#BrazilianWeek – Season Finale

Todas às segundas-feiras, Jumper Brasil dedica uma coluna especificamente aos jogadores brasileiros na NBA. Nosso articulista Gabriel Farias vai trazer as estatísticas da semana, analisar desempenhos e ranquear os jogadores ao longo da temporada. Este é o nosso ponto de encontro para discutir os nove representantes do país na maior liga de basquete do planeta.

Enriqueçam a discussão e deixem suas sugestões nos comentários para que possamos melhorar cada vez mais esse novo espaço do site. Então, segue nosso último #BrazilianWeek da temporada 2016-17:

#1 Nenê Hilário (Ala-pivô, Houston Rockets)

Médias na semana: 11 pontos, quatro rebotes, 1.3 assistências e 68% de aproveitamento nos arremessos em três jogos
Médias na temporada
: 9.1 pontos, 4.2 rebotes, uma assistência e 61% de aproveitamento nos arremessos em 67 jogos

Em seu primeiro ano no Houston Rockets, Nenê atuou em 67 partidas, maior número nos últimos seis anos. O brasileiro também registrou seu melhor aproveitamento de quadra da carreira com 61.7% e superou a marca de uma bola de três na temporada pela primeira vez na carreira. Com 18 minutos por partida, Nenê teve média de 9.1 pontos, número que se elevado a 36 minutos seria o melhor registro do brasileiro na carreira. A velocidade ofensiva do Houston Rockets rejuvenesceu a carreira do brasileiro que se tornou uma parte imprescindível na rotação do técnico Mike D’Antoni.

#Leandro Barbosa (Ala-armador, Phoenix Suns)

https://www.youtube.com/watch?v=0ZuX_DYzFic

Médias na semana: Não atuou
Médias na temporada
: 6.3 pontos, 1.6 rebotes, 1.2 assistências e 43% de aproveitamento nos arremessos em 67 jogos

Com um problema na parte posterior da coxa esquerda, Leandrinho não atuou nas últimas semanas. O brasileiro esteve presente em 67 jogos da temporada como reserva com média de 14 minutos por jogo. O aproveitamento de 35% nos arremessos de três pontos e 43% nos tiros gerais ficam a baixo das últimas temporadas, mas a experiência do ala foi extremamente útil para os jovens do Phoenix Suns.

#3 Cristiano Felício (Ala-pivô, Chicago Bulls)

https://www.youtube.com/watch?v=v1iOZlExuTA

Médias na semana: Três pontos, quatro rebotes e 66% de aproveitamento nos arremessos em quatro jogos
Médias na temporada: 4.8 pontos, 4.7 rebotes e 57% de aproveitamento nos arremessos em 66 jogos

Cristiano Felício retornou de uma contusão nas costas e contribuiu para a classificação do Chicago Bulls aos playoffs. Com média de 13 minutos, o brasileiro manteve sua posição na rotação do técnico Fred Hoiberg. Durante a temporada, Felício alcançou seus primeiros duplos duplos da carreira e também teve sua primeira partida com pelo menos três roubos de bola contra o Oklahoma City Thunder.

#4 Lucas Nogueira (Pivô, Toronto Raptors)

https://www.youtube.com/watch?v=lkmck6KQomA&t=29s

Médias na semana: Zero pontos e 1.5 rebotes em dois jogos
Médias na temporada: 4.4 pontos, 4.3 rebotes, 1.6 tocos e 66% de aproveitamento nos arremessos em 57 jogos

Fora da rotação do técnico Dwane Casey, Lucas Bebê atuou em apenas dois jogos na última semana e não foi titular no Toronto Raptors apesar do treinador limitar os minutos da dupla Jonas Valanciunas e Serge Ibaka. De acordo com Antes da trade deadline, Lucas chegou a registrar pelo menos um toco em 42 das 46 partidas que havia disputada, além de conseguir uma sequência de 27 jogos com um bloqueio.

#5 Raul Neto (Armador, Utah Jazz)

https://www.youtube.com/watch?v=ZvDsk8uRI7Y

Médias na semana: Zero pontos, dois rebotes, duas assistências e dois tocos em um jogo
Médias na temporada: 2.5 pontos, 0.8 rebotes, 0.8 assistências e 45% de aproveitamento nos arremessos em 40 jogos

Raulzinho terminou a temporada com apenas uma partida disputada nos últimos dez dias. O brasileiro atuou por 12 minutos com a ausência do titular George Hill. Porém, o brasileiro sofreu uma lesão no tornozelo esquerdo e está indisponível por tempo indeterminado.  Com a contratação de Hill e o retorno de Dante Exum, Raulzinho não foi titular em nenhum jogo e participou de apenas metade dos jogos do Jazz na temporada.

