Assim como no primeiro turno, Pinheiros vence Corinthians com cesta no estouro do cronômetro

FOTO: Daniel Vorley/ECP

FOTO: Daniel Vorley/ECP

(13-9) Pinheiros 81 x 78 Corintians (11-11)

Nesse sábado (15), o Pinheiros recebeu a equipe do Corinthians no Ginásio Henrique Villaboim e, assim como no primeiro turno, venceu o jogo com uma cesta no estouro do cronômetro, agora por 81 a 78.

No primeiro quarto, o Corinthians abriu 6 x 0 logo nos primeiros minutos, com quatro pontos do ala-pivô Wesley e mais dois do armador Ricardo Fischer. O Pinheiros se recompôs, apertou a defesa no perímetro e contou com 18 pontos somados da dupla Corderro Bennett e Betinho para encostar no placar. No fim dos dez primeiros minutos, ambas as equipes aproveitaram acima dos 60% nos arremessos de quadra e os visitantes abriram a vantagem mínima no marcador: 26 a 25.

No segundo quarto, foi o time da casa que começou quente. O time comandado pelo técnico César Guidetti também abriu uma corrida de 6 x 0 nos primeiros minutos e aproveitou-se da força física de Lucas Cauê dentro da zona pintada para pontuar. Após o pedido de tempo do técnico corinthiano Bruno Savignani, os visitantes armaram uma defesa em zona, deram a bola de três para os mandantes e fechou o garrafão para as investidas do time da casa. Em um duelo equilibrado, com muitas faltas e forte defesa de ambos os lados, o Corinthians converteu 57% nos arremessos de quadra, forçou o Pinheiros a cinco erros no intervalo e abriu cinco de vantagem no placar geral: 44 a 39.

Na volta dos vestiários, as equipes vieram para o terceiro período como começaram o jogo: alto aproveitamento nos arremessos, muita correria no ataque de transição e placar apertado. Pelo lado dos visitantes, Fischer ditou o ritmo ofensivo da equipe alvinegra, anotou nove pontos e viu seu companheiro de perímetro Kyle Fuller marcar mais oito dos 21 da equipe. Pelo time da casa, Bennett, Kenny Dawkins e Jonas Buffatt anotaram 16 dos 25 pontos da equipe no período, a defesa armada pelo técnico César Gudetti forçou o Corinthians a cometer quatro erros no ataque e, ao final do terceiro quarto, vitória dos mandantes por 25 x 21 na parcial. No placar geral, vantagem mínima para os corinthianos: 65 a 64.

No último quarto, as trocas na liderança do placar foram constantes, até que o Pinheiros anotou uma corrida de 7 x 0 na primeira metade do período. Dawkins, o armador norte-americano do Pinheiros, saindo do banco, converteu uma bola de três e deu a vantagem para os mandantes a quatro minutos do fim de jogo: 74 a 69. Após o pedido de tempo do técnico corinthiano, os visitantes reascenderam para a partida. Primeiro, uma bola de três do ala norte-americano Tracy Robinson. Depois, um putback de Fischer no erro da bandeja de Fuller na transição e, no empate, um pick and roll do próprio Fischer com o pivô David Nesbitt, que cravou e empatou o placar a 13 segundos do fim: 78 a 78.

Na posse de bola seguinte, no ataque do Pinheiros, o pivô Caio Torres sofreu a falta na tentativa da bandeja, mas errou os dois lances-livres. Com 12 segundos no relógio, o Corinthians errou o ataque na volta e a bola retornou para o Pinheiros decidir o jogo, com pouco mais de três segundos no relógio. Foi aí que o norte-americano Chris Ware apareceu. Com uma bola de três totalmente marcado, desequilibrado e sem ângulo, o Pinheiros venceu o Corinthians, novamente com uma bola de três no estouro do cronômetro. Ao final dos 40 minutos regulares de partida, vitória espetacular do Pinheiros por 81 a 78, quebrando a sequência de duas derrotas seguidas no NBB.

Com o triunfo, o time da zona oeste da capital paulista permanece na sexta colocação, com 13 vitórias e nove derrotas. O próximo confronto dos pinheirenses será no dia 29/02, no Rio de Janeiro, contra o Botafogo, às 15h, com transmissão da plataforma de streaming DAZN.

Já o Corinthians, com a derrota, fica em oitavo lugar no NBB, com 11 vitórias em 22 jogos. O próximo confronto do Timão também será dia 29/02, no clássico contra o São Paulo, fora de casa, a partir de 12h50, com transmissão da Band.

Destaques

Pinheiros
Corderro Bennett: 21 pontos
Betinho: 14 pontos e três roubos de bola
Ware: oito pontos e a cesta da vitória

Corinthians
Ricardo Fischer: 22 pontos e oito assistências
Kyle Fuller: 17 pontos e três roubos de bola


(7-15) Brasília 90 x 78 Paulistano (10-11)

Destaques

Brasília
Arthur: 25 pontos, cinco rebotes e quatro bolas de três pontos convertidas
Nezinho: 21 pontos, sete rebotes e nove assistências
Rafa Moreira: 21 pontos, sete rebotes, cinco assistências e quatro bolas de três pontos convertidas
Gui Bento: 15 pontos

Paulistano
Gelvis Solano: 20 pontos, quatro rebotes, quatro assistências e cinco bolas de três pontos convertidas
Vitão: 14 pontos e cinco rebotes
Maique: 12 pontos e oito rebotes
Yago: dez pontos e sete assistências


Você pode acompanhar o NBB 12 pelo DAZN! Primeiro serviço de streaming esportivo no país, o DAZN está disponível para degustação durante um mês. Você preenche os dados e instantes depois o conteúdo já está liberado para você acompanhar no computador, no celular, no tablet ou até no console do videogame. Durante 30 dias você terá acesso a todos os eventos da plataforma. Grátis!

Assinando o DAZN, você também poderá acompanhar a EuroLiga, a Premier League, o Campeonato Francês, o Campeonato Italiano, a final da Copa Sul-Americana, a Libertadores feminina, a MLS, a Liga Americana de futebol, o Campeonato Japonês, e muito mais!

Georgios Tsoukas
Georgios Tsoukas
Paulista, formado em administração e torcedor do San Antonio Spurs. Escrevo sobre NBA no Medium, e sobre NBB e seleção brasileira no Jumper Brasil.