Após seis anos, Dwight Howard acerta retorno ao Lakers e será substituto de Cousins

O pivô Dwight Howard está de volta ao Los Angeles Lakers, seis anos depois de uma passagem curta e conturbada pela franquia. De acordo com Shams Charania, do site The Athletic, o astro de 33 anos finalizou a rescisão de seu contrato com o Memphis Grizzlies nessa sexta-feira para aceitar proposta para retornar ao time angelino. É esperado que a notícia seja oficializada nos próximos dias.

O veterano venceu uma concorrência com outros atletas experientes para ser o substituto de DeMarcus Cousins, que seria o titular da equipe até sofrer ruptura do ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo em um treino casual. Na última semana, a direção e comissão técnica de Los Angeles também analisou Marreese Speights e Joakim Noah em treinamentos individuais fechados.

Howard assinará contrato não garantido com o Lakers, pelo salário mínimo da liga (pouco mais de US$2.5 milhões), em breve. O vínculo dá versatilidade para que a franquia dispense-o sem custos até janeiro de 2020, ao menor sinal de problemas de relacionamento internos. Em nova fase na carreira, porém, o oito vezes all-star já disse estar disposto a exercer o papel de “mero” reboteiro e protetor de aro.

Além de conhecidos problemas internos com o elenco – que, entre outras situações, comprometeram sua primeira passagem pelo time angelino ao colocá-lo em rota de colisão com o craque Kobe Bryant –, o pivô é observado com alguma desconfiança pela condição física. Ele disputou apenas nove partidas pelo Washington Wizards na última temporada, por conta de uma cirurgia realizada nas costas.

O Lakers vai ser a sexta equipe de Howard em um intervalo de pouco mais de três anos, onde passou por Houston Rockets, Atlanta Hawks, Charlotte Hornets, Wizards e Grizzlies. Eleito para o time ideal da NBA por cinco vezes e vencedor de três prêmios de melhor defensor da liga, o futuro integrante do Hall da Fama tem médias de 17.4 pontos, 12.6 rebotes e 2.0 tocos em 1.044 jogos disputados.