Após péssimo início de temporada, David Fizdale é demitido pelo Knicks

O desastroso início de temporada do New York Knicks fez sua primeira vítima. De acordo com Adrian Wojnarowski, da ESPN, a franquia confirmou as expectativas e demitiu o técnico David Fizdale na tarde dessa sexta-feira. A decisão da direção nova-iorquina foi sacramentada depois do time ser derrotado, como mandante, pelo Denver Nuggets por 37 pontos de diferença na noite anterior.

A saída do treinador já era esperada nos bastidores da liga há algumas semanas, com a equipe vencendo apenas quatro partidas na temporada e isolada na última posição da conferência Leste. Especulava-se que o presidente de operações Steve Mills era um dos mais determinados a “derrubar” o atual comando técnico. Além do profissional de 45 anos, o auxiliar Keith Smart também foi dispensado.

Wojnarowski apurou que, horas antes do anúncio da demissão, os atletas do Knicks fizeram uma reunião a portas fechadas em que fizeram um “pacto” para melhorar o rendimento e tentar garantir a permanência de Fizdale. Marcus Morris teria sido um dos líderes da reunião. Uma das críticas comuns ao técnico tem sido a preferência pelos veteranos do elenco em relação aos jogadores mais jovens.

A franquia já anunciou que o ex-atleta Mike Miller, um dos assistentes da comissão técnica antiga, assumirá o time interinamente. Keith Bogans foi efetivado da equipe afiliada da G-League de Nova Iorque para atuar como um dos novos auxiliares. Não está claro se os nova-iorquinos pretendem buscar um novo treinador de imediato – Mark Jackson é um nome constantemente especulado.

Fizdale havia sido contratado em maio de 2018 e acumulava só 21 vitórias em 104 partidas no cargo. Ele tinha contrato garantido até 2022 e, mesmo demitido, ainda receberá US$22 milhões em salários nesse período. Desde que o empresário James Dolan adquiriu o time, em 1999, o Knicks já teve 12 técnicos diferentes e só foi aos playoffs em seis oportunidades (a última delas em 2013).

Gustavo Freitas
Gustavo Freitas
Mineiro de Uberaba, é co-fundador do Jumper Brasil e fã do Boston Red Sox.