Brazilian Week – 13ª semana de NBA

Seja bem-vindo ao Brazilian Week. Aqui, analisaremos as atuações dos cinco representantes brasileiros na NBA semanalmente, com atualizações às quartas-feiras. Os jogadores estão em uma ordem definida de acordo com o desempenho na atual temporada.

Segue abaixo o retrato dos últimos sete dias (3 a 9 de janeiro) dos brasileiros da NBA. Deixe nos comentários sua sugestão de como podemos melhorar este artigo.

#1 Nenê Hilário (pivô, Houston Rockets)

Médias na semana: dez pontos e cinco rebotes com 63% de aproveitamento nos arremessos em um jogo
Médias na temporada: 7.4 pontos e 3.3 rebotes com 61% de aproveitamento nos arremessos em 27 jogos

Sofrendo com recorrentes lesões, o veterano Nenê teve mais uma semana difícil. Hoje, ele completará quatro jogos seguidos como ausência no Houston Rockets (13ª vez na temporada) após uma lesão no joelho direito sofrida contra o Orlando Magic, no dia 3 de janeiro. Nesse jogo, o brasileiro ainda saiu com bons números: dez pontos e cinco rebotes em 14 minutos.

#2 Raul Neto (armador, Utah Jazz)

Médias na semana: não atuou
Médias na temporada: 4.9 pontos, 1.9 assistências e 1.4 rebotes com 46% de aproveitamento nos arremessos de três pontos em 16 jogos

Ontem, completou um mês da última atuação de Raul pelo Utah Jazz. No dia 9 de dezembro, contra o Milwaukee Bucks, o armador sofreu uma concussão e torceu o joelho esquerdo, tudo no mesmo lance. Desde então, são 15 jogos como desfalque (incluindo o de hoje) e não há uma previsão de volta para o brasileiro.

#3 Lucas Nogueira (pivô, Toronto Raptors)

Médias na semana: 2.3 pontos, 1.5 rebotes e dois tocos com 75% de aproveitamento nos arremessos em quatros jogos
Médias na temporada: 3.6 pontos, 2.4 rebotes e 1.3 tocos com 62% de aproveitamento nos arremessos em 23 jogos

Lucas atuou nos quatro jogos do Toronto Raptors na semana. No primeiro, contra o Chicago Bulls, só atuou por um minuto. Nos outros três, passou os dez minutos, dividindo o tempo de quadra com Jakob Poeltl e Jonas Valanciunas. Nesses confrontos, teve médias de três pontos, dois rebotes e excelentes 2.7 tocos em 14.4 minutos. O “Porteiro do ENEM” está oficialmente de volta.

#4 Cristiano Felício (pivô, Chicago Bulls)

Médias na semana: quatro pontos, três rebotes e uma assistência em um jogo
Médias na temporada: 3.8 pontos e 2.7 rebotes com 61% de aproveitamento nos arremessos em 24 jogos

Chamado de volta da G-League (liga de desenvolvimento da NBA), Felício atuou no último jogo da semana, contra o Houston Rockets, aproveitando-se da ausência de Nikola Mirotic, com um vírus no estômago. Logo no primeiro lance, concedeu uma jogada de quatro pontos ao adversário, com Chris Paul acertando a bola de três e o lance livre. No fim, somou quatro pontos, três rebotes e uma assistência em sete minutos. O técnico Fred Hoiberg comentou a atuação do brasileiro, citando o primeiro lance em quadra como falta de ritmo após mais de um mês sem ter um tempo como esse de quadra.

#5 Bruno Caboclo (ala, Toronto Raptors)

Médias na semana: não atuou
Médias na temporada: 0.5 rebotes, 0.5 assistências e 0.5 roubadas de bola em dois jogos

Com dois jogos na semana pelo Raptors 905, da G-League, Caboclo ajudou o seu time a manter a sequência atual de nove vitórias. No primeiro jogo, liderou com 22 pontos. No segundo, foi fundamental na defesa, com três tocos. Suas médias foram de 15 pontos, quatro rebotes, duas assistências e dois tocos.

  • Cabloco é aquilo ali mesmo, duvido que evolua mais.