Após saída de Paul George, Westbrook discute permanência com direção do Thunder

A épica história de Russell Westbrook com a camisa do Oklahoma City Thunder pode estar muito próxima do fim. Segundo Adrian Wojnarowski, da ESPN, o agente Thad Foucher iniciou contato com o gerente-geral Sam Presti para discutir o futuro do jogador na franquia. A possibilidade do astro ser negociado pelo único time que defendeu na NBA, pela primeira vez em anos, seria considerada real.

As discussões envolvendo o maior ídolo da equipe começaram com o súbito pedido de troca de Paul George, que jogará ao lado de Kawhi Leonard no Los Angeles Clippers. Wojnarowski apurou que, depois de um vínculo de mais de uma década, a saída do ala levou à compreensão mútua de que explorar cenários de negociação talvez seja a melhor alternativa para os dois lados.

Trocar Westbrook, no entanto, encontra um obstáculo difícil no contrato do craque: ele vai receber aproximadamente US$170 milhões pelos próximos quatro anos, um dos vínculos mais “pesados” da história da liga. Especula-se que três franquias que teriam sólido nível de interesse nos serviços do armador seriam: Miami Heat, Minnesota Timberwolves e Detroit Pistons.

A saída do ídolo colocaria o Thunder oficialmente em reconstrução de elenco. Para “atravessar” esse processo, o time já conta com os ativos adquiridos na transação de George: cinco escolhas de primeira rodada dos drafts de 2021 a 2026, além do jovem armador Shai Gilgeous-Alexander. Espera-se que a direção de Oklahoma City busque “pacote” semelhante para liberar o outro astro.

Westbrook e o Thunder passaram por uma situação semelhante à atual em 2016, após a saída de Kevin Durant, mas a solução encontrada na época foi estender o contrato entre as partes e consolidar o jogador de 30 anos como a referência da equipe. Eleito MVP da liga em 2017, o oito vezes all-star acaba de finalizar a sua terceira temporada consecutiva com média de triplo-duplo na liga: foram 22.9 pontos, 11.1 rebotes e 10.7 assistências por partida.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.