Aos 19 anos, Luka Dončić é eleito MVP da Euroliga

Com apenas 19 anos, o prodígio esloveno Luka Dončić alcançou mais uma façanha em sua carreira. Depois de ser campeão europeu de seleções e escolhido para o time ideal da competição, em 2017, o prospecto cotado para ser a primeira escolha do Draft deste ano foi eleito o jogador mais valioso (MVP) da Euroliga, principal torneio de clubes fora da NBA.

O atleta do Real Madrid é o mais jovem da história a conquistar esse feito. Além do troféu de MVP, Dončić angariou o prêmio de Rising Star (Estrela em Ascensão) pelo segundo ano consecutivo e foi escolhido para o quinteto ideal do torneio.

Em 32 jogos disputados na atual edição da Euroliga, Dončić registrou uma média de 16.1 pontos, 4.9 rebotes, 4.3 assistências, sendo uma peça fundamental na caminhada do Real Madrid até o Final Four. Nessa sexta-feira, ele foi o destaque do time merengue na vitória sobre o CSKA Moscou por 92 a 83, que carimbou a passagem da equipe espanhola para a decisão do torneio.

Em abril de 2015, com 16 anos, dois meses e dois dias, o esloveno tornou-se o atleta mais jovem a atuar pelo Real Madrid na Liga Espanhola. Na temporada seguinte, ele passou a fazer parte da rotação do time principal.

O dono do Phoenix Suns, Robert Sarver, e o vice-presidente de operações de basquete da equipe, James Jones, estão em Belgrado, capital da Sérvia, palco do Final Four, para acompanhar de perto o jovem esloveno. De acordo com o gerente-geral do Suns, Ryan McDonough, a franquia cogita, além de Dončić, os pivôs DeAndre Ayton e Mohamed Bamba, o ala-pivô Marvin Bagley e o ala Michael Porter Jr. na primeira escolha no recrutamento.

A final da Euroliga será realizada neste domingo, e o adversário do Real Madrid é o Fenerbahçe, da Turquia, atual campeão europeu. A partida terá início às 15h (horário de Brasília) e não será transmitida por nenhum canal da TV brasileira.

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.
  • Aquino L.A.
    • Aquino L.A.

      Nando de Colo, que jogou no Spurs, tb esta neste First Team da Euroliga, uma pena que na NBA ele nunca rendeu dentro do esperado.

      • Ricardo Soares

        E olha que foi treinado pelo Pop.

        • Guilherme Petros

          Mas ele precisava ser um arremessador pra funcionar naquele Spurs. Ele foi contratado pra isso e não é bem isso que ele faz na Europa…

          • Ricardo Soares

            Tem isso tbm. Eu sei que ele é um jogador que fica mais com a bola lá na europa porém, acho que o jogador deve se adaptar ou encontrar um meio termo ao estilo de jogo do treinador.

          • Guilherme Petros

            É bem por aí. Mas aí tem que ter a paciencia da franquia e, principalmente, do jogador. Normalmente, esses caras já são estrelas na Europa e não querem esperar a adaptação nem ter que fazer outros papeis.
            Exemplos: Juan Carlos Navarro até foi bem no Memphis, mas decidiu voltar pro Real mesmo assim – até pq ele ganha mais grana na Europa, onde é estrela, que na NBA, onde é role player. Rudy Fernandes, idem (acho que esse é o principal caso de “sucesso que deu pra tras”). Llull simplesmente não tava afim de começar em outro lugar sendo que já tem um papel muito central no seu time. E por ai vai…

      • Luiz

        Ele já foi MVP tbm, o Bjelica também. Mas na NBA não rendem muito.

        • Aquino L.A.

          É por isso que eu fico com um pé atrás em relação a prospectos europeus. Não só eu, se vc acompanhar os mock drafts da NBA feito por analistas americanos, a maioria coloca Deandre Ayton como first pick e Doncic como a segunda escolha.

        • Guilherme Petros

          Bjelica foi mto bem durante a lesão do Butler. é um 6th man bem sólido.

      • TRUETHIAGO

        Com exceção do esloveno, todos os outros passaram pela NBA.

      • Guilherme Petros

        DeColo e Vesely jogariam fácil em muitos times de novo, se usados como são na Europa e não como foram na NBA.

    • Marcelo Desoxi

      Nick Calathes… nars.

      • Guilherme Petros

        possivelmente seja pelo estilo de jogo e pela cultura do basquete no país – que eu desconheço COMPLETAMENTE – mas jogadores gregos, mesmo bons, são máquinas de fazer turnovers. Vide o Spanoulis, o PG europeu mais vitorioso de sua geração (mais que o Teodosic) que já comete TO PRA CARALEO e virou um mão de alface tremendo quando passou pela NBA.

