Baixo rendimento de Anthony Bennett ainda surpreende

Jesse Johnson/USA Today Sports

Bennett tem média de 5,5 pontos por jogo em Minnesota (Foto: Jesse Johnson/USA Today Sports)

O Draft é sempre cercado de mistério para conhecer o primeiro escolhido no processo de seleção de calouros da NBA. Aquele que é selecionado à frente dos outros que se inscreveram passa a ter a responsabilidade de atender à expectativa depositada por seu novo time. Mas, Anthony Bennett, canadense que teve a honra de ser o número um do Draft em 2013, desapontou a todos que escutaram seu nome ser anunciado no Barclays Center, em Nova York.

Selecionado pelo Cleveland Cavaliers, Bennett, atualmente com 22 anos recém-completados, estava cotado para aparecer entre as primeiras escolhas do Draft à época, mas vale lembrar que o favoritismo pertencia aos pivôs Nerlens Noel e Alex Len. O canadense como escolha número um foi de certa forma uma surpresa. Bennett veio da Universidade de Nevada e tinha obtido bons números (média de 16 pontos e oito rebotes) no campeonato universitário no qual a UNLV foi eliminada na segunda rodada.

Com um poder ofensivo que era difícil de ser marcado pelos oponentes, o canadense era apontado como o melhor ala-pivô universitário daquele ano, na frente de nomes como Cody Zeller e Mason Plumlee, atualmente atletas estabilizados em suas equipes na NBA. Além disso, Bennett havia faturado medalhas de bronze com a seleção do Canadá na Copa América Sub-16, em 2009, e no Mundial Sub-17, no ano seguinte.

Após os acontecimentos citados acima, Bennett surpreendentemente não tem rendido na NBA. O ala-pivô teve uma primeira temporada negativa pelo Cavs, sendo trocado em seguida para o Minnesota Timberwolves, onde segue mantendo os números decepcionantes. Se comparado com as primeiras escolhas de Draft anteriores, Bennett leva uma surra nos números.

USA Today Sports

Anthony Bennett segue sem brilhar na NBA após quase dois anos como profissional (Foto: USA Today Sports)

Coincidentemente, o número 1 do Draft de 2012 foi um jogador da mesma posição: Anthony Davis. A comparação chega a ser desleal: no primeiro jogo como profissional, Bennett anotou dois pontos, enquanto Anthony Davis cravou 21; em média de pontos na temporada como rookie, Bennett teve 4 e Davis 13; em rebotes, 8 a 3 para Davis. Na porcentagem dos arremessos, o ex-jogador do Cavs teve 35% e o atleta de New Orleans apresentou 51%. Por tudo isso, ele chegou a ser vaiado pela torcida de Ohio em meados da temporada, quando um arremesso dele de três resultou em air ball (assista aqui).

Os números do canadense pouco mudaram após ele ir para Minnesota. E para piorar, o ala-pivô ainda sofre com outro problema: asma. O próprio técnico Mike Brown, que o treinou em Cleveland, admitiu que não gostava de olhar para Bennett em quadra, pois ele ficava muito ofegante durante os jogos. Recentemente, o jogador ainda passou por procedimentos para corrigir um problema na vista e também para amenizar a apneia do sono.

Atualmente, o ala-pivô está com um problema no tornozelo e não tem atuado pelo Wolves. Nesta temporada, não deve receber mais muitas oportunidades, pois a franquia tem o ídolo Kevin Garnett e o jovem Adreian Payne, que tem jogado bem, para a posição. O canadense foi especulado em possíveis trocas antes do trade deadline em fevereiro. Ou seja, o Wolves admite a possibilidade de envolver o jovem em uma nova troca futuramente, o que pode fazer com que ele se transforme, em cerca de dois anos, em uma espécie de andarilho (o journeyman para os americanos).

Em entrevistas, o próprio jogador já admitiu que na NBA erros são cruciais para jogadores jovens, o que não ocorria na universidade. Além disso, chegou a reclamar de ser escalado no Cavs como ala, posição em que nunca havia atuado. Bennett também se queixou por ter jogado acima do peso em sua primeira temporada, alegando que gostaria de ter recebido mais tempo para entrar em forma após a lesão no ombro. Jogando como ala-pivô e agora em boa forma no Wolves, porém, pouca coisa mudou em seu rendimento.

Greg Oden certamente tinha sido a última grande decepção entre as escolhas número 1 de Draft. O pivô sofreu muito com lesões, mas em sua primeira temporada jogando, em 2008-2009, conseguiu em média nove pontos e sete rebotes por noite, estatísticas quase que dobradas em relação às de Bennett. Estava aumentando consideravelmente esses números na temporada seguinte até sofrer a segunda lesão séria no joelho.

