Após derrota, Kyle Kuzma é cortado e EUA fecha elenco para Copa do Mundo FIBA

A seleção norte-americana entrou em quadra com atletas da NBA nesse sábado e, pela primeira vez em 13 anos, acabou derrotada. Liderada por Patrick Mills, que marcou 30 pontos, a Austrália conseguiu uma grande virada no último quarto para derrubar os EUA, em amistoso, por 98 a 94. Foi o ponto final de uma sequência de 78 vitórias, iniciada na disputa da medalha de bronze no Mundial de 2006.

“Algumas dificuldades são esperadas com um elenco novo, que ainda está tentando aprender um sistema de jogo e uns sobre os outros. Não vejo esse resultado como uma surpresa, mas foi uma lição sobre o patamar em que estamos como equipe e onde queremos chegar para a disputa da Copa do Mundo. E, como já havia falado, Patrick é um pé no saco!”, avaliou Gregg Popovich, sem perder o bom humor.

A derrota reforça a impressão de que os norte-americanos enviam sua equipe mais “vulnerável” em anos para um torneio internacional, abrindo brecha para potências europeias como Sérvia e Grécia “sonhem” em quebrar a hegemonia do Team USA. Com os jogadores da NBA, os EUA conquistaram as medalhas de ouro nos últimos três Jogos Olímpicos e dois Mundiais de Basquete.

Para a Austrália, a vitória tem um valor histórico enorme: segundo a ESPN, essa foi a primeira vez que a seleção da Oceania bateu os norte-americanos em 31 partidas disputadas. “Eles queriam mais a vitória do que nós, aparentemente. Esse duelo foi uma lição que precisávamos aprender”, lamentou o astro Kemba Walker, cestinha dos EUA na surpreendente derrota com 22 pontos.

Kuzma é cortado e seleção dos EUA fecha elenco para Copa do Mundo

Depois do jogo, a USA Basketball confirmou que Kyle Kuzma sofreu uma entorse no tornozelo esquerdo e não terá condições de disputar a Copa do Mundo FIBA. O corte forçado acaba por fechar o elenco de 12 jogadores norte-americanos para a disputa da Copa do Mundo FIBA. Confira como ficou a seleção que vai ser comandada por Popovich na China:

Armadores: Kemba Walker (Celtics), Donovan Mitchell (Jazz), Marcus Smart (Celtics) e Derrick White (Spurs)

Alas: Harrison Barnes (Kings), Jayson Tatum (Celtics), Khris Middleton (Bucks), Jaylen Brown (Celtics) e Joe Harris (Nets)

Pivôs: Brook Lopez (Bucks), Myles Turner (Pacers) e Miles Plumlee (Nuggets)