O Cleveland Cavaliers utilizou a sua cláusula de anistia para dispensar o veterano armador Baron Davis. A informação foi confirmada pelos jornalistas Tom Reed e Mary Boyer, que cobrem a equipe para o Cleveland Plain Dealer.

Davis possuía contrato por mais duas temporadas e tinha US$28.9 milhões (R$54.1 milhões) a receber, o que fazia dele o segundo jogador mais caro do elenco. Para piorar, ele se apresentou para os treinos de pré-temporada com uma contusão nas costas (que seria mais séria do que o imaginado inicialmente).

Com a saída do veterano, cessa qualquer dúvida ainda existente sobre a titularidade do calouro Kyrie Irving. O armador de 19 anos, que atuava pela conceituada Universidade Duke, é tido como a peça fundamental do Cavaliers na “era pós-LeBron James”.

Com 806 partidas disputadas no currículo, Davis acumula médias de 16.5 pontos, 3.9 rebotes, 7.3 assistências e 1.9 roubo de bola como profissional. Em 2002 e 2004, o armador foi premiado com convocações para o All Star Game. O New York Knicks seria um dos times interessados na contratação do atleta de 32 anos, agora agente livre.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.