#6 Tiago Splitter (Ala-pivô, Philadelphia 76ers)

https://www.youtube.com/watch?v=oWioqgtVIlw

Médias na semana: 5.2 pontos, três rebotes e 39% de aproveitamento nos arremessos em cinco jogos
Médias na temporada
: 4.9 pontos, 2.8 rebotes e 45% de aproveitamento nos arremessos em oito jogos

Após quase um ano sem atuar, o pivô Tiago Splitter retornou às quadras da NBA pelo Philadelphia 76ers, depois de ser trocado pelo Atlanta Hawks. O brasileiro atuou em oito jogos pela equipe e alcançou 21 minutos na derrota por um ponto contra o New York Knicks. Splitter anotou 12 pontos, cinco rebotes e um roubo de bola, melhores marcas na atual campanha. Tiago acertou suas primeiras duas bolas de três pontos da carreira, aumentando sua área de arremesso. O técnico Brett Brown rasgou elogios ao brasileiro e é plausível acreditar na permanência do pivô para a próxima temporada.

#7 Bruno Caboclo (Ala, Toronto Raptors)

Médias na semana: 11 pontos, quatro rebotes e 45% de aproveitamento nos arremessos em um jogo
Médias na temporada: 1.6 pontos, 1.1 rebotes, 0.4 assistências e 37% de aproveitamento nos arremessos em nove jogos

Até a noite da última quarta-feira, Bruno Caboclo tinha médias de 0.4 pontos, 0.8 rebotes, 0.4 assistências e 20% de aproveitamento nos arremessos em apenas oito jogos durante toda a temporada. Com a classificação para a pós-temporada garantida, o técnico Dwane Casey optou por poupar seus titulares e o brasileiro teve 18 minutos para mostrar seu desenvolvimento. Caboclo acertou cinco de seus 11 arremessos gerais e pegou quatro rebotes contra o Cleveland Cavaliers.  Foi a primeira fez que Caboclo atuou por pelo menos cinco minutos da atual campanha. O brasileiro também ajudou o Raptors 905 a varrer a primeira série dos playoffs da D-League contra o Canton Charge. Em duas partidas, Caboclo teve médias de nove pontos, cinco rebotes, duas assistências e 61% de aproveitamento nos arremessos de quadra em 25 minutos.

#8 Marcelinho Huertas (Armador, Agente Livre)

Médias na semana: Não atuou
Médias na temporada: 2.7 pontos, um rebote, 2.3 assistências e 36% de aproveitamento nos arremessos em 23 jogos

Após alcançar partidas com trinta minutos na última temporada, Marcelinho Huertas teve poucas oportunidades com o técnico Luke Walton e foi trocado pelo Los Angeles Lakers para o Houston Rockets. O brasileiro foi prontamente dispensado pela equipe texana e não deve acertar com uma franquia até a agência livre. Em 58 jogos que esteve disponível pelo Lakers, Huertas não entrou em quadra ou foi retirado da lista de relacionados em 35. Sua melhor partida foi contra o próprio Rockets, com dez pontos, três rebotes, sete assistências e cinco roubos de bola.

#9 Anderson Varejão (Pivô, Agente Livre)

Médias na semana: Não atuou
Médias na temporada: 1.3 pontos, 1.9 rebotes, 0.7 assistências e 35% de aproveitamento nos arremessos em 14 jogos

Anderson Varejão disputou 14 jogos com o Golden State Warriors antes de ser dispensado pela equipe da Califórnia. O brasileiro teve sua melhor partida contra o Memphis Grizzlies, quando atuou 18 minutos e pegou cinco rebotes, maior marca da temporada. Varejão teve seu nome brevemente especulado no Cleveland Cavaliers, porém, sua ex-equipe deve adicionar o ala Dahntay Jones e o pivô Edy Tavares ao elenco. O pivô não deve ser contatado até a próxima agência livre.

  • Brad

    Nenê deve conseguir mais uns 2,3 anos jogando em alto nível, assim como tomara que o Bebê, Felício, Leandrinho e Splitter continuem. Já o resto..

  • Rdrigo Cruz

    Splitter merece continuar!

  • Felipe Rodrigues

    Acho meio complicada a volta de Huertas e Varejão na proxima temporada, Caboclo segue sendo uma decepção pra mim.

    Quanto aos outros, destaque para o Nenê que fez uma das melhores temporadas da sua carreira na minha opinião, pra mim foi o melhor BR da temporada e o Felicio tem tudo pra se consolidar de vez na proxima temporada.

    Tambem espero que Bebê siga tendo oportunidades em Toronto e Neto tenha mais chances em Utah.

  • Jax Teller

    Huertas, Varejão e Leandrinho (acho que joga mais uma temporada na NBA) cairiam bem no NBB, valorizaria demais nosso campeonato nacional, já os demais da NBA acredito em evolução, o Caboclo está difícil de dizer, Raulzinho melhorou muito na defesa, Felicio está bem tb, Bebê creio que o melhor é seguir o caminho do seu ex companheiro Biyombo e ir para uma franquia em que possa ter mais chance de atuar. Nene monstro, Splitter voltando torço demais por sua evolução!