Brasil perde para o Panamá e é eliminado da Copa América

8-Benite

Pela segunda edição consecutiva, o Brasil está eliminado na primeira fase da Copa América masculina de basquete, que está sendo disputada no México. Com uma grande atuação de jogadores vindos do banco, a seleção do Panamá venceu a segunda partida na competição, por 89 a 72, e decretou a saída dos brasileiros do torneio. Pelo outro grupo, a seleção de Cuba também está fora da competição. Panamá, Uruguai, México e República Dominicana, Venezuela, Argentina, Canadá e Porto Rico seguem na disputa das duas vagas olímpicas.

Depois da conquista da medalha de ouro no Pan, criou-se uma grande expectativa em torno do desempenho da seleção brasileira. Talvez o fato de a equipe já estar classificada para as Olimpíadas do ano que vem tenha sido um fator negativo para o elenco em relação aos outros competidores. As atenções dos torcedores agora estarão voltadas para os jogos olímpicos de 2016, e espera-se uma equipe mais forte e concentrada para o torneio.

O JOGO

Vitor Benite, atleta que recentemente trocou o Flamengo pelo Murcia, da Espanha, com dez pontos logo no início, fez com que o Brasil começasse a partida em ótimo ritmo ofensivo. O Brasil comandou o placar até o fim do período, mas foi perdendo a vantagem aos poucos e terminou o quarto com o placar favorável em 26 a 22.

O Brasil precisou de mais dois períodos para conseguir somar os mesmos 26 pontos do quarto inicial. No segundo quarto, o Panamá chegou abrir sete pontos de frente, mas uma reação brasileira fez com que as equipem terminassem o período empatadas em 39 pontos. O armador suplente Trevor Geskins foi um dos grandes destaques do período, convertendo três cestas de longa distância.

O jogo permaneceu equilibrado até a metade do terceiro período, quando os panamenhos tomaram o comando definitivo do marcador e não encontraram dificuldades para abrir e manter boa vantagem sobre a seleção até o fim do jogo. Geskins terminou como cestinha do jogo, com 23 pontos, e foi auxiliado pelo também suplente Rubén Garcés, pivô de 41 anos, que marcou 15 pontos e pegou oito rebotes em 21 minutos jogados. Benite, com 21 pontos, foi o maior pontuador do Brasil na partida.

Destaques

Panamá

Trevor Gaskins: 23 pontos, seis rebotes, seis assistências
Rubén Garcés: 15 pontos, oito rebotes
Jaime Lloreda: dez pontos, nove rebotes
Michael Hicks: 19 pontos, sete rebotes

Brasil

Vitor Benite: 21 pontos, duas roubadas
Marquinhos: 15 pontos, seis rebotes
Augusto Lima: oito pontos, nove rebotes

Imagem (destaque): Fiba Americas

  • Pedro de Lara

    Não vejo outros com melhor nível que esses se as olimpíadas fossem hoje:
    Huertas, Barbosa, Caboclo, Nenê e Varejão
    Scott Machado, Raulzinho, Alex, Augusto Lima e Splitter
    Nogueira e Faverani (ou Felício)

    Até o Fab Melo deve ser melhor que qualquer um desses lixos que jogam no Brasil, tipo o JP Batista

  • Allan Silva Santos

    os jogadores nao sao os unicos culpado a verdade e que o tecnico ruben magnano faz um pessimo trabalhor fara da copa América na primeira faze po duas vezes pra mi moio responsável deve sair se o brasil quizer medalha esse tecnico veve do ouro olimpico de 2004 com a Argentina depois disso so fracasso

  • TRUETHIAGO

    É obviamente um vexame ser eliminado assim, outra vez. Óbvio também que não dava para esperar uma Seleção “voando” a partir do momento que entrou na competição com a vaga das Olimpíadas garantida, seria ingenuidade pensar o contrário. Porém, deveria ser o suficiente para vencer equipes do calibre de Uruguai e Panamá, passar da primeira fase, e aí beleza… Nada de anormal perder para Canadá, que veio com força máxima, Argentina ou Porto Rico. Até o México, pelo fato de jogar em casa.

    Ademais, gostaria de saber se alguém que acompanha o NBB realmente acha que temos jogadores muito melhores do que estes que foram convocados, a despeito da idade. Giovannoni, se não me engano, já foi campeão e “MVP” algumas vezes; o esforçado Olivinha é de fato um dos principais nomes da posição que atuam dentro do país ou não? Leo Meindl (que eu critiquei suas atuações inclusive na campanha do Pan) venceu prêmio de “Sexto Homem”.

    • :)

      Na posição do Olivinha tem o Filipin de Mogi… Não acompanho muito os outros times e tal, mas deve ter jogadores melhores não é possível que o Olivinha seja o melhorzinho rs

    • will42

      Tem melhores sim! A questão é que o NBB é terra de veteranos e de gringos… entre os veteranos esses que foram convidados estão entre os melhores realmente. Mas, falta coragem de convocar os caras bons e que são mais jovens… Eu citaria : Lucas Mariano, Matheus Dalla, Lucas Silva, gui deodato, Wesley sena.
      Por exemplo, Cristiano Felício teria problemas de conseguir uma vaga se estivesse no flamengo…

  • Só espero não voltar a ver Olivinha, JP Batista, Marcos Toledo e Giovannoni com a camisa da seleção…

  • Mais uma vez a querida CBB (coitado do basquete brasileiro) faz uma m… , porque convocar uma seleção para um torneio que não vale nada (já estávamos classificados), sendo que tínhamos acabado de ganhar o Pan (o nível não foi tão fraco assim), querem MATAR os jogadores com uma competição atrás da outra? além disso, os jogadores não deram importância a competição… Para mim era melhor não ter disputado, ou então levar uma seleção sub 23 para ganhar rodagem… Magnano é o menos culpado, pior foi o comentarista da ESPN, que só sabia descer a lenha nos nossos jogadores, e no Magnano, e pedir GUERRINHA para seleção… Tá de sacanagem neh???
    Agora para Olímpiadas meus 12 seriam:
    Armadores: Huertas, Raulzinho e Larry
    Alas Armadores: Benite e Alex
    Alas: Marquinhos e Leandrinho
    Alas Pivôs: Hettshmaier, Augusto Lima
    Pivôs: Nenê, Varejão e Splitter
    acho que é o que temos de melhor…

    • JoseCleveland

      kkkkkkk.essa foi boa CBB(Coitado do Basquete Brasileiro).

  • JoseCleveland

    Acho que eles queriam mesmo era ferias.queriam ser eliminados logo.Rsrs

  • Com pensamento no curto prazo essa derrota (a campanha brasileira) não tem peso algum, o time é praticamente o mesmo do Pan. Agora pensando em ter um time para os próximos 6-8 anos é muito ruim, repito, poderiamos ter levado um núcleo de 3-4 atletas da Liga de desenvolvimento pra esse torneio que não teria o mesmo peso para nós já que a competição era muito mais real do que num Pan-Americano, porque vale uma participação Olimpica. Enfim, vamos ter que esperar essa geração de Leandrinho, Nenê e Huertas provar que não dá mais para iniciarmos um ciclo do zero.