Quem diria que o outrora polêmico ala Ron Artest (foto), do Los Angeles Lakers, ganhasse um dia um prêmio por serviços prestados à comunidade. Nesta terça-feira, o jogador conquistou o J. Walter Kennedy Citizenship Award, honraria dada pela NBA desde 1975. O prêmio é concedido para o jogador ou treinador que demonstra “excelente serviço e dedicação à comunidade”.

Artest ganhou a honraria em razão de seus esforços para promover campanhas com foco na saúde mental, inclusive, com a arrecadação de fundos para a causa. O jogador do Lakers, de 31 anos, leiloou seu anel de campeão conquistado na última temporada, levantando mais de 650 mil dólares para pesquisas no campo de doenças mentais.

Ron Artest, figura controversa dentro de quadra, ganhou fama mundial de polêmico em 2004, após uma briga generalizada na partida entre Indiana Pacers – time de Artest na época – e Detroit Pistons. Depois do episódio, o jogador foi suspenso pela Comissão Disciplinar da NBA e ficou de fora do restante daquela temporada.

Reveja, no vídeo abaixo, a confusão generalizada na partida entre Pacers e Pistons, em 2004.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=Z0SzMCwMTZk&feature=related]

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.