A situação de Bennett é menos dura de ser revertida que a de Oden. O canadense é jovem, pode dar a volta por cima. Mas não vai ser promessa por muito tempo. Ele precisará fazer muito para apagar essas duas temporadas iniciais de sua carreira. Até lá, seu nome segue como sinônimo de decepção.

*Escrevo neste espaço às quintas-feiras. Contato: jvrpires@gmail.com

  • Murilo Moore

    Cavs quis dar um tiro no escuro ao selecionar Bennett. Havia outros nomes naquele draft para a escolha número 1, mas quiseram “inventar modo” e deu no que deu… Até Kwame Brown rende mais do que ele!

    • Michel Moral

      Kwane Brown, Andra Bargnani… Todos muito criticados, jogaram mais que ele.

  • Lucas Ottoni

    Concordo q o cara vem decepcionando. Mas ele é jovem, tem apenas 22 anos. Provavelmente não será um FP ou um jogador de grande destaque, mas pode melhorar e vir a ser um jogador ao menos útil em muitas franquias.

    • Rony Heat

      No torneio de verão que teve no início da temporada, ele jogou muito bem. Talvez ele tenha algum problema fora de quadra…

  • Lucas

    Surpresa seria um bom rendimento….

  • Michel Moral

    O Cavs errou e errou feio ao selecionar Bennett.

    Porém, até o momento, o draft 2013 não foi um dos melhores na revelação de jogadores. Temos jogadores bons? Sim. Porém, quase nenhum tem grandes chances de se tornar um grande jogador.

    Ao meu ver, Giannis Antetokounmpo, escolhido precocemente, seja o melhor da classe.

    Oladipo, 2ª escolha, também me agrada e gera expectativa.

    MCW, embora tenha ganhado o ROY, caiu bastante de rendimento de lá pra cá. O próprio Bucks está sofrendo com as mudanças da Deadline e a saída de Knight.

    Aí existem outros que a gente não faz a menor ideia do que pode virar. São eles: Gobert, Noel, Len, Steven Adams, Trey Burke, Olynyk, etc.

    Aí vocês vão me falar “Ahh, mas esses caras têm futuro”. Concordo, pode até ser. Mas repito, salvo as exceções que citei (principalmente o grego), os outros são grandes incógnitas. Serão role player? Serão 6th man? Titular de menos expressão?

    Achei a classe muito fraca, mas Bennett foi um erro.

    • André Fagundes

      Cadê Dieng e Shabazz do Wolves??? Não serão estrelas, mas ajudam a dar um up nessa classe de 2013.

      • Michel Moral

        Eu poderia mesmo acrescentar esses que vc citou, mas nenhum deles, ainda assim, estão provando que serão algo melhor do que eu descrevi.

    • Galvão – EL HEAT

      Concordo com seu comentário e faço das suas minhas palavras Michael.

      Eu também achei a classe de 2013 muito fraca e dentre os fracos o Cavs pegou o Bennett que não teve nem lampejos de bom jogador ainda.

      Eu acho que o Antetokounmpo tá melhorando muito e não me espantaria em ver ele como o FP dos Bucks nos próximos anos, eu o considero também o melhor da referida classe.

      Eu não falo muito do MCW pra não arrumar treta. Mas eu acho que ele um cara muito louco jogando, é enérgico, é esforçado demais e isso eu vejo, mas o estilo de jogo dele não me agrada nem um pouco.

      Abraço.

      • Michel Moral

        Concordo, brother.

        Eu esperava muito mais de MCW nessa temporada, principalmente quando atuava pelo Sixers. Falou muito e jogou pouco. Na verdade ele causou grande impacto no início da temporada de estréia, com aquelas vitórias alcançadas contra adversários fortes (Heat na estréia, salvo engano). Ali ele já ganhou o ROY, até porque os outros ou machucaram, ou não estavam prontos para jogar, ou são ruins mesmo e não fizeram nada…

        • tiago

          concordo, esse Draft de 2013 não foi muito bom. só não concordo em relação ao MCW, ele caiu um pouco de produção mas acho que vai evoluir ainda, é um jogador jovem.

    • Rony Heat

      Draft de 2013 foi bem fraco mesmo. Mas o CAVS poderia ter feito uma escolha melhor.

  • Uncle Drew

    Bennett tá tendo mt zica nesse inicio de carreira. Como já disse, é mt lesão. Asma, lesões no ombro, lesão no tornozelo. O draft de 2013 tbem foi mt ruim! Naquela época Cleveland precisava de um SF ou um jogador de garrafão. McLemore era mt omisso nos momentos decisivos em Kansas, Oladipo é baixo para jogar na 3, Noel vinha lesionado e por isso caiu tanto e o Len , ninguem sabia ao certo no q iria dar. Cavs deu um tiro na água, ñ tinha nenhuma escolha digna de “1ª pick” nesse draft ae resolveram pegar o q tinha o corpo mais pronto pra NBA q era o Bennett. Até hoje lembro do grito do Bill Simmons, WOW!!, e da risadinha marota do Stern quando disse “with de first pick the Cleveland Cavaliers select……. Anthony Bennett!”

