Brett Brown se assusta com arremesso de Fultz: “Nunca vi algo assim”

O arremesso de Markelle Fultz continua a ser o maior pesadelo do Philadelphia 76ers nesta temporada. O primeiro escolhido do último draft está recuperado de incômodos no ombro, mas sua mecânica de tiro segue tão estranha quanto no início da campanha. Em quase 40 anos de carreira, o técnico Brett Brown admite que nunca observou mudança tão radical na forma de arremesso de um atleta.

“Eu já sou velho e nunca vi algo assim. Realmente nunca vi. Agora, nós temos um desafio recuperando o arremesso que Markelle tinha até o universitário. Ninguém, porém, sabe quanto tempo vai demorar para conseguirmos isso, pois acredito que ele ainda deva ter dores e é isso o que vem comprometendo a mecânica”, disse o treinador, sugerindo que o jovem não está totalmente recuperado fisicamente.

Fultz é dono de uma das reviravoltas mais enigmáticas da temporada, depois de apresentar-se ao Sixers com uma mecânica de arremesso totalmente diferente (para não dizer pior) daquela que rendeu-lhe aproveitamentos superiores a 50% nas tentativas de quadra e 40% nos tiros de três pontos na NCAA. O armador só acertou nove de 27 arremessos nos primeiros quatro jogos como profissional.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.