Um dos veteranos mais respeitados da NBA decidiu deixar as quadras nesta quinta-feira. O ala-pivô David West anunciou sua aposentadoria do basquete profissional por meio de suas contas nas redes sociais, colocando ponto final a uma carreira de 15 temporadas e mais de 1.000 jogos na liga. Ele havia disputado as últimas duas temporadas pelo Golden State Warriors, onde conquistou dois títulos.

“Nós somos uma coleção de nossas experiências. Eu fui abençoado o bastante para realizar meu sonho de infância e jogar na NBA. Hoje, após 15 temporadas, resolvi retirar-me do jogo. Sou agradecido pelo apoio de minha família, amigos, técnicos, companheiros, times e torcedores ao longo dessa experiência”, declarou o agora ex-jogador de 38 anos, em uma pequena declaração estilizada.

West era um dos agentes livres do Warriors e os atuais campeões até esperavam sua decisão no início da offseason, antes de começar a montagem de seu elenco, mas fortes indícios já apontavam para o anúncio da aposentadoria. O experiente atleta já havia considerado seriamente “pendurar a basqueteira” em 2017 e só o interesse de Golden State foi capaz de convencê-lo a seguir jogando.

“David foi um profissional consumado ao longo da carreira e uma grande presença para o nosso vestiário nos últimos dois anos. O respeito que suscita é evidente a cada dia e sua liderança foi crítica para o sucesso do time. A consistência exibida em alto nível por 15 temporadas é sensacional e a prova de seu trabalho duro, dedicação. Ele é um verdadeiro campeão”, exaltou o técnico Steve Kerr.

Um dos alas-pivôs mais sólidos da década passada na NBA, o veterano destacou-se atuando pelo então New Orleans Hornets e Indiana Pacers. Ele também teve uma breve passagem pelo San Antonio Spurs, antes de chegar ao Warriors. Em 1.034 partidas disputadas como profissional, o duas vezes all star encerra a carreira com médias de 13.6 pontos, 6.4 rebotes e 2.2 assistências.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • xmaah

    Conseguiu o anel pela forma mais fácil, mais não vai mudar o fato de ser um bom jogador, agora é só curtir de boa, vai na paz.

    • Ricardo Stabolito Junior

      Crédito a quem merece: West abriu mão de uns US$12 milhões em salários garantidos para tentar ser campeão já no fim de carreira. A gente implica demais com algumas coisas.

      • xmaah

        só lembrei do caminho que ele optou seguir, não estou tirando o credito de ninguém.

      • dirct

        É sempre assim, sempre tem um “paladino” pra criticar, se ele tivesse aceitado esses 12 milhões pra jogar em time ruim diriam que ele era mercenário e pensava mais em dinheiro do que em vencer.

        Hoje com as mídias sociais isso ficou ainda mais claro, ou é mercenário ou quer “ganhar fácil”, sempre tem alguém julgando as escolhas pessoais dos outros.

        • Marcio

          Exatamente meu amigo, nada esta bom e mais fácil criticar do que exalta, o cara tinha um sonho de ser campeão, e correu atras disso abdicando de muito dinheiro, temos que aplaudir de pé;

        • Francimarques Lakão

          O CP3 é mercenário, meteu a faca e torceu na barriga do Rockets e não vai trazer nem titulo de conferência ao time, aliás, vai assistir as finais sentado no sofá tratando a contusão.

    • paulo hamk

      abrir mão de 12 milhões garantidos por migalhas em questões salariais não é fácil.

    • MDias

      É isso aí. Escolheu o caminho mais fácil assim como o covardão e agora o chorão do cousins está escolhendo.
      Cambada de frouxos.
      Os caras falam que teve que abrir mão de 12M e que foi um enorme sacrifício e tal..Esses caras são milionários. Pensem no quanto esse cara não lucrou nas suas 15 temporadas na NBA? É ainda dizem que foi um sacrifício? Vao se lascar.
      Sacrifício é acordar de madrugada e pegar um busão cheio com um bandeco na mochila todo dia e ganhar um salário mínimo… Isso sim é loucura. Parem de vitimizar esses jogadores milionários

      • Wilker Pereira

        hahahahaha

      • Jefferson Ferreira Machado

        Lebrao pra conseguir seu primeiro anél tb escolheu o caminho mais fácil

    • Francimarques Lakão

      Ele é obrigado a perder a vida inteira? Tem gente q sonha em sentir o gosto de vencer ao menos uma vez na vida.

