Após grandes atuações no Eurobasket, De Colo considera volta à NBA

A presença da seleção francesa no pódio do Eurobasket 2015 era uma aposta segura antes do início do torneio, mas a grande surpresa na campanha da França foi o ala-armador Nando De Colo se destacar mais que o compatriota Tony Parker.

Aos 28 anos, De Colo tem duas temporadas de experiência na NBA entre San Antonio Spurs e Toronto Raptors. No primeiro, o francês ficou atrás de Parker e do australiano Patty Mills durante uma ano e meio, além de não encontrar espaço na posição 2, ocupada por Danny Green e Manu Ginóbili. Assim, foram apenas 11.6 minutos para o jogador por noite, e nove idas para o Austin Spurs, time da D-League filiado ao San Antonio Spurs.

Após passagem apagada pelo Canadá, Nando assinou um contrato de dois anos com o CSKA Moscou. Logo em sua primeira temporada, o ala-armador foi eleito para o segundo time ideal da Euroleague, e conquistou a medalha de bronze da competição. Mas foram suas atuações pela seleção francesa no Eurobasket que trouxeram de volta os olhos da NBA.

Titular ao lado de Parker, De Colo foi superior ao ex-companheiro em pontos por partida (13.1 contra 12), rebotes (5.2 contra 2.2) e aproveitamento de quadra (53% contra 34%), ficando atrás apenas no número médio de assistências, onde Parker venceu por 4.2 a 3.7. Sua atuação de 20 pontos, quatro assistências e três rebotes contra a Sérvia na disputa pelo bronze garantiu a entrada para o quinteto ideal da competição, tornando o melhor francês do campeonato.

Em entrevista após o jogo, De Colo confirmou que pensa em voltar para a NBA, mas só após o término de seu vínculo com o CSKA.

“Por enquanto, ainda não consegui esquecer a NBA. A liga ainda está na minha cabeça, mas eu não vou voltar apenas por voltar. Agora tenho mais experiência, sei como funciona. Se eu voltar para a NBA um dia, é para ter responsabilidades, não apenas para dizer que sou um jogador da NBA. Se for assim, melhor ficar na Europa”.

Com mais um ano de contrato no basquete russo, De Colo terá mais uma temporada da Euroleague, além do pré-olímpico mundial e dos Jogos Olímpicos – em caso de classificação – para atrair ofertas da NBA e voltar para a liga norte-americana. Nesse cenário, o próprio Raptors teria grande chance de contar com o jogador, uma vez que ainda detém seus direitos após concretizar uma oferta qualificatória no ano passado.

  • Bom jogador, mas o Spurs já tinha 3 armadores a frente dele na equipe quando trocou ele pro Toronto, se saiu muito bem com a seleçao francesa pois jogando de SG teve bastante espaço pra arremessar e atacar a cesta, e acho que já estava acostumado a atuar nessa posição no CSKA pois lá eles tem o Teodosic pra jogar de PG…

  • Anderson Tomás

    De Colo mostrou grandeza neste EuroBasket . Mostrou que não joga bem somente contra o Brasil (rs). Ele tá em um time de elite na Europa, ir pra NBA pra mendigar minutos na rotação não sei é uma boa. Mas se for pra um time que terá espaço acho válido. Apesar que minutos a mais, só encontrará em times que vão tankar…