#BrazilianWeek – Edição 15

Todas às segundas-feiras, Jumper Brasil dedica uma coluna especificamente aos jogadores brasileiros na NBA. Nosso articulista Gabriel Farias vai trazer as estatísticas da semana, analisar desempenhos e ranquear os jogadores ao longo da temporada. Este é o nosso ponto de encontro para discutir os nove representantes do país na maior liga de basquete do planeta.

Enriqueçam a discussão e deixem suas sugestões nos comentários para que possamos melhorar cada vez mais esse novo espaço do site. Então, segue nosso 15º #BrazilianWeek da temporada 2016-17:

* A média semanal contempla partidas disputadas entre os dias 13/02 e 05/03.

#1 Nenê Hilário (Ala-pivô, Houston Rockets)

Médias na semana: 11.7 pontos, 6.2 rebotes, um roubo de bola e 65% de aproveitamento nos arremessos em seis jogos
Médias na temporada
: 8.5 pontos, quatro rebotes e 62% de aproveitamento nos arremessos em 53 jogos

Titular em um dos últimos seis jogos do Houston Rockets, Nenê não entrou na onda dos 48 arremessos para três pontos por jogo, mas aproveitou o espaçamento de quadra da equipe para dominar dentro do garrafão e nos arremessos de média distância. Nenê anotou pelo menos dez pontos nos últimos quatro jogos, e alcançou seu primeiro duplo duplo da temporada contra o Los Angeles Clippers.

#2 Lucas Nogueira (Pivô, Toronto Raptors)

https://www.youtube.com/watch?v=w5VNs-TGUAE

Médias na semana: 5.3 pontos, três rebotes, duas assistências, 1.7 roubos de bola, um toco bola e 62% de aproveitamento nos arremessos em cinco jogos
Médias na temporada: Cinco pontos, 4.6 rebotes, 1.7 tocos e 68% de aproveitamento nos arremessos em 51 jogos

O Toronto Raptors buscou duas opções para as posições de garrafão durante a Trade Deadline. As chegadas de P.J. Tucker e Serge Ibaka limitaram o tempo de quadra do brasileiro, que sequer atuou nas últimas duas partidas da equipe. Nos últimos cinco jogos que disputou, Bebê ficou sem dar um toco em dois, e sem pontuar em quatro. Apenas uma lesão permitirá que Lucas Nogueira retorne ao nível apresentado no mês de janeiro, quando o brasileiro teve médias de 24 minutos, 5.3 rebotes e quase dois tocos por jogo.

#3 Cristiano Felício (Ala-pivô, Chicago Bulls)

https://www.youtube.com/watch?v=_dYqOBSRNqU

Médias na semana: 6.7 pontos, 5.9 rebotes e 65% de aproveitamento nos arremessos em sete jogos
Médias na temporada: 4.9 pontos, cinco rebotes e 56% de aproveitamento nos arremessos em 53 jogos

Com as idas de Taj Gibson e Doug McDermott para o Oklahoma City Thunder, Cristiano Felício teve seu papel no garrafão do Chicago Bulls aumentado, e o brasileiro aproveitou a boa fase da equipe para alcançar duas partidas com dez pontos e seis jogos com pelo menos cinco rebotes.

#Leandro Barbosa (Ala-armador, Phoenix Suns)

https://www.youtube.com/watch?v=sa2YprWUroc

Médias na semana: 7.9 pontos, 1.8 rebotes, 1.5 assistências e 47% de aproveitamento nos arremessos em oito jogos
Médias na temporada
: Seis pontos, 1.5 rebotes, 1.2 assistências e 45% de aproveitamento nos arremessos em 59 jogos

Leandrinho encontrou uma boa sequência nos arremessos de quadra durante as partidas entre o All-Star Break. Apesar do aproveitamento de 18% nos arremessos de longa distância, o brasileiro acertou 23 dos 39 arremessos que tentou dentro da área de dois pontos. Com duas partidas de três assistências e com três jogos com pelo menos três rebotes, Leandrinho se aproveitou do afastamento do ala Brandon Knight para superar a marca de 20 minutos pela primeira vez em oito jogos.