      • Carlos Augusto Conceição

        Parece que é só ir pra Oakland que o anel tá garantido. Não é preciso treinar e nem entrar em quadra que o título virá expontaneamente….

  • Rafael Victor

    Abriu mão de muita grana (o que não é fácil) pra ir atrás do seu sonhoobjetivo, inicialmente no Spurs e depois no Warriors, onde conseguiu realizá-lo!

    Parabéns pra ele!

    Boa aposentadoria!

  • Diego Costa

    Fundou o Pacers junto com o PG . Máximo respeito !

    • Millo

      Não entendi?

      • Gustavo Macedo

        Acho que ele quis dizer que o Pacers “apareceu” depois dele e do PG…
        E aí eu boiei…
        Pacers teve a “Era Regie Miller”.
        Uma máquina!

      • Diego Costa

        Oq?

    • Francimarques Lakão

      Miller foi o unico jogador respeitável do Pacers, eu tremia na base quando torcia contra ele, era um monstro e aquele Pacers era competitivo.

  • Millo

    Valeu david! Jogou muito no Pacers!

  • JAMnba

    Muito bom jogador, e sempre muito regular eútil por onde passou, poucos lembram mas já foi all star, boa aposentadoria

  • Mais um ótimo jogador, que carreira bela teve na Nba, mesmo nivel do Nenê e foi duas vezes all star, o nosso brazuca naquela época de Denver deveria ter ido pelo menos umas três vezes…

  • Michel Moral

    É uma pena que tenha desperdiçado uma parte da carreira para conquistar títulos.

    Claro, isso foi ótimo para ele, pessoalmente e profissionalmente.

    Mas por outro lado, abriu mão de bons minutos de quadra quando ainda tinha gaz para jogar em alto nível.

    Mesmo assim, é uma carreira de respeito. All-star, campeão, fez uma dupla histórica com CP3 e fez parte de um time muito bom em Indiana.

    Depois, ainda conseguiu ser relevante em San Antonio e Oakland, onde mesmo com pouco tempo conseguiu mostrar serviço.

    • KlayMVP

      Não entendi o começo do seu comentário cara, tentar conquistar seu anel e demérito????

  • Paulo Henrique

    Grande jogador, mas não tão bom como profissional. Lembro dele fazendo corpo mole no Pacers naquela temporada q o PG ficou lesionado, só queria saber de anel

  • Gustavo Macedo

    Se até o Ronaldo Fenômeno gosta de anéis de couro…
    Todos tem direito de buscar seu anel!

  • Thomazbrasil

    Depois que ganharam um
    Anel para vc né David? Que orgulho de aposentadoria, agora vc pode mostrar o seu anel de “banco” e dizer: – olha o que eu tenho e vc não tem!!!! Deram para mim…. kkkk

    Que orgulho….

  • danielzera

    Pensa num joguinho “arroz com feijão” bem feito, essa é a mais pura descrição do D.West.

  • TRUETHIAGO

    Bom jogador mesmo, com uma carreira bastante sólida no geral. Da minha parte, problema nenhum que tenha aceitado um papel reduzido em contenders no final da carreira. Claro que ele não foi protagonista nas conquistas, mas longe também de ter sido apenas um entregador de Gatorade nesses duas temporaras com os Warriors. Ajudou na rotação de garração, era um dos mais eficientes vindo do banco e produzia bem nos seus 10/15min de ação por noite.

    E, aliás, diga-se de passagem, mais um oriundo do Draft de 2003.

  • Carlos Augusto Conceição

    Não entendo essa mania de já ganhou com o warriors. Se o atleta x ou y quiser um anela basta ir pra Oakland….quanta besteira….por acaso os caras nao têm que treinar duro? Aliás mais que os outros pra se manter no topo. David West teve uma relevante partiacipação na rotação do Warriors…..haja vista os caras que foram dispensados nesse tempo que ele lá esteve.

  • Rodrigo Souza Meireles da Cost

    Coitado, pagou todos os pecados no New Orleans, mereceu esse final de carreira numa franquia vencedora.

    Agora o próximo é o Cousins, vai descobrir o que é jogar uma partidinha de playoff pela primeira vez na vida. Esse tem uma vaguinha no céu por ter jogado tanto tempo no Sacramento.