  • Itaquê Cunha

    Isso não significa muito na nba. Tiago Splittet foi MVP da ACB, MVP das finais e foi Inmetro coadjuvante na NBA. E só jogou pq teve paciência pra esquentar banco e entregar gatorade o primeiro ano todo.

    • Vitor Martins

      Se significa ou não alguma coisa na NBA eu não sei. Mas não dá pra diminuir os feitos do mlk. NINGUÉM sob hipótese alguma fez algo parecido com a idade dele. Splitter foi MVP da liga espanhola, não do Euroliga, e tinha 25 anos! Seis anos a mais que o Doncic. Rubiu foi um monstro na base, mas nos profissionais não era nem o melhor armador da Europa, quanto mais o melhor jogador com 19 anos. Porzingis era apenas uma promessa com essa idade. Ninguém jogou na Europa tão bem com tal idade.

      • Vince Mendes

        mas mesmo assim tem q ter muita calma marcação e intensidade da NBA é absurda é outro nivel vai ter que ver como vai ser a adaptação, nao acho que ele seja uma peça definida

        • Yan

          Concordo.

        • Guilherme Petros

          É quase “outro” esporte: muda o ritmo, o tempo de jogo, a intensidade da defesa, as regras pra marcação em zona, as jogadas, as divisões de papel pra cada jogador…
          Mas Doncic vale a aposta e será a primeira escolha.

          • Vince Mendes

            1? povo ta apostando nos EUA no Ayton

          • Guilherme Petros

            Verdade, estão. Mas vai ser o Doncic mesmo. rs

    • Guilherme Petros

      Mas foi um “mero coadjuvante” titular num timaço e campeão da NBA, vindo de um país que abandonou basquete lá nos anos 80. Não tem nada de pequena na passagem do Splitter pela NBA.

  • TRUETHIAGO

    Justo, ele assumiu completamente o protagonismo no Real Madrid, após a lesão do Llull (MVP de 2017). Claro que o prêmio em si não garante nada, mas é sim outro baita feito do garoto.

    Esse currículo do Doncic é um negócio bizarro, não existe parâmetro anterior, com essa idade.

    • MarcoLakers

      Ele é o maior prospecto europeu de toda a história.
      Impressionante!

    • Guilherme Petros

      Vi no Twitter mais cedo. Os mais jovens a ganhar MVP da Euro antes de Luka:
      Petrovic: 21 anos
      Sabonis: 22 anos
      Kukoc: 22 anos
      Radja: 22 anos

      O cara tá só com a nata do basquete europeu nessa.

  • Vince Mendes

    O Luka falou no Twitter q vai participar do Draft mas ficar mais um ano na europa, resumindo quem selecionar ele alem de nao ter um camp n vai ter ele no 1 ano.. isso pode fazer ele perder os tops do draft vi na ESPN essa noticia

    • Rafael Vieira

      Sério? Tem como mostrar?

      • Vince Mendes

        o Agra que falou na transmissão do ESPN League

        • MarcoLakers

          Ele (Luka) disse que não sabe se vai pra NBA, ele não confirmou nda sobre ir ou ficar.

          • Guilherme Petros

            Mas isso já era claro desde sempre: só pensariam no draft depois da temporada completamente acabada. Antes disso, não tomaria nenhuma posição.
            Mas é claro que ele vai entrar no draft esse ano.

    • Yan

      Mas ele disso isso com total certeza, ou que ainda tem chance de jogar o primeiro ano?

  • Gustavo

    Se o Suns deixar esse rapaz passar vai se arrepender

  • Paulo Henrique

    Se fosse americano ninguém teria dúvidas sobre ele ser 1st pick

    • Tulio Machado

      Simmons, Wiggins, Towns, o próprio Ayton, são todos estrangeiros mas se provaram no basquete universitário. A problema que na NBA é outra história, só talento não faz você vingar como um grande prospecto

      • O que não quer dizer muito, a história é cheia de prospectos que se provaram no basquete universitário e não deram certo na NBA. Euroliga tem um nível técnico maior do que o college, em sua maioria não são jogadores inexperientes de 18-22 anos, são veteranos, atletas experientes, alguns em seu auge físico. Se destacar nessa liga para um atleta de 19 anos é um feito maior do que os demais prospectos fizeram no college, sendo que as principais escolhas não foram bem no March Madness.