#5 Raul Neto (Armador, Utah Jazz)

Médias na semana: 1.5 pontos, 0.5 rebotes e 100% de aproveitamento nos arremessos em quatro jogos
Médias na temporada: 2.1 pontos, 0.7 rebotes, 0.7 assistências e 45% de aproveitamento nos arremessos em 31 jogos

Raulzinho esteve presente em cinco dos últimos nove jogos do Utah Jazz na temporada 2016-17, exclusivamente quando o placar foi decidido durante do terceiro quarto. O brasileiro não superou a barreira dos dez minutos em nenhum dos jogos, mas conseguiu ser efetivo nos dois arremessos que tentou.

#6 Bruno Caboclo (Ala, Toronto Raptors)

Médias na semana: Não atuou
Médias na temporada: 0.4 pontos, 0.8 rebotes, 0.4 assistências e 20% de aproveitamento nos arremessos em oito jogos

Utilizado apenas da D-League desde a metade de janeiro, Bruno Caboclo atuou nos últimos cinco jogos do Toronto 905, com médias de 11.2 pontos, seis rebotes, uma assistência, 0.8 roubos de bola, 0.8 tocos, 0.6 erros ofensivos e aproveitamentos de 43% no geral e 34% nos tiros de longa distância em 27 minutos. Os números apresentados corroboram com o restante da temporada de Caboclo da Liga de Desenvolvimento. O alto aproveitamento nos arremessos curtos e bandejas não se repetem nos tiros de longa distância, fator que limita a chance do brasileiro retornar ao Toronto Raptors. O baixo índice de erros ofensivos é o grande destaque para o jovem de 21 anos.

#7 Marcelinho Huertas (Armador, Agente Livre)

Médias na semana: Dois pontos, uma assistência e 25% de aproveitamento nos arremessos em um jogo
Médias na temporada: 2.7 pontos, um rebote, 2.3 assistências e 36% de aproveitamento nos arremessos em 23 jogos

Marcelinho Huertas foi aproveitado pelo técnico Luke Walton na última partida do Los Angeles Lakers antes do All-Star Break, com quase nove minutos em quadra contra o Phoenix Suns. Porém, o brasileiro foi negociado pela equipe com o Houston Rockets e prontamente dispensado pela franquia do Texas. Seu nome foi ventilado no Basquete Europeu, mas a proximidade entre a dispensa na NBA e o fechamento da janela europeia dificultou um acerto. Huertas não deve acertar com uma equipe da NBA até a agência livre.

#8 Anderson Varejão (Pivô, Agente Livre)

Médias na semana: Não atuou
Médias na temporada: 1.3 pontos, 1.9 rebotes, 0.7 assistências e 35% de aproveitamento nos arremessos em 14 jogos

Dispensado pelo Golden State Warriors, Anderson Varejão continua sem contrato para o restante da temporada 2016-17. Longe do auge físico e da qualidade defensiva mostrada no início da década, o pivô brasileiro não deve ser contatado até a próxima agência livre.

#9 Tiago Splitter (Ala-pivô, Agente Livre)

Médias na semana: Não atuou
Médias na temporada
: Não atuou

Tiago Splitter foi negociado pelo Atlanta Hawks com o Philadelphia 76ers e prontamente dispensado pela equipe da Pensilvânia. Sem atuar um minuto sequer na temporada, é difícil imaginar que o brasileiro consiga um contrato com alguma franquia até a próxima agência livre.

  • Que fase para os brasileiros. Está na hora da nova geração. Espero que o Lucas Dias e o George de Paula consigam ser draftados, mas esse ano tá bem complicado.

    • Lucas

      Esqueceu o mais promissor Felipe dos Anjos

  • Felipe Pinto

    O Splitter foi realmente dispensado pelo Sixers? não vi nenhuma notícia confirmando isso, até pq no próprio site do Sixers ele ainda tá no elenco

    • Gerson

      Acho que viajaram… ontem inclusive vs o @lakers, ele estava no banco junto aos demais jogadores…