Auxiliar do Bucks, Taylor Jenkins é o novo técnico do Grizzlies

Dois meses após demitir J. B. Bickerstaff, o Memphis Grizzlies escolheu nesta terça-feira (11) o seu novo técnico. De acordo com Adrian Wojnarowski, da ESPN, a equipe do Tennessee confirmou a chegada de Taylor Jenkins, auxiliar de Mike Budenholzer no Milwaukee Bucks, para assumir o cargo. O anúncio oficial será feito ainda hoje. Os termos do contrato entre as partes não foram revelados.

Jenkins, de 34 anos, começou a sua carreira como treinador em 2012, no Austin Toros, afiliado do San Antonio Spurs na Liga de Desenvolvimento (G-League). Entre 2013 e 2018, ele foi assistente de Budenholzer no Atlanta Hawks, e, nesta temporada, eles reeditaram a parceria em Milwaukee.

O detalhe é que Jenkins é o terceiro assistente de Budenholzer que se torna técnico na NBA. Os outros foram Quin Snyder (Utah Jazz) e Kenny Atkinson (Brooklyn Nets).

Durante o processo de busca por um novo treinador, a direção do Grizzlies se reuniu com vários nomes, como Igor Kokoskov (recém demitido pelo Phoenix Suns), Nate Tibbetts (assistente do Portland Trail Blazers), Adrian Griffin (assistente do Toronto Raptors), Jarron Collins (assistente do Golden State Warriors), Alex Jensen (assistente do Utah Jazz) e Sarunas Jasikevicius (técnico do Zalgiris Kaunas, da Lituânia). Jenkins, o escolhido, participou de três entrevistas, incluindo uma realizada na semana passada, que contou com a presença do dono da franquia, Robert Pera.

No Grizzlies, Jenkins terá o desafio de comandar uma equipe em modo de reconstrução. O veterano Mike Conley, último remanescente do grit and grind (coragem e esforço) de Memphis, poderá ser negociado em breve. O futuro da equipe passa pelo ala-pivô Jaren Jackson Jr. que fez uma boa temporada de estreia na NBA e pelo armador Ja Morant, que deverá ser selecionado pelo Grizzlies na segunda escolha geral do Draft deste ano.

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.