Aos 40 anos, Jason Terry planeja estender carreira até 2019

Os jovens Thon Maker e Rashad Vaughn tinham dois anos de idade quando Jason Terry estreou na NBA, em novembro de 1999. Hoje, os três são companheiros de elenco no Milwaukee Bucks. O armador de 40 anos é o terceiro atleta mais velho em atividade na liga neste momento e já adianta: para realizar um sonho pessoal, ele está preparado para estender a carreira por mais um ano.

“Eu continuarei jogando, sim. A próxima será minha 20ª temporada e sempre quis atuar por 20 anos. Lembro de minhas inspirações, ídolos como Jason Kidd e Gary Payton, e esses caras atuaram uns 19 anos também. Sou uma pessoa movida por objetivos e essa é uma meta que coloquei para mim mesmo”, avisou o veterano, em entrevista a Gery Woelfel, do periódico Racine Journal Times.

E, se Terry quiser continuar jogando, o elenco do Bucks vai apoiá-lo. Para diversos atletas do time, o “quarentão” ainda mostra condições de seguir em quadra. “Jason ainda pode jogar. Movimenta-se, marca, arremessa. Nem vejo tanta queda em seu jogo nos últimos anos. Ele ainda é eficiente e sua situação atual diz muito sobre sua vontade, ética e conhecimento de basquete”, elogiou o pivô John Henson.

O armador só esteve em quadra por 145 minutos dentro dos 40 jogos do Bucks na temporada, mas Maker vê a importância do colega em um nível muito maior do que as quatro linhas medem. “Jason ainda consegue competir contra outros armadores. É um profissional, em termos de ensinar o que é preciso para jogar nessa liga. Se tenho uma dúvida, eu pergunto para ele. É uma figura valiosa”, exaltou.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Vitor Medson

    Restos mortais em quadra, mas deve ser muito importante no vestiário e isso faz ele ganhar importância para a organização.

  • Danilo Celtics #Banner18

    vai pro asilo

  • Um veterano como ele certamente tem um papel importante nos bastidores do jogo, principalmente em se tratando de um elenco jovem.
    Ah, ainda não te perdoei pelo que fez com o Miami, em 2011 kkkkkkk