Ben Wallace lamenta ausência na classe de 2017 do Hall da Fama

Diferente de Tracy McGrady, o ex-pivô Ben Wallace não conseguiu ser eleito para o Hall da Fama em seu primeiro ano de elegibilidade. O ídolo do Detroit Pistons, no entanto, acredita que tenha sido injustiçado pelo comitê de honra do Naismith Memorial. Em participação no programa “The Jump”, da ESPN, ele lamentou ter ficado de fora da classe de 2017 do templo máximo do basquete.

“Definitivamente, eu sinto que merecia ter sido eleito neste ano. Mas espero que as coisas dêem certo no ano que vem. Não sou de promover-me ou ficar me gabando do que consegui em quadra, mas fiz meu trabalho e sei que esse currículo fala por si só. Deixarei que aconteça naturalmente”, contou o ex-atleta, confiante de que vá ser escolhido na votação de 2018.

Wallace é um dos recordistas de prêmios de melhor defensor da NBA, com quatro troféus (ao lado de Dikembe Mutombo). Ele ainda teve quatro participações em Jogos das Estrelas e cinco seleções para um dos quintetos ideais da liga, ao longo de 16 temporadas. O ex-pivô de 43 anos foi campeão da liga pelo Pistons, em 2004, e teve sua camisa aposentada (#3) pelo time recentemente.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.