Aos 34 anos, David Lee anuncia aposentadoria

David Lee anunciou sua aposentadoria no domingo, pelo Instagram. Aos 34 anos, o agora ex-jogador da NBA atuou pela última vez na temporada passada, pelo San Antonio Spurs. Duas vezes convocado para o jogo das Estrelas, Lee foi campeão da liga em 2014-15, na passagem pelo Golden State Warriors.

Após cinco anos de altos e baixos no New York Knicks, foi no Warriors que Lee obteve mais sucesso. Em 2013, ele foi o primeiro atleta do Warriors desde Latrell Sprewell (1997) a ir para o All Star Game. Depois, lesionou-se, perdeu espaço com a ascensão de Draymond Green e foi para a reserva no ano seguinte. Após ser trocado para o Boston Celtics, foi dispensado e assinou com o Dallas Mavericks. Em 2016-17, ele fechou com o Spurs.

Em 829 partidas, ele obteve médias de 13.5 pontos, 8.8 rebotes e converteu 53.5% de seus arremessos.

Gustavo Freitas
Gustavo Freitas
Mineiro de Uberaba, é co-fundador do Jumper Brasil e fã do Boston Red Sox.
  • Joabe#GoSpurs

    Bom jogador!! E a passagem dele pelos Spurs foi muito boa, infelizmente teve a falta de sorte de se machucar naquela serie contra Warriors. Não sei se a aposentadoria precoce tenha a ver com o conjunto de contusões q ele teve na carreira ou se depois de tá recuperado agora dessa última, não veio receber proposta q lhe agradou de algum time e aí assim resolveu da um fim na sus carreira. Ainda acho q tinha vaga em vários times, fora isso o cara ta bem fora de quadra, o cara tá noivo da tenista Caroline Wosniacki

    • Chimbinha

      Tá bem mesmo então.A Wosniaki é uma maravilha

    • xmaah

      Dedmon conseguiu um contrato bom e acho que o Lee tbm conseguiria, essa aposentadoria deve ter sido por outro motivo.

      • Joabe#GoSpurs

        Será q esse motivo seria Caroline Wosniacki, rs?

        • xmaah

          fui olhar as fotos dela, que motivo bom pra largar qualquer coisa rs

          • Joabe#GoSpurs

            Com certeza, kkk

    • Caseh

      Eita, nem sabia que eles estavam juntos! Tem mais é que aposentar e seguir ela pelo circuito da WTA, mesmo… kkkk

  • Bom jogador, teve uma carreira muito boa, mas ao ver jogadores como Lee, West, Mc Dyess sendo all star, e vendo o Nenê tanto tempo bem na liga, vejo que faltou apenas mais um pouco de ousadia ao brasuca para ser all star por uns cinco anos, ao menos…

    • Vinícius Maia

      Você falou bem: o que faltou no nenê foi ousadia. Eu me lembro que, nos tempos de Denver, George Karl dava carta branca para ele aparecer mais no jogo, mas ele mesmo se omitia. Digo isso porque vi George Karl falando mais de uma vez em entrevistas sobre o potencial do nenê para ser um all star e que o nenê precisava chamar mais a responsabilidade e ser mais agressivo durante os jogos, mas ele nunca deu esse passo a mais.

      Até hoje eu observo um péssimo hábito nele como jogador: muitas vezes ele recebe a bola com condições de trabalhar uma jogada de um contra um, mas ele nem olha para a cesta ou para o seu marcador. Ele recebe a bola e já procura alguém para passar.

      • Pois é, quando ele estava no seu auge do Denver, tinha um ótimo aproveitamento nos arremessos, e era um dos alas – pivôs mais fortes, mas fazia isso mesmo, procurava alguém para passar a bola e raramente chutava mais de 12-13 bolas por jogo…

  • Thiago26 // NBA GAME

    Será que não recebeu o que esperava? Ele foi bem no Spurs, ressurgiu, até poderia ter mercado.

    Segundo o próprio Jumper, na época em que o mercado estava aberto, ele tinha rescindido o contrato para testar o mercado.

    – David Lee (foto) rescindiu seu contrato com o San Antonio Spurs para testar o mercado como agente livre irrestrito, mas a possibilidade do experiente ala-pivô renovar vínculo com o time texano ainda seria muito grande.

  • Foi bem ano passado, por que será que se aposentou?

  • vsr.snake

    Era um bom jogador, mas as lesões ferraram com ele. Vale lembrar que na série contra o Cavaliers na Finals de 2015 ele foi importante, visto que depois de perderem pro Cavs dois jogos seguidos, Kerr voltou com ele na rotação e o time passou a ser menos subjugado nos rebotes e incluiu mais um shot blocker.

  • Pablo Leite

    A impressão é que foi um jogador aquém do que poderia ter sido.

  • TRUETHIAGO

    Teve uma boa carreira, tecnicamente ainda parecia que tinha alguma lenha para queimar, vindo do banco e tal. Deve ter pesado a questão física mesmo, as lesões dos últimos anos, sendo essa última no joelho.

    Quanto a história com o GSW, na ocasião foi uma dose de acaso essa titularidade perdida. Na verdade, o Kerr ia começar a temporada com o David Lee de PF mesmo, ele tinha médias sólidas de praticamente double-double, apesar de não ser bom defensor. Mas daí sofreu uma lesão muscular na partida derradeira da preseason 2014/15, e aí sim o Draymond Green, que já vinha pedindo passagem pela ótima Serie de Playoffs que havia feito contra os Clippers, naturalmente assumiu o seu lugar no time. Warriors encaixou com essa formação, fez um início arrasador (23-4 antes da rodada de Natal) e obviamente sobrou para o Lee aceitar esse papel mais reduzido, jogando menos minutos. Claro que durante a campanha o Kerr poderia fazer essa mudança, mas do jeito que aconteceu nem sequer gerou problemas no vestiário, elenco rachado, essas coisas que podem surgir nesses cenários em que um jogador perde espaço.

    Curiosamente, a sua jogada final da vai ser essa cesta em cima justamente do… Green! Rs

    https://www.youtube.com/watch?v=L_iEsp9hKKg

  • Caio F.

    Essa aposentadoria me pegou de surpresa. Lee ainda tinha mercado se você analisar o nível da NBA.