD é pipoqueiro e segundo por mais talentoso que Davis seja, ele não é metade do jogador que LeBron foi, LeBron carregou o lixo do clevelando em 2007 até as finais, é verdade que quando enfrentou os Spurs tomou uma surra, mas ele mudava um time de patamar e realizava milagres, no máximo que Davis faz é levar um surra e culpar o time.

      • Tárcio

        O que exatamente tem de verdade na frase ”AD é pipoqueiro”???

        Números dele em playoffs [2x, 3 séries].
        30,5 ppg
        12,7 rpg
        2,5 bpg
        1,8 spg
        1,8 apg

        0-4 contra o Warriors em 2015.
        4-0 no Blazers e 1-4 contra o Warriors em 2018.

        Perder pro Warriors nos últimos anos, e de lavada, quase todo mundo perdeu.

        • Alan Ribeiro

          É verdade, mas todo mundo não chama James harden de pipoqueiro, por perder para o Golden state, assim como chamam cp3, westbrook, se você é um grande jogador e não consegue vencer nos play-offs, você é denominado pipoqueiro, simples assim.
          Além do que meu comentário foi mais alusivo, a não acreditar que LeBron possa se tornar uma segunda estrela, do que uma crítica a Davis.

          • Tárcio

            CP3 e Westbrook tem nítidas pixotadas nos playoffs.
            Evidentes quedas de desempenho quando o time mais precisa deles.

            Harden já foi, já bateu recorde de turnovers em partidas e em séries.
            Mas confesso, que mesmo não vencendo, ele melhorou esse aspecto nas últimas 2 temporadas.
            E assim como Lillard, Davis e outros não merecem o termo pipoqueiro só porque não venceram o título.

  • Michel Moral

    Impossível não fazer comparações entre Lakers e Clippers para essa temporada.

    Óbvio que os dois times têm condições de ser campeão, com franco favoritismo.

    Eu fico com o Clippers por uma razão específica: a chegada de PG e Kawhi não vai mudar uma filosofia de trabalho desenvolvida na franquia, que já estava dando certo, pois são dois caras táticos que se adaptam facilmente ao esquema pronto, por mais que sejam os dois primeiros nomes da franquia.

    Por sua vez, o Lakers está em construção. É um time que agora vai criar uma forma de jogar. Apesar de extraordinários, AD e LeBron terão que se adaptar, fora que a equipe vai ter que se adaptar ao que eles farão do time. É mais difícil.

    Além disso, acho que LBJ tem um estilo muito próprio de jogo. Todas as equipes que ele jogou tiveram a sua cara. Não dá para dizer que os times dele jogaram taticamente diferentes. E agora ele tem como principal pilar um pivô, algo também inédito, já que ele sempre exigiu playmakers de qualidade para jogar junto.

    • Tárcio

      NBA 19/20 não será um campeonato gaúcho.
      Estamos falando de um campeonato que, na minha opinião, tem 9 candidatos ao título, 7 deles no Oeste.
      Todos eles com totais condições de bater um dos 2, ou os 2.
      Então, talvez Lakers e Clippers nem se enfrentem nos playoffs.

      Ou seja,
      Acho que pra falar de um, não precisamos falar do outro.
      Acho que pra dizer que o Lakers é bom, não precisamos dizer que é melhor que o Clippers.
      Ambos são bons, cada um por seus motivos, e cada um tem seus defeitos assim como Warriors, Jazz, Nuggets, Rockets e Blazers, Bucks e Sixers.

      • Michel Moral

        Concordo com vc.

        Agora, vc sabe que vai todo mundo fazer esse tipo de comparação, pois foram as duas franquias que maia afitaram a NBA na offseason.

        Não precisa ficar chateado porque comparei seu Lakers com qualquer time. Estamos todos aqui na informalidade.

        • Tárcio

          é não parceiro,
          É só a vontade coletiva de colocar o Lakers pra baixo, nem que esse baixo seja o segundo lugar entre 30 franquias.
          kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Vinícius Maia

      Se o LeBron não estiver sendo apenas político ao dizer que quer Anthony Davis como principal referência da equipe ao invés de si mesmo, a adaptação pode se tornar ainda mais difícil, pois como você bem destacou, LeBron está acostumado a jogar num sistema voltado para ele. Vai ser interessante ver ele tendo que se adaptar a ser a segunda opção da equipe, se é que essa é a real intenção dele.

  • Pablo Leite

    Eis aí um grande “se”: ficar saudável. Não sei se Davis já teve alguma temporada completa, Kuzma já se lesionou na seleção americana e se machucou nas suas duas primeiras temporadas e LeBron já não é mais o Homem de Ferro que costumava ser.

    • Ricardo M.

      Eh sim !!! olha os numero da temporada passada

  • victor

    LBJ é muito inteligente e político, está deixando AD o mais a vontade possível, possivelmente é o último grande all star com que ele jogue na carreira e já viu que sozinho, com o fator da idade, nem ele consegue um anel.

    • Tárcio

      Sozinho só o Olajuwon conseguiu ,
      diga-se de passagih

  • Jg10 Natividade

    Chega logo outubro! Quero ver o Lakers!

  • Alan Ribeiro

    Eu também quero ver o o Dallas, vai ser demais mas afinal só vai dar para apontar os favoritos quando começarem os play-offs, aí sim eu poderei afirmar qual time o quais times terão a maior chance, antes de vê-los jogar é puro palpite.