#BrazilianWeek – Edição 16

Todas às segundas-feiras, Jumper Brasil dedica uma coluna especificamente aos jogadores brasileiros na NBA. Nosso articulista Gabriel Farias vai trazer as estatísticas da semana, analisar desempenhos e ranquear os jogadores ao longo da temporada. Este é o nosso ponto de encontro para discutir os nove representantes do país na maior liga de basquete do planeta.

Enriqueçam a discussão e deixem suas sugestões nos comentários para que possamos melhorar cada vez mais esse novo espaço do site. Então, segue nosso 15º #BrazilianWeek da temporada 2016-17:

* Na edição 15 do #BrazilianWeek, listamos erroneamente o ala-pivô Tiago Splitter como Agente Livre. O brasileiro continua no elenco do Philadelphia 76ers.

#1 Nenê Hilário (Ala-pivô, Houston Rockets)

Médias na semana: 9.7 pontos, cinco rebotes, 1.3 roubos de bola e 58% de aproveitamento nos arremessos em três jogos
Médias na temporada
: 8.6 pontos, 4.1 rebotes e 61% de aproveitamento nos arremessos em 56 jogos

Poupado em uma das quatro partidas do Houston Rockets na semana, Nenê manteve o alto desempenho no ataque rápido e espaçado do técnico Mike D’Antoni. Foram 14 arremessos convertidos em 24 tentados, além de duas partidas com seis rebotes e uma com três roubos de bola. O brasileiro tem superado sua marca de minutos em todas as partidas apertadas do Rockets, incluindo os 22 minutos totais na vitória sobre o Cleveland Cavaliers.

#2 Lucas Nogueira (Pivô, Toronto Raptors)

Médias na semana: Não atuou
Médias na temporada: 5.1 pontos, 4.9 rebotes, 1.7 tocos e 68% de aproveitamento nos arremessos em 51 jogos

Grande surpresa entre os brasileiros na NBA, Lucas Bebê teve seu papel no Toronto Raptors praticamente anulado após a trade deadline. Com as aquisições de P.J. Tucker e Serge Ibaka, o técnico Dwane Casey sequer utilizou o brasileiro na última semana. Desde a parada para o Jogo das Estrelas, Bebê jogou 20 minutos em novo jogos.

#3 Cristiano Felício (Ala-pivô, Chicago Bulls)

Médias na semana: 7.3 pontos, quatro rebotes e 54% de aproveitamento nos arremessos em quatro jogos
Médias na temporada: 5.1 pontos, 4.9 rebotes e 56% de aproveitamento nos arremessos em 57 jogos

Com duas partidas de pelo menos dez pontos e o primeiro jogo com três tocos na carreira, Cristiano Felício continua aproveitando suas chances desde as saídas de Taj Gibson e Doug McDermott para o Oklahoma City Thunder.

#Leandro Barbosa (Ala-armador, Phoenix Suns)

Médias na semana: Sete pontos, 1.8 assistências, um rebote e 37% de aproveitamento nos arremessos em quatro jogos
Médias na temporada
: Seis pontos, 1.4 rebotes, 1.2 assistências e 44% de aproveitamento nos arremessos em 63 jogos

Leandrinho continua com problemas nos arremessos de longa distância. O brasileiro superou a marca de 50% de aproveitamento apenas uma vez nas últimas nove partidas que tentou pelo menos três arremessos longos. Nos tiros dentro do área de dois pontos, Leandrinho registrou 43% de aproveitamento na semana.

#5 Raul Neto (Armador, Utah Jazz)

Médias na semana: 4.7 pontos, 1.3 assistências, 1.3 roubos de bola e 42% de aproveitamento nos arremessos em três jogos
Médias na temporada: 2.3 pontos, 0.6 rebotes, 0.7 assistências e 45% de aproveitamento nos arremessos em 34 jogos

Com o titular George Hill retornando de contusão, Raulzinho atuou nos três jogos do Utah Jazz, superando sua média de minutos em todas as partidas. Contra o Oklahoma City Thunder, o brasileiro registrou sete pontos, duas assistências e dois roubos de bola em momentos decisivos, permitindo que a equipe continuasse dentro do jogo.

#6 Bruno Caboclo (Ala, Toronto Raptors)

Médias na semana: Não atuou
Médias na temporada: 0.4 pontos, 0.8 rebotes, 0.4 assistências e 20% de aproveitamento nos arremessos em oito jogos

Em mais uma semana exclusivamente na D-League, Bruno Caboclo atuou em apenas uma partida do Toronto 905, com Dois pontos, cinco rebotes, um roubo de bola, dois erros ofensivos e 11% de aproveitamento nos arremessos em 21 minutos. O brasileiro errou oito de suas nove tentativas nos arremessos gerais e todas as três bolas de longa distância.

#7 Tiago Splitter (Ala-pivô, Philadelphia 76ers)

Médias na semana: Não atuou
Médias na temporada
: Não atuou

Tiago Splitter se aproxima cada vez mais do retorno às quadras. Fora da NBA durante toda a temporada, o brasileiro pode ser enviado à D-League pelo Philadelphia 76ers neste mês. De acordo com o técnico Brett Brown, Splitter está completamente recuperado da lesão na panturrilha, mas o longo período afastado impede que o ex-jogador do Atlanta Hawks atue na NBA.

#8 Marcelinho Huertas (Armador, Agente Livre)

Médias na semana: Não atuou
Médias na temporada: 2.7 pontos, um rebote, 2.3 assistências e 36% de aproveitamento nos arremessos em 23 jogos

Dispensado pelo Houston Rockets após a trade deadline, Marcelinho Huertas não tem seu nome especulado na NBA e deve acertar com uma franquia até a agência livre.

#9 Anderson Varejão (Pivô, Agente Livre)

Médias na semana: Não atuou
Médias na temporada: 1.3 pontos, 1.9 rebotes, 0.7 assistências e 35% de aproveitamento nos arremessos em 14 jogos

Dispensado pelo Golden State Warriors, Anderson Varejão continua sem contrato para o restante da temporada 2016-17. Longe do auge físico e da qualidade defensiva mostrada no início da década, o pivô brasileiro não deve ser contatado até a próxima agência livre.