“Quero elevar meu jogo a outro nível”, crava Bledsoe

Após três anos na reserva de Mo Williams, Baron Davis e principalmente Chris Paul no Los Angeles Clippers, Eric Bledsoe se firmou como titular com a ida para o Phoenix Suns. Agora, o jogador de 25 anos quer se colocar entre melhores de sua posição.

“Quero elevar meu jogo a outro nível”, afirmou o jogador durante sua coletiva na reapresentação do Suns. “Estou pronto para dar um passo à frente, não só por mim, mas também pela franquia. Para mim, esse passo é ser um dos melhores armadores”.

Na temporada 2014-15, Bledsoe conseguiu grandes partidas contra Russell Westbrook e Damian Lillard, armadores que representaram a conferência Oeste no Jogo das Estrelas. Contra o primeiro, Eric alcançou médias de 21 pontos, sete assistências e aproveitamento de 48% nos arremessos gerais. Nos quatros partidas contra o Portland Trail Blazers, o armador foi um pouco pior, com 18.7 pontos, 5.5 assistências, 5.7 rebotes e média de 42% nas tentavas de cesta.

Oitavo jogador com mais minutos em quadra na última temporada (2.800 ou 34.6 por jogo), Bledsoe usou a última offseason para evoluir nos arremessos após passes e dribles, além de buscar uma consistência em seu ritmo de jogo.

“Você vê partes do jogo onde o Eric é dominante por seis ou sete minutos, e depois entrava no piloto automático antes de voltar a dominar mais uma vez”, disparou Jeff Hornacek, técnico do Suns. “Nós conversamos para que ele se torne um jogador dominante por todo o jogo. Ele trabalhou isso nessas férias”.

Graças a sua temporada de 17 pontos, 6.1 assistências e 5.2 rebotes, Bledsoe se manteve como 33º melhor jogador da NBA segundo a lista desenvolvida pela Sports Illustrated, além de ter seu nível no jogo NBA 2k16 da 2K Sports aumentado de 81 para 82 pontos. Perguntado sobre a pequena valorização no game, o armador sorriu e respondeu: “Isso é um progresso”.

  • Tem condições para ser um jogador que envolve melhor [e mais vezes] os seus companheiros. Ele é fundamental para a afirmação dos jovens valores que o Suns tem hoje e na movimentação de agentes na livre agência.

  • É um bom armador em uma geração de ótimos armadores.

    Dificilmente será um dos melhores da posição, mas está entre os bons com certeza. Tem basquete para ser titular de uma franquia, mas não o vejo como FP.