https://www.youtube.com/watch?v=Ox8cxeoWxUY

O Cleveland Cavaliers teve uma noite para esquecer nesta quarta-feira. A equipe decepcionou o torcedor e sofreu a pior derrota como mandante na temporada ao ser atropelado pelo Atlanta Hawks, por 127 a 98. Depois de vencer o primeiro período, o time de Ohio não conseguiu mais parar o ataque dos visitantes e viu um jogo relativamente equilibrado se tornar uma verdadeira “lavada” no segundo tempo.

“Eu não quero levantar e ir embora porque não seria justo com vocês, mas não tenho muito a dizer. A maneira como atuamos foi embaraçosa. Nossa defesa não existiu hoje. Quero pedir desculpas a todos os torcedores que, como sempre, vieram ao ginásio para apoiar. Foi uma atuação realmente ruim e não há mais o que ser dito”, reconheceu o treinador David Blatt, desabafando depois de seu pior revés no comando do Cavs.

A vitória taxativa do Hawks foi impulsionada por um altíssimo aproveitamento nos arremessos de quadra (64.5%) e longa distância (57.1%), além de 36 assistências. Para LeBron James, a defesa do time contribuiu muito para os números. “Nós permitimos vários chutes livres e eles são bem treinados. O sistema deles lembra o Spurs, utilizando a movimentação de bola para colocar o adversário em situações desconfortáveis”, apontou o ala.

A segunda passagem dos comandados de Mike Budenholzer por Cleveland, mesmo sem a presença do armador Jeff Teague, teve sensação de vingança. Em 15 de novembro, Atlanta foi “vítima” daquela que ainda é considerada a melhor atuação do Cavaliers no ano e perdeu por 33 pontos de diferença.

“Eles vieram aqui com uma sensação de revanche e com a mentalidade de fazer os ajustes necessários para vencer. Poderia ter sido um jogo mais equilibrado, uma vitória para qualquer um dos lados. Não diria que foi embaraçoso, mas, definitivamente, é algo com que podemos aprender”, avaliou o armador Kyrie Irving, que anotou nove pontos e distribuiu seis assistências na derrota.

Agora, o Cavaliers segue a temporada com um tabu incômodo para suas pretensões de título: há 45 anos, um time campeão da NBA não perde um jogo por 29 ou mais pontos de diferença em casa durante a campanha. Somente os Boston Celtics de 1968 e 69 conseguiram superar uma derrota tão feia como mandante e levantar o troféu Larry O’Brien no fim da temporada.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Mauricio

    O tempo desse técnico já deu, estamos na metade da temporada e não deu um jeito nessa defesa, por mais que os jogadores não tenham caracteristicas defensivas as atuações estão sendo vergonhasas, poderiam aproveitar o técnico que era do Kings.

    • Castell79

      O cara é um técnico excepcional… Tem que dar tempo pra ele se adaptar à NBA. O fato é que ele não tem um elenco com características defensivas para formar um time coeso. Tem que ir ao mercado para contratações pontuais, seja de FA, sem por trocas. Se a NBA fosse seguir seu raciocínio, iria ficar igual ao futebol brasileiro… rsrs… Se bem q o dono dos Kings pensa q nem vc… kkkkk

      • More

        br sendo br kkkkk

    • Kleber

      NBA não é BR. Como um técnico novo com um time novo aplica uma metodologia em menos de 2 meses ? Impressionante.

    • Uncle Drew

      Isso! tem q também mandar a torcida ir batucar na arena quando os jogadores forem treinar e dizer q o time tem q ganhar o campeonato esse ano senão “Acabou a Pas” ¬¬.

  • More

    O problema dos cavs é que eles acabaram fazendo uma offseason muito radical.
    Além do técnico novo que nem sabe o que é NBA, contrataram vários jogadores sem entrosamento e, pior que isso, algumas peças importantes do time nunca viram um playoffs.
    Se eles são um contender ou não só o tempo vai dizer, mas do modo como estão agora é complicado ser campeão…

    • Castell79

      A chance disso acontecer é ínfima! É só ver times prontos e que jogam juntos faz tempo, como os Grizzlies, Spurs, Warriors fazendo campanhas mto boas, que de fato não são surpresa alguma… Os Cavs só tem chance se contratarem pelo menos dois bons jogadores de defesa e o LeBron fazer chover. O normal é esperar que o time dê liga até os playoffs e no ano que vem entrar pra brigar muito forte pelo título…

    • Uncle Drew

      É por isso q eu ñ tô mt preocupado ainda. A equipe só irá ser um contender msmo, tipo melhor equipe da liga, na próxima temporada na qual, Blatt já vai ter conhecimento do elenco e das fraquezas de cada um. E assim poderá dar pitacos em quem contratar.

    • JJunior

      Na minha opinião o Cavs errou na escolha do técnico. Mas já que escolheu é hora de dar tempo ao tempo. Eu teria escolhido George Karl para o cargo, um dos meus técnicos favoritos.

  • ANDRÉ LÉO HAWKS

    choram as modas … rs

    • Castell79

      Não torço pros Cavs, mas teu time vai ficar mais um ano na fila… rs…

  • Lucas Ottoni

    O grande erro do Cavs foi montar a panela contratando um treinador muito mais experimentado no basquete FIBA do que na NBA. Não levo a menor fé nesse Blatt. É que nem aquele indiano lá do Heat, que foi campeão com o LeBron apitando tudo em Miami, dentro e fora de quadra. Que São LeBron salve o Blatt exatamente como salvou o hindu lá do Pat Riley… rs.

    • Marcos

      kkkkkkkkkkkk por enquanto o hindu ta fazendo um bom trabalho sem o São Lebron ‘apitando’

  • rodrigohawks

    Nunca e o Hawks que joga bem e sempre o Adversario que Jogou mal o suficiente pra perder pra gente …. vamos em frentee

    LETSSSSSSSSSS GO HAWKSSSSSSSSSSSS

  • Fernando

    Ele e o Love são os buracos do time. Espero que sejam dispensados.