Atletas do Grizzlies brigam no vestiário após terceira derrota consecutiva

O Memphis Grizzlies viveu momentos de tensão após a derrota para o Detroit Pistons, na noite desta quarta-feira. Elenco e técnicos ficaram reunidos por mais de meia hora, a portas fechadas no vestiário, para solucionar problemas internos. De acordo com Shams Charania, do site Yahoo! Sports, o encontrou culminou em um confronto físico entre os alas Garrett Temple e Omri Casspi.

O treinador J.B. Bickerstaff confirmou a realização da reunião, mas preferiu não dar detalhes sobre o que – e como – foi debatido. “Foi uma conversa que precisávamos ter e manteremos entre nós. Acho que falamos sobre problemas maiores do grupo, pois, no momento, o que precisava ser discutido não era questão tática. Eu acredito que conseguimos resolver muita coisa hoje”, contou o comandante.

O “acirramento de ânimos” entre os dois atletas começou quando Temple apontou uma suposta falta de entusiasmo da segunda unidade do Grizzlies. Casspi, que é reserva, saiu em defesa do banco e ambos tiveram que ser separados depois de trocarem insultos. Apesar do episódio áspero, o astro Marc Gasol aposta que a reunião vai trazer alívio e um efeito positivo imediato dentro do plantel.

“Uma vez que você passa a perder mais do que ganhar, a frustração cresce e você carrega isso para dentro de quadra. Hoje, nós expusemos os nossos pensamentos tentando resolver a situação da equipe. Foi mais sobre nos olharmos no espelho e ver o que podemos fazer melhor do que apontar o dedo para culpados. Espero que todos retornem mais preparados e competitivos amanhã”, afirmou o pivô.

Os resultados da reunião podem ser essenciais para o destino do Grizzlies na atual temporada. O time de Memphis perdeu a terceira partida seguida e saiu derrotado em 12 dos últimos 15 jogos disputados, ficando abaixo dos 50% de vitórias nesta campanha pela primeira vez desde a rodada de estreia. E, para o armador Mike Conley, o único caminho para reverter o momento é a sinceridade.

“Essa não foi a primeira conversa coletiva que tivemos na temporada. Nós tivemos várias conversas. Tentamos ser honestos uns com os outros para podermos seguir em frente e melhorar. Muita gente esquece que esse é um elenco novo e estamos tentando aclimatar todos os recém-chegados. Perder tem que causar frustração e só podemos superar a adversidade se estivermos unidos”, concluiu Conley.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.