#BrazilianWeek – Edição 11

Houston Rockets' Nene Hilario, top, blocks a shot by Brooklyn Nets' Sean Kilpatrick during the first half of an NBA basketball game at the Barclays Center, Sunday, Jan. 15, 2017, in New York. (AP Photo/Seth Wenig)

Todas às segundas-feiras, Jumper Brasil dedica uma coluna especificamente aos jogadores brasileiros na NBA. Nosso articulista Gabriel Farias vai trazer as estatísticas da semana, analisar desempenhos e ranquear os jogadores ao longo da temporada. Este é o nosso ponto de encontro para discutir os nove representantes do país na maior liga de basquete do planeta.

Enriqueçam a discussão e deixem suas sugestões nos comentários para que possamos melhorar cada vez mais esse novo espaço do site. Então, segue nosso 11º #BrazilianWeek da temporada 2016-17:

#1 Lucas Nogueira (Pivô, Toronto Raptors)

Médias na semana: Oito pontos, 3.5 rebotes, um toco e 85% de aproveitamento nos arremessos em dois jogos
Médias na temporada: Cinco pontos, 4.7 rebotes, 1.8 tocos e 66% de aproveitamento nos arremessos em 35 jogos

Agora titular, Lucas Bebê teve sua ótima fase interrompida após entrar no protocolo de concussão. O brasileiro atuou por apenas sete minutos contra o Brooklyn Nets e foi forçado a perder os jogos contra Philadelphia e Charlotte. Bebê retornou contra o Phoenix Suns e registrou 13 pontos, cinco rebotes e dois tocos em 35 minutos e 100% de aproveitamento nos arremessos. A sequência de jogos consecutivos com pelo menos um toco foi encerrada em 27 partidas, mas o pivô brasileiro permanece com em oitavo na classificação geral com 1.8 tocos.

#2 Nenê Hilário (Ala-pivô, Houston Rockets)

Médias na semana: Sete pontos, 3.3 rebotes, dois roubos de bola e 77% de aproveitamento nos arremessos em três jogos
Médias na temporada
: 7.6 pontos, 3.6 rebotes, 0.9 assistências e 60% de aproveitamento nos arremessos em 41 jogos

Apesar do retorno de Clint Capela nesta semana, Nenê manteve sua média da temporada nos três jogos do Houston Rockets. O problema médico do ala-pivô Ryan Anderson permitiu que o brasileiro mantivesse também sua média de minutos em quadra, elevada para 23 minutos na partida contra o Miami Heat, quando Nenê pegou sete rebotes. Enquanto Capela leva vantagem na defesa, Nenê aumenta as possibilidades ofensivas do técnico Mike D’Antoni. Na atual temporada, o brasileiro já acertou 26 arremessos de média/longa distância contra nenhum do suíço.

#3 Cristiano Felício (Ala-pivô, Chicago Bulls)

https://www.youtube.com/watch?v=Hb9Nw98nFoE

Médias na semana: 4.7 pontos, 4.3 rebotes e 66% de aproveitamento nos arremessos em três jogos
Médias na temporada: 4.4 pontos, 4.8 rebotes e 54% de aproveitamento nos arremessos em 37 jogos

Com o retorno de Nikola Mirotic, Cristiano Felício teve uma queda de aproximadamente cinco minutos nos três jogos do Chicago Bulls na última semana. O brasileiro anotou oito pontos com 100% de aproveitamento nos arremessos na derrota para o Dallas Mavericks e alcançou a marca de dez rebotes na vitória sobre o Sacramento Kings.

#Leandro Barbosa (Ala-armador, Phoenix Suns)

Médias na semana: Dois pontos, uma assistência, 1.5 rebotes e 66% de aproveitamento nos arremessos em dois jogos
Médias na temporada
: 5.6 pontos, 1.4 rebotes, 1.2 assistências e 46% de aproveitamento nos arremessos em 41 jogos

Assim como na semana passada, Leandrinho sofreu nova queda de produtividade com as ótimas atuações de seus concorrentes. Devin Booker, Eric Bledsoe e Brandon Knight foram extremamente eficientes, levando o brasileiro a uma média de apenas 10 minutos nas duas partidas que atuou. Contra o Toronto Raptors, Leandrinho nem saiu do banco de reservas. No mês de janeiro, o ala tem aproveitamento de 37% nos arremessos, fator decisivo na queda de seus minutos por jogo.

#5 Marcelinho Huertas (Armador, Los Angeles Lakers)

Médias na semana: 0.5 pontos e um rebote em dois jogos
Médias na temporada: 2.5 pontos, um rebote, 2.a assistências e 36% de aproveitamento nos arremessos em 20 jogos

Utilizado por apenas 38 segundos na vitória contra o Indiana Pacers, Marcelinho Huertas teve mais minutos na histórica derrota por 49 pontos. Durante quase oito minutos, o brasileiro pegou dois rebotes e acertou um lance livre. Com a contusão de D’Angelo Rusell, Huertas terá mais tempo de quadra nas próximas duas semanas.

#6 Raul Neto (Armador, Utah Jazz)

Médias na semana: 1.3 pontos, uma assistência, 1.3 roubos de bola e 20% de aproveitamento nos arremessos em três jogos
Médias na temporada: 2.5 pontos, 0.8 rebotes, 0.8 assistências e 44% de aproveitamento nos arremessos em 24 jogos

Com a contusão de Rodney Hood e as atuações pouco convincentes de Shelvin Mack, Raulzinho atuou nas três partidas do Utah Jazz na semana, sempre com dez ou mais minutos em quadra. A qualidade defensiva e a boa visão de quadra garantem que o brasileiro permaneça na rotação do técnico Quin Snyder, porém, o aproveitamento de apenas 20% em dez arremessos tentados impossibilita uma disputa por mais minutos.

#7 Anderson Varejão (Pivô, Golden State Warriors)

Médias na semana: Zero pontos e zere rebotes em um jogo
Médias na temporada: 1.2 pontos, 2.1 rebotes, 0.7 assistências e 30% de aproveitamento nos arremessos em 11 jogos

Anderson Varejão continua como última opção do técnico Steve Kerr no banco do Golden State Warriors. A franquia de Oakland conquistou quatro vitórias por pelo menos 20 pontos de diferença, mas o brasileiro atuou por apenas cinco minutos. Contra o Oklahoma City Thunder, Kerr utilizou Varejão durante o extenso garbage time. Em cinco minutos, Varejão não registrou qualquer estatística além de uma falta cometida.

#8 Bruno Caboclo (Ala, Toronto Raptors)

Médias na semana: Não atuou
Médias na temporada: 0.4 pontos, 0.8 rebotes, 0.4 assistências e 20% de aproveitamento nos arremessos em oito jogos

Bruno Caboclo permaneceu no elenco do Toronto Raptors durante toda a semana, porém, não foi utilizado pelo técnico Dwane Casey. Por um lado, o brasileiro pode comemorar a continuidade no elenco principal, mas a permanência no banco de reserva tira as possíveis oportunidades sob o comando do ex-ala Jerry Stackhouse no Raptors 905.

#9 Tiago Splitter (Ala-pivô, Atlanta Hawks)

Médias na semana: Não atuou
Médias na temporada
: Não atuou

Tiago Splitter continua sua recuperação por conta de uma contusão na panturrilha. De acordo com as expectativas do Atlanta Hawks, o brasileiro deveria ter retornado às quadras na última semana, porém, a comissão médica da franquia não liberou o pivô.