      • Paulo Henrique

        ”se provaram no basquete universitário” jogando contra caras q provavelmente nem vão ser jogadores profissionais. Doncic se provou na segunda liga mais forte do mundo, campeão e mais jovem MVP da história (por muito, alías), isso não quer dizer q ele vai ser um all star ou um novo MJ, mas é bem óbvio que existe uma certa preocupação com ele por ser europeu, e isso não é novidade, Porzingis passou pelo mesmo

  • Rafael Vieira

    Pra mim, não existe essa desculpa de encaixe. Luka Doncic já se provou num nível profissional em que nenhum calouro antes conseguiu. Além disso, é um jogador extremamente versátil, capaz de jogar nas 3 posições do perímetro. Só paira dúvida sobre ele porque não é americano.

    • Alex Vilela #PG MVP#

      Eu tbm não entendo quando colocam Ayton e cia num msm patamar que o Esloveno.

  • Brad

    Doncic é o tiro certo da vez, não da pra deixar passar.

  • Gabriel De Oliveira Meira

    Cara, não boto fé, NBA é outra coisa…. Joga muito bem, mas NBA é outra coisa!

    • Scary Terry

      Moleque é brabo, confia

    • Cara, sendo assim não dá para ter fé em nenhum prospecto, o atleta ter uma boa carreira no high school e college não o faz merecedor de confiança para jogar na NBA, porque a liga é outra coisa.

  • Wadson Pinheiro

    Sou torcedor do Suns e falei em outros posts que Doncic e a escolha mais segura por já boa experiência profissional no basquete europeu, mas eu iria de Ayton, pois para mim e uma das posições mais carentes do Phoenix e por ser um cara que tem muito potencial também. Se pudesse escolheria os 2. kkkk

  • Bruno Macedo

    Vai Suns faz essa burrada e perde o doncic, se esse cara não sair no TOP 3 do draft vai ser a maior aberração da história do draft.

  • ReggieMiller31

    Fico pensando será q ele sofrerá do mesmo “problema” do Lonzo, chegar na liga cheio de hype e virar alvo dos melhores marcadores adversários? Se formos mais pra trás teve tmb Kukoc, q era top na Europa e os próprios companheiros(Pippen/Jordan) de Bulls queriam marcar ele.
    Essa linha final da matéria me deixa triste, inacreditável.

    • Sander Santos Baptista

      O problema de os orinciprin marcarem ele, é um tal de Booker.

  • Lucas

    Quando se tem a primeira escolha não se pensa em encaixe até porque se está nessa situação o time não é tão bom, é só olhar Davis Embiid e perceber que se você conseguir uma estrela você está no caminho e Doncic é uma estrela.

  • Marcinho Mueller

    É muito simples, quem deixar passar vai se arrepender daqui 3 anos… Booker falou que quer disputar playoffs, é só escolherem esse moleque. Prospecto mais experimentado de toda era do draft, senão der certo na nba, vai ser a maior decepção do mundo. Mas é o que eu falei, é mais seguro pegar ele e não dar certo, do que não pegar e ele estourar no Kings… quem deixar passar vai ter que se explicar uns anos! Moleque tem talento de sobra.

    • Marcos Gordinho

      “Estourar” e “King” só combina com lesão.

  • Leonardo

    Grande jogador. Mas o Suns tem que ir no Ayton. A torcida local não perdoará nunca. Por incrível que pareça se escolher o esloveno o time entra em crise com a torcida, ehehe

  • Gabriel Queiroz Miguel

    Eu não sou o cara que mais acompanha os prospectos, mas sejamos coerentes:

    1) Os times da Euroliga são times organizados. Times do NCAA são apenas alguns. Logo, o primeiro campeonato é bem mais complexo;

    2) Jogadores do NCAA jogaram pare se valorizar para o draft, e por isso tentam onflar seus números. Jogadores da Euroliga querer conquistar a Euroliga, não precisando ficar elevando numeros; logo, Doncic joga mais pelo campeonato do que para se destacar apenas.

    3) o que Doncic fez com 19 anos NENHUM jogador fez na Europa, o mais proximo foi o Teodosic com 23 anos; e o esloveno tem muito mais para crescer.

    4) “Aí, Europa é diferente da NBA”, então quer dizer que o NCAA é do mesmo nível?;

    Resumindo: tudo indica que Doncic seja o melhor jogador deste draft, sendo o mais preparado e com um teto bem alto.

  • Guilherme Petros

    Não sei se eu daria o MVP pra ele, mas não quer dizer que não tenha sido merecido tbm. Foi o principal jogador europeu do ano e jogou um hype no basquete FIBA que há muitos anos não se via…
    A essa altura, todos já sabem que o Real foi campeão e ele foi MVP das finais tbm.