Após 17 temporadas, Richard Jefferson anuncia aposentadoria das quadras

Richard Jefferson não é mais jogador de basquete. O agora ex-ala anunciou sua aposentadoria do esporte profissional neste sábado, encerrando uma trajetória de 17 temporadas e quase 1.200 jogos disputados na liga. Ele atuou por oito equipes ao longo da carreira, que foi coroada com a conquista do título da NBA em 2016, jogando pelo Cleveland Cavaliers.

A decisão do ex-jogador foi tomada em um momento delicado de sua vida, apenas três semanas depois que seu pai morreu – atingido em um tiroteio. “No último mês, eu tenho lidado com dois eventos que mudaram minha vida: a aposentadoria oficial do basquete e a trágica morte do ‘Big Rich’”, desabafou o ex-ala, no primeiro post de sua conta no instagram.

View this post on Instagram

Well here’s my first post! In the last month I’ve dealt with two life changing events back to back. My decision to move on from basketball and the tragic passing of Big Rich. The support of my family and friends have been huge. This video was taken after he bbq’d for about 20 people, something he would do a few times every summer. All I would do is tell people that I was having people over to my house and the next question was “Is Big Rich on the grill?” He really was a true OG. I’m going to miss all his one-liners, his cooking and his ability to make a whole room laugh. Until next time!!!! #RIPPLAYAPLAYA #tripleOG PAPA REALLY WAS A ROLLING STONE!!! 😂😂✊🏽

A post shared by Richard Jefferson (@richardajefferson) on

Jefferson foi o 13º escolhido do draft de 2001 e, além da sólida carreira na liga, ele também ganhou uma medalha de bronze olímpica em Atenas-2004. Entre outros times, o ex-atleta de 38 anos defendeu o New Jersey Nets e o Milwaukee Bucks nos melhores anos da carreira. Em 1.181 partidas disputadas, o veterano obteve médias de 12.6 pontos e 4.0 rebotes por noite.

Gustavo Freitas
Gustavo Freitas
Mineiro de Uberaba, é co-fundador do Jumper Brasil e fã do Boston Red Sox.
  • Michel Moral

    Fico com a sensação de que Jefferson poderia ser muito mais do que foi na carreira.

    Claro, ele fez muito, tem título e tudo mais.

    Porém, quando ele surgiu, eu via nele um potencial all-star. Atlético demais, boa mecânica de arremesso, infiltrava com facilidade…

    Tanto que logo de cara a Nike o pegou para ser uma espécie de sucessor do Vince Carter, como garoto propaganda.

    Então, assim… Esperava um teto maior.

    Mas valeu! Conseguiu manter-se quase que toda a carreira como uma peça relevante nos times pelos quais jogou, o que é muito importante.

    • Elias Ferreira

      Ele caiu de produção porque foi trocado várias vezes ou porque trocaram a função dele no time? Pontuava muito no Nets, mais depois parece que ele era mais marcação do que pontuação..

      • Michel Moral

        Pra mim, foi um jogador que não desenvolveu o que poderia.

        Nesses anos de Nets, o sucesso dele teve muito do dedo de um dos grandes facilitadores da história da liga, que foi o Jason Kidd, o que ajudou muito na produção dos números que ele angariou.

        Kidd fez de Kenyon Martin um all-star rs.

        Não querendo tirar os méritos dele, mas ficou aquém daquilo que se esperava.

    • Guilherme Petros

      Concordo. Eu curtia MUITO ele no Nets e quando ele foi parar no Spurs, achei q ia deslanchar. Porém, foi fundamental no titularidades do Cavs, jogando muito na 4.

  • Ramon

    Ninguém joga 17 anos na NBA atoa, nem no nível que ele jogou com Carter e Kidd no Nets.

    Foi um bom jogador.

  • LeBrOSMAN

    Sempre será bem recebido em Cleveland, pode ter certeza. Ele, o Dellavedova, o Channing Frye, e outros são o q as pessoas chamam de “Cult Hero, em Cleveland.
    R.J. tem mt futuro trabalhando na imprensa como repórter ou comentarista. O Cavs aliás, tá precisando de um repórter, já q a Allie Clifton foi trabalhar na TV do Lakers. R.J. já trabalhou alguns jogos como repórter da Fox Sports Ohio e foi mt bem, seria bem vindo com certeza.

  • Albert Santos

    Obg por todo o esforço que deu pelo meu time e espero que tenha uma vida de paz na aposentadoria !