  • André Fagundes

    O Flip Saunders já conversou com ele e o garoto escutou (quanto aos arremessos do perímetro). Eu gostei do rendimento de Bennett quando estava próximo à cesta sendo o 5 da equipe. Ele era garantia de rebotes nos dois lados da quadra e uma ameaça na transição algo que o Pekovic não poderia fazer, mas ele precisar cortar esses arremessos de média distância isso afeta sua confiança durante os jogos.

    Espero que na próxima temporada Saunders converse com ele para que jogue em baixo da cesta ou que desenvolva um trabalho de low post, para mim esse é o estilo de Bennett e não de frente pra cesta.

  • Kleber

    Esse se tiver 5 pontos de média, terá voto pra MIP.

  • Rafael Galeoti

    Na minha modesta opinião, quem acabou com a carreira dele foi o Cavs. Escolheram o cara, ouviram críticas e mais críticas sobre isso, depois forçaram o garoto a TER QUE justificar a escolha mostrando resultados imediatamente. Tudo isso pra um sujeito que “SABIA” que não seria primeira escolha de draft algum. Daí, pra pirar o cabeção e render menos do que PODE render, é dois palito!

    O certo era: o Cavs pega o cara, manda ele pra D-League mantendo o vínculo com o Cavs (não sei, isso é possível??), deixa ele desenvolver mais tempo, e depois de umas duas ou três temporadas traz o cara pra NBA. Tem recuperação? Tem. Mas no momento o que o cara precisa é ficar longe dos holofotes que ainda insistem em tacar na cara dele com esse papo de “olha que desperdício de escolha nº1″…

    Que acham? Estou certo?

    • Thiago Dias

      Mandar um Pick 1 pra D-League é bizarro né kra?? É sinal que escolheu mt mal ou que a classe foi péssima!!

      • Michel Moral

        Concordo com vc, Thiago. Pegar uma first pick a empurrar para a D-League é assinar atestado de burrice, mesmo que isso seja o melhor para o cara.

        Ao não ser que o cara seja muito jovem (mas muito jovem MESMO) e em casos extremamente excepcionais.

        No caso de Bennett seria a mesma coisa do que mandar uma escolha 32ª e mandar para a liga de verão. Não dá, né?!

        • Rafael Galeoti

          Concordo, é realmente bizarro, mas todo mundo percebeu que o sujeito tinha um problema, sei lá, nos primeiros cinco ou seis jogos daquela temporada… tivessem exilado o menino antes do prejuízo ser ainda maior, sério mesmo que é tão bizarro assim? Melhor deixar o cara virar um bust eterno?

          • Rafael Galeoti

            A complementar: um FIRST PICK apresentar esses números e esse desempenho geral CERTAMENTE é um caso “extremamente excepcional”, não?

          • Michel Moral

            O pior é que vc está certo, Rafael. Talvez o melhor e mais indicado seria enviá-lo para a D-league.

            Mas além de ser cômico, também tem a questão de desvalorização do próprio produto. Imagine como ficaria a impressão de mandar a first pick para a liga secundária?

            No sentido inverso da coisa, o Cavs também não podia ter gastado a primeira escolha num jogador de D-League…

            Enfim, a cagada foi tanta que teve que negociar duas pick 1st por um jogador. Convenhamos que duas pick 1st (novos ainda), em tese, equivalem talvez a um jogador do mais alto escalão da liga… Um Durant, um LeBron, um Melo… Mas Love?

            Bennett nem no mercado tem valor…

      • More

        Isso que você disse é tão verdade que chega a ser cômico.
        Mandar um Pick 1 pra D-League é bizarro [2]

  • Caio

    Na minha opinião, a culpa do baixo rendimento surpreender não é apenas dele, mas também do Cavs, que ao fazer a mega cagada de jogar a 1st pick no lixo, jogou a pressão para um jogador que não deveria tê-la.

  • Uncle Drew

    Cadê a Rodada do Dia? Tem jogo cedo hoje! 32 jogos da NCAA começando as 13:00! Vai começar o jogo de Notre Dame, do Jerian Grant! escolha de 1ª rodada e quem sabe de loteria.

    • Uncle Drew

      *18 jogos da NCAA

      • Ruan

        Notre dame e northeastern ta um jogo bom pau a pau. Jerian grant jogando muito

    • Uncle Drew

      D’Angelo Russel, Kevon Looney, Myles Turner, time de Arizona, Jerian Grant, Kentucky, North Carolina, irão jogar hoje!

  • Vinicius Simões Bravo

    Gostei de ver alguém abordando esse assunto.

    Bom, vamos aos fatos. Ele era cotado como escolha 7-10 em todos os Mocks antes do Draft. Nunca nenhum Mock o colocou nem no Top-3.
    O Bleacher Report fez uma matéria bem completa explicando algumas razões que poderiam levar Bennett a ser o próximo grande Bust de Draft, entre eles a baixa estatura para a posição na NBA e o peso excessivo. Todos pontos com fundamento.
    A surpresa de todos quando o nome dele foi anunciado na Primeira Escolha não era um bom sinal.

    A comparação com Anthony Davis pode ter sido cruel, mas não é a que mais deixa as pessoas alarmadas, além de não ser a comparação “correta” nesse caso.
    Bennett teve a Pior Primeira Temporada da história de uma Primeira Escolha, e também está fazendo a Pior Segunda Temporada da história para uma primeira escolha. Está muito, mas muito atrás mesmo, de nomes como Kwame Brown e Michael Olowokandi.

    Quem conhece a história de Kwame Brown, sabe que o insucesso na sua primeira temporada foi determinante para o que veio a acontecer depois. Para mim é o mesmo caso: Bennett já mostrou o que será na NBA.
    O Cavs tem sua parcela de culpa, por ter feito a escolha e automaticamente ter eternizado o peso de ser uma 1st Pick para Bennett, já que se ele fosse escolhido dentro das projeções, não seria um Bust tão épico (alguém lembra de Jan Vesely, Sexta Escolha?), mas uma primeira escolha que demora 5 partidas para converter a primeira cesta de quadra? Não tem outro destino a não ser Bust.

    Ah, e pra ele anular esse status de Bust, só sendo uma estrela. Jogador “regular” sendo Primeira Escolha é BUST!
    Ninguém recruta um jogador na 1st Pick esperando que ele seja regular, todos esperam que ele seja uma estrela!

    Tem quem ainda aguarde por Bennett, mas pra mim ele já é o maior Bust da história. Sim, da história.

    E parabéns mais uma vez para o Jumper por abordar esse tema que quase passou batido na temporada.

  • Junior Andrade

    Os caras não da tempo de quadra para o menino, sempre que olho o box score das partidas fos Wolves, o Bennett joga 8, 10 min e sempre vejo uma boa pontuação para esse tempo de quadra.

  • AlexT-Wolves

    Bennet não consegue ficar saudavel então não adianta. o Wolves q já precisava do
    Towns antes, agora precisa ainda mais.

  • TRUETHIAGO

    Outro dia estava pensando, fazendo escolhas melhores e desconsiderando trocas, os Cavs poderiam ter um quarteto do tipo: Irving, Oladipo, Wiggins e Drummond via Draft

    • Uncle Drew

      Faltou pouco pro Cavs escolher o Drummond naquele draft! Mas mts equipes tinha dúvida nele, como ele ñ tinha mt foco quando jogava em UConn mts equipes achavam um risco mt grande draftá-lo. Pistons assumiu o risco e saiu ganhando

  • More

    Eu acho ele um tremendo de um bust, namoral. A classe em si já foi fraca, mas a ideia da 1st pick é conseguir um FP, então mesmo que ele consiga virar um 6thman ou coisa assim, vai continuar sendo um bust. As vezes dá tudo errado mesmo, é chato mas faz parte.

  • Álvaro S.R.

    Poderia ser um bom jogador, não fosse esse peso absurdo colocado em cima dele por ter sido first pick, Cavs fez bobagem quando escolheu ele, ainda acho que ele pode dar a volta por cima e se tornar um bom jogador, lógico, nunca vai deixar de ser bust.

  • Will Anderson

    Olha o que o Cavs deixou passar em 2013: Oladipo,Nerlens Noel,Giannis Antetokounmpo,Dennis Schröder,Gorgui Dieng,Rudy Gobert,Tim Hardaway Jr,Michael Carter-Williams,Trey Burke,Kelly Olynyk,Steven Adams,Tony Snell. O draft de 2013 não foi bom em nível de Franchise Player mas acho foi muito bom em jogadores complementares. Imagina o Cleveland com Irving e Oladipo no perímetro ou com Noel ou Rudy Gobert de Pivô.Se o Bennett vai bust eu não tenho certeza mas que o cavs fez merda no draft isso eu não tenho duvida.

  • John

    Pra mim não tem desculpa o jogador profissional, que ganhava milhões, ficar acima do peso. É o cúmulo da falta de profissionalismo. Mostra que nunca vai ser nada mesmo.

  • Luiz Henrique Santos

    Aceitem que ele é bust que